Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




MADEIRA

Movimento de mercadorias nos portos em alta

O movimento de mercadorias nos portos da RAM no semestre em referência foi de 653,7 mil toneladas, traduzindo uma variação positiva de 24,7% em comparação com o mesmo período do ano passado e um acréscimo de 12,4% face a 2019. Para a variação positiva entre 2021 e 2022 contribuiu o acréscimo observado no carregamento (+13,1%; +13,2% face a 2019) e no descarregamento (+26,4%; +12,3% face a 2019) de mercadorias. De sublinhar que, no 2.º trimestre de 2022, o acréscimo homólogo no movimento total de mercadorias foi de 19,0% (face a 2019 o aumento foi de 14,0%).

Plataforma SEAMInd Vai Agregar Dados Sobre o Mar

A rede colaborativa do SEAMInd esteve reunida com o propósito de conhecer os primeiros passos de desenvolvimento da SEAMInd Platform. A sessão foi conduzida pela DGPM e contou com a participação das diferentes entidades parceiras da rede SEAMInd.

A Plataforma SEAMInd irá armazenar e organizar dados sobre o mar disponibilizados pelas entidades envolvidas, disponibilizando-os publicamente num interface web, sob a forma de tabelas, gráficos, mapas georreferenciados, infografias ou outras soluções gráficas. Esta plataforma digital e inteligente tem como propósito potenciar a divulgação de dados sobre o mar a um público alargado e funcionar como uma ferramenta essencial de apoio à decisão política.

MADEIRA

Cais da Madalena do Mar fechado até 31 de outubro

A APRAM-Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira, S.A., através de edital, torna público que, até ao dia 31 de outubro de 2022, o Cais da Madalena do Mar estará encerrado, ficando também interdita até essa data toda a navegação e fundeadouro na área molhada, num raio de 50 metros do perímetro do Cais.

Governo aprova investimento no Porto de Sines para reforçar capacidade de receber e expedir gás

O Conselho de Ministros desta quinta-feira aprovou várias medidas de poupança e eficiência energética para fazer face à atual crise. Entre as medidas está um conjunto de investimentos no porto de Sines para o reforço da capacidade do país para receber e expedir gás para a Europa.
O Ministro do Ambiente e da Acção Climática, Duarte Cordeiro, apresentou esta quinta-feira as medidas aprovadas em Conselho de Ministros para fazer face à atual crise energética.

Porto da Figueira da Foz vai ter nova unidade industrial de combustíveis

A Administração do Porto da Figueira da Foz e a empresa BioAdvance The Next Generation assinaram contrato para a concessão de uma parcela de 1 0.000 m2 para a construção de uma unidade de produção e armazenagem de combustíveis avançados, na zona de expansão portuária do terminal de granéis líquidos.

Empresa de barcos de luxo expande os seus estaleiros no Porto de Aveiro

A Neptune Devotion, uma empresa de construção e reparação naval, vai expandir os seus estaleiros no Porto de Aveiro. A administração portuária revelou que foi assinado o aditamento ao contrato de concessão para a ampliação da atual unidade de produção, num investimento global de 4,6 milhões de euros. A expansão será feita para terrenos sob a jurisdição da estrutura portuária.

24.º Congresso de Logística APLOG realiza-se em outubro

A APLOG – Associação Portuguesa de Logística realiza nos dias 11 e 12 de outubro, no Centro de Congressos de Lisboa, o seu 24.º Congresso de Logística, subordinado ao tema “Cadeias de Abastecimento: As Tendências Futuras”.

O congresso é composto por sessões plenárias, painéis de debates, sessões paralelas de cariz técnico e prático, acções de demonstração de boas práticas logísticas e promoção de networking e de relacionamento estratégico.

António Costa quer Sines como porta de entrada do gás de Moçambique na Europa

O Primeiro-Ministro, António Costa, quer que o Porto de Sines possa ser a porta de entrada do gás vindo de África para a Europa, e acredita que Moçambique é um desses mercados.

"A partir do momento em que esteja desbloqueada a construção da interligação de gás entre Portugal, Espanha, e Espanha e a França, todo o gás natural que possa vir desta região pode entrar na Europa através do Porto de Sines", declarou numa conferência de imprensa em Maputo.

CIÊNCIA VIVA | A 5 DE SETEMBRO

À descoberta da Ria Formosa em caiaque

Nesta acção oferece-se aos participantes uma oportunidade de testemunhar e compreender as riquezas e especificidades da Ria Formosa, com a ajuda de um investigador da UAlg e através de um percurso em caiaque.
Caso os participantes tenham menos experiência, deverão inscrever-se numa aula no local, em data anterior à acção, de forma a adquirirem as competências necessárias à navegação em caiaque, fundamentais para a actividade.

O futuro do mar português

Na ArtesanalPesca, a algazarra de empilhadores deixa antever o que aí vem. É mais um barco que chega e, com ele, dornas de peixe que é preciso gelar, recondicionar, etiquetar e paletizar. O peixe espada preto vai inteiro ou em filetes. As cavalas são congeladas, as sardinhas saem para os Santos Populares. Do escritório da administração, Carlos Macedo tem uma vista privilegiada sobre o que se passa na fábrica, mas também sobre o Porto de Pesca de Sesimbra.

Embaixadora de Timor-Leste visita Instituto Hidrográfico

O Instituto Hidrográfico (IH) recebeu a visita da Embaixadora da República Democrática de Timor Leste para a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Marina Ribeiro Alkatiri.

Esta visita teve como principal objectivo dar a conhecer a actividade que o IH desenvolve relativa ao conhecimento e técnicas do mar, bem como a transmissão de conhecimentos e informação, que possibilita a identificação de áreas de interesse para possíveis colaborações das quais possa surgir um benefício mútuo e para a CPLP.
 

Estes animais valem ouro

É cada vez mais difícil apanhar ouriços no mar. Mas, dizem dois jovens portugueses, o país tem as condições certas para os produzir em viveiro.

Luís Inácio e Patrícia Mega Lopes desceram já vezes sem conta a este antigo viveiro de mariscos na Ericeira. Patrícia é bióloga e fez um estudo sobre o crescimento do ouriço-do-mar em viveiro. E ambos acreditam que este pode ser um negócio com muito futuro — basta ver o valor das ovas de ouriço-do-mar no Japão que, segundo Luís Inácio, podem chegar a custar 80 dólares por quilo, ou até mais no caso dos ouriços mais raros e apreciados. Mas as coisas não são fáceis, e o negócio ainda não arrancou por causa de entraves burocráticos ligados ao licenciamento.

3.ª Conferência | As Cidades e a Logística

A 21 de Setembro, no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões

O sector da logística tem vindo a ser desafiado não só pelas necessidade e exigências dos clientes finais, com as compras online a crescerem e a conveniência a ser cada vez mais valorizada, mas também pelos constrangimentos de abastecimentos às Cidades e pela crescente preocupação geral sobre sustentabilidade ambiental. Como agravante do atual contexto, enfrenta ainda os dramas da guerra e inflação que afectam particularmente este sector.

Estes desafios requerem debate e planos de intervenção alinhados entre os vários agentes económicos, desde o Governo, às Autarquias, passando pelas Empresas e por todos os que operam no setor. As soluções para o futuro passarão certamente por modelos logísticos colaborativos, informação partilhada e otimizada, novos polos de abastecimento às cidades, entregas noturnas, outro tipo de viaturas, entre outros.

Relatório de Monitorização da ENM 2021-2030

OE2 - Emprego e Economia Azul Circular e Sustentável

A DGPM - Direção-Geral de Politica do Mar realizou o primeiro relatório de Monitorização da Estratégia Nacional para o Mar 2021-2030: Objetivo Estratégico para a Década (OE2)- Emprego e Economia Azul Circular e Sustentável, onde se destacam os dados estatísticos divulgados pelo INE - Instituto Nacional de Estatística relativos às Empresas do Mar (ano de 2020) e Comércio Internacional de Bens da Economia do Mar (2021), anos muito marcados pelos constrangimentos causados pela pandemia COVID-19, nomeadamente pelas medidas de confinamento.

Em 2021 o défice da Balança Comercial de Bens da Economia do Mar diminui em 165M€, cifrando-se em 913M€. O principal mercado Português é a Espanha e representa 47% das exportações e 42% das importações.

OPINIÃO

A urgência da Economia Azul

Criar as condições para lançar novos produtos, serviços e soluções ligados ao mar é um dos desafios que se coloca ao nosso sistema de inovação para os próximos anos, contribuindo para uma economia e sociedade mais sustentável.

Vigilante diz que o segredo para viver bem nas Selvagens é ocupar o tempo

Isamberto Silva, de 58 anos, diz que não lhe custa esse tempo de isolamento e solidão em lugar remoto, mesmo que seja no Natal, no dia do aniversário ou na passagem de ano, como aconteceu da última vez.

"O segredo está em ocupar-se. Se uma pessoa não se ocupa, parece que tempo não passa, está sempre a olhar para o relógio", diz à agência Lusa, contando que a sua primeira estadia na reserva das Selvagens, um subarquipélago da Madeira localizado a cerca de 300 quilómetros a sul do Funchal, aconteceu em 1990 e foi de 15 dias.

PORTO DE LEIXÕES PIONEIRO EM TECNOLOGIA ECOncrete

Unidades de Tetrápodes do quebra mar suportam biodiversidade marinha

A APDL vai implementar, pela primeira vez em Portugal, a tecnologia ECOncrete nas unidades de tetrápodes que vão ser colocadas no Porto de Leixões, mais concretamente no quebra-mar.

Produzidos pela Etermar – Engenharia e Construção, S.A., os Tetrápodes são estruturas de betão modelares, compostas por quatro extensões proeminentes, ou seja, quatro pés. Este formato é concebido para dissipar a energia incidente das ondas e evitar a sua movimentação, pois ficam encaixados evitando o deslizamento para a água.

Peniche: a «chave do reino» por mar

A história das muralhas que nos protegeram dos invasores

A protecção natural da costa de Peniche é significativa e um apoio relevante para a função de defesa. Um exemplo é o deslumbrante Cabo Carvoeiro com as suas escarpas de dezenas de metros de altura e corroídas pela erosão. Permitem uma vista espetacular e uma das atracções é ver os barcos que fazem a travessia até às Berlengas.

Quando Peniche era uma ilha, o acesso marítimo fazia-se pelo local onde hoje fica a imponente Fortaleza de Peniche. Um pouco mais a sul está o forte da Consolação, onde desembarcaram os ingleses a 26 de Maio de 1589.

Ordenamento do Espaço Marítimo

O Ordenamento do Espaço Marítimo tem o objectivo de ordenar os usos e atividades do espaço marítimo, presentes e futuros, em estreita articulação com a gestão da zona costeira, garantindo a utilização sustentável dos recursos, a sua preservação e recuperação, potenciando a utilização eficiente do espaço marinho, no quadro de uma abordagem integrada e intersectorial, e fomentando a importância económica, ambiental e social do mar.

Porto de Lisboa cresce 6,4% no 1.º semestre

O movimento de mercadorias no Porto de Lisboa aumentou 6,4% no primeiro semestre de 2022 em relação ao mesmo período do ano anterior. Foram movimentadas cerca de 5,1 milhões de toneladas, o que compara com os 4,8 milhões registados nos primeiros seis meses de 2021.

Na carga geral, que registou uma subida de 6,9%, foram movimentadas, em cargas e descargas, mais de 2 milhões de toneladas (1,9 milhões no semestre homólogo de 2021). Na carga contentorizada o aumento foi também de 6,9%, tendo passado de 1,8 para 1,9 milhões de toneladas. A carga fracionada, embora não seja representativa nos dados globais da tonelagem movimentada, registou uma subida de cerca de 7,5%.

Total: 5738
1 2 3 4 5 [6] 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 191 192 193 194 195 196 197 198 199 200 201 202 203 204 205 206 207 208 209 210 211 212 213 214 215 216 217 218 219 220 221 222 223 224 225 226 227 228 229 230 231 232 233 234 235 236 237 238 239 240 241 242 243 244 245 246 247 248 249 250 251 252 253 254 255 256 257 258 259 260 261 262 263 264 265 266 267 268 269 270 271 272 273 274 275 276 277 278 279 280 281 282 283 284 285 286 287