Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Porto de Sines sobe três lugares no TOP 100 mundial

O Porto de Sines registou uma subida de três lugares no Top 100 Mundial, ocupando a 95ª posição do “World Top Container Ports 2022” da revista especializada “Container Management”. De salientar ainda a referência a Sines como um dos portos Europeus a alcançar um crescimento de dois dígitos.

O Terminal de Contentores do Porto de Sines encerrou o ano de 2021 com a melhor marca de sempre, ultrapassando 1.8 milhões de TEU, o que corresponde a um crescimento homólogo de 13%, permitindo subir três posições no ranking internacional.

Porto de Aveiro aumenta movimento de cargas e melhora monitorização do tráfego

Movimento de cargas e exportações crescem significativamente no Porto de Aveiro. Administração aposta na modernização tecnológica do sistema de monitorização do tráfego marítimo.

Algarve prepara quadro comunitário 2030 com o mar no horizonte

(...) Para a CCDR Algarve reside no mar uma das fileiras para a diversificação económica da região: «Vamos dinamizar o ecossistema de empresas na área do mar. Na náutica de recreio e turismo náutico, na aquicultura (e pescas), nas algas, na preservação do ecossistema de carbono azul, nos estaleiros de reparação e construção naval. Em suma, explorar, com sustentabilidade, o potencial do mar e das zonas estuarinas. Vamos fazê-lo», esclarece José Apolinário.

OCEANOS

Números para compreender os mares e os problemas que enfrentam

Qual o maior oceano do mundo? Quanto da superfície terrestre é ocupado por oceanos e mares? Qual o ritmo da subida do nível das águas? Onde fica o ponto mais profundo do mar? Quantos peixes existem no mar? Eis alguns dados sobre o mundo de água que nos rodeia.

EURODEPUTADA ISABEL CARVALHAIS:

Grande desafio é a transferência do conhecimento académico para a realidade das pescas

Eurodeputada Isabel Carvalhais liderou a Missão da Comissão das Pescas do Parlamento Europeu, em Portugal, que passou pelo Porto, Aveiro e Peniche, com o intuito de conhecer as reais condições de trabalho das comunidades locais dependentes do sector da pesca, desafios e as dificuldades. Comitiva visitou alguns projectos inovadores financiados ao abrigo do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP). Desafio de futuro no sector é aliar a inovação académica à realidade tradicional.

MAIS 15% EM JULHO

Porto de Aveiro continua a crescer

O Porto de Aveiro movimentou mais 15,4% de mercadorias no mês de Julho, face ao período homólogo, com um total de 541.285 toneladas.

Na carga geral fraccionada verificou-se um aumento de 29,3%, impulsionado pelo contributo das pastas químicas de madeira e pelos produtos metalúrgicos.

DUARTE BUÉ ALVES

Economia Azul, um olhar a partir de Portugal

O trabalho que Portugal tem vindo a fazer de estudo permanente e dedicado do seu “Mar Portugal”, nomeadamente no quadro do alargamento da plataforma continental que corre atualmente nas Nações Unidas, é extremamente relevante. Portugal continua a ser um país líder no debate sobre a ação do oceano.

Empreendedor Mar

A economia do mar, a formação e a literacia do Oceano, o conhecimento e a protecção do meio marinho, carecem de uma combinação de recursos entre os quais recursos financeiros cuja origem de financiamento pode ser múltipla, de natureza pública e privada.

JOSÉ MARIA COSTA

O mar é porventura o maior factor de coesão dos portugueses

O mar faz parte da sua vida. Por isso, assegurar um oceano sustentável para as gerações vindouras foi sempre uma das suas missões nos cargos que desempenhou. Nasceu em Lourenço Marques (aCtual Maputo), Moçambique, em 1961. Formado em Engenharia Química pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto em 1985, José Maria Costa foi Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo entre 2009 e 2021. Hoje, abraça a pasta do Mar, com funções de secretário de Estado e tem o objectivo de tornar a Economia do Mar uma realidade verdadeiramente concretizada.

SÃO MIGUEL, AÇORES

Grupo Sousa investe 11,5 milhões de euros em terminal logístico

O Grupo Sousa, da Madeira, acaba de investir 11,5 milhões de euros num terminal logístico que está em fase de conclusão nos arredores de Ponta Delgada.
O Logislink é um terminal de grande dimensão, semelhante ao que a empresa tem na Madeira, dedicado ao armazenamento e distribuição de produtos, e a sua construção envolveu quatro empresas da Madeira.

DGRM conclui dragagens na Póvoa de Varzim e Vila do Conde

A Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) informa que já foi concluída a fase de Dragagens 2022 na Póvoa de Varzim e em Vila do Conde, sob responsabilidade da DGRM, no âmbito do Contrato Plurianual para os Portos do Norte.

Na Póvoa de Varzim os trabalhos terminaram na semana passada, tendo compreendido a dragagem da barra (-6.0m ZH), canal de acesso ao porto (-5.0m ZH) e cais dos combustíveis (-2.5m ZH), totalizando um volume de cerca de 80.000 metros cúbicos de sedimentos removidos.

Mar 2020 atinge 68% de execução até Julho

O programa operacional Mar 2020 atingiu 68% de execução até Julho, com 267,4 milhões de euros do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP) realizados.

“Em finais de Julho, a taxa de execução do Mar 2020 ascende a 68%, o que significa que dos 392,5 milhões de euros do FEAMP atribuídos a Portugal estão executados 267,4 milhões de euros”, lê-se numa nota agora divulgada.

Porto de Aveiro ganha duas mascotes

A ideia começou a germinar no Departamento de Ambiente e não tardou a merecer a simpatia de toda a equipa. O Porto de Aveiro acaba de adoptar duas mascotes, um casal de gansos, que estão encarregados de uma missão especial: assegurar a limpeza de um terreno contíguo ao edifício da administração. O “Porto” e a “Ria”, assim se chamam os novos “elementos” da equipa portuária, já conquistaram o coração de quem por ali trabalha.

OFERTA DE «ESTÁGIOS L» NA PORTOS DOS AÇORES, S.A.

A Portos dos Açores, S.A. (PA) pretende recrutar, através dos Programas “Estagiar L” e “Estagiar T”, da Direção Regional de Qualificação Profissional e Emprego, quatro jovens para os seus serviços, abrangendo diferentes áreas de formação e podendo os mesmos desenvolver as respetivas atividades em diferentes domicílios profissionais.

Novo Capitão do Porto de Aveiro assumiu funções

O comandante Conceição Dias é o novo Capitão do Porto e Comandante-local da Polícia Marítima de Aveiro. A tomada de posse ocorreu recentemente, rendendo no cargo o Comandante Humberto Silva Rocha, que estava em funções desde 2019.

A cerimónia realizou-se no Farol de Aveiro, tendo sido presidida pelo Subdiretor-geral da Autoridade Marítima e 2.º Comandante-geral da Polícia Marítima, Contra-almirante Nuno Noronha Bragança.

Dragagens no Porto de Aveiro decorrem até 2025

A primeira fase da dragagem portuária, adjudicada no início do mês de julho, conseguirá, até setembro, retirar 430 mil metros cúbicos de sedimentos dos fundos, incluída numa operação que vai durar três anos. Serão dragados 1,7 milhões de metros cúbicos de sedimentos para manter a navegabilidade.

Assinado protocolo para a Modernização Tecnológica dos Portos de Aveiro e Figueira da Foz

Foi assinado, no dia 22 de Julho, um protocolo para a Modernização Tecnológica dos Portos de Aveiro e Figueira da Foz. Este acordo entre a APA e a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos visa a modernização tecnológica dos VTS dos portos de Aveiro e Figueira da Foz.

Este protocolo visa dotar os Portos de Aveiro e da Figueira da Foz de equipamentos tecnologicamente mais modernos e a integração dos subsistemas de Aveiro e Figueira da Foz para uma comunicação mais eficaz com o sistema VTS Nacional.

Discriminação positiva para a captura do atum patudo

Os arquipélagos da Madeira e dos Açores conseguiram o comprometimento do Governo da República para que as regiões autónomas passem a gerir maior percentagem da quota atribuída a Portugal, ao contrário dos 85% atualmente em vigor.

Sobre o assunto, Manuel São João, Secretário Regional do Mar e das Pescas, comentou que “solicitámos esse reforço, que foi atendido, porque as regiões autónomas não só querem uma melhoria dos canais de comunicação com a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) como também entendem, atendendo a que se trata de uma pescaria insignificante para o continente português, que sejam as regiões autónomas a gerirem a quase totalidade da espécie atum-patudo atribuída a Portugal”.

«THE NEW YORK TIMES» DESTACA EXPERIÊNCIA IMERSIVA DO MUSEU-VIVO DA CONSERVEIRA PINHAIS

The New York Times” refere, em artigo publicado recentemente, a experiência de visita à fábrica da centenária Pinhais e ao “Conservas Pinhais Factory Tour", primeiro Museu-Vivo da indústria conserveira em Portugal. O artigo assinala que na visita, orientada por uma mediadora cultural, os visitantes são transportados numa viagem ao passado, às raízes da conserveira e das suas marcas Pinhais e NURI, esta última mais internacional. Além de acompanhar o processo de produção artesanal da Pinhais, a visita possibilita participar em provas de degustação e empapelar a própria lata.

Passageiros desembarcados nos portos dos Açores em Junho superam valores de 2019

O número de passageiros desembarcados nos portos dos Açores em Junho superou o de 2019, apesar de estar suspensa a ligação sazonal, que ligava todas as ilhas, segundo números revelados pelo Serviço Regional de Estatística (SREA).

Em Junho, desembarcaram nos Açores 54.824 passageiros provenientes de transportes marítimos, mais 4% do que em igual período de 2019 (52.733), de acordo com os dados disponibilizados na página da Internet do SREA, consultados pela Lusa.

Total: 5735
1 2 3 4 5 6 [7] 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 191 192 193 194 195 196 197 198 199 200 201 202 203 204 205 206 207 208 209 210 211 212 213 214 215 216 217 218 219 220 221 222 223 224 225 226 227 228 229 230 231 232 233 234 235 236 237 238 239 240 241 242 243 244 245 246 247 248 249 250 251 252 253 254 255 256 257 258 259 260 261 262 263 264 265 266 267 268 269 270 271 272 273 274 275 276 277 278 279 280 281 282 283 284 285 286 287