Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Praia de Mira «vestida de azul» há 36 anos consecutivos

A Praia de Mira, no concelho de Mira e distrito de Coimbra, recebeu a 36.ª bandeira azul, sendo por isso a recordista internacional das bandeiras azuis, atingindo, desta forma, a "dupla maioridade". A Praia do Poço da Cruz, no mesmo concelho, recebeu pela 16.ª vez este galardão.

Protecção do oceano permite salvaguardar clima, pesca e biodiversidade

Uma protecção firme de pelo menos 30% dos oceanos até 2030 ajudaria a resolver as crises climáticas, alimentares e de biodiversidade, revela um estudo que mapeia pela primeira vez as zonas prioritárias a defender.

O estudo, realizado pelo programa ambiental Mares Prístinos (Pristine Seas), publicado num artigo da revista científica Nature e apresentado o mais abrangente realizado até à data, concluiu que uma protecção rigorosa do oceano pode contribuir para um fornecimento mais abundante e saudável de peixe e marisco e constituir uma solução natural e barata para enfrentar as alterações climáticas - para além de proteger espécies e habitats em risco.

Em Lisboa, os jovens querem ser a voz da mudança nos oceanos

Nicole Reyes quer que o Peru proteja mais a sua área marinha. Vinda do Brasil, Marina Borges Soares quer reduzir a produção de plástico. Por sua vez, Mariam Razavi está a fazer com que os jovens no Qatar tenham uma maior consciência ambiental. Já Afonso e Bernardo Marques pretendem preservar a ria Formosa. E Jacopo Pasquero tem o objectivo de criar pontes pelo oceano. Todos eles querem ser vozes de mudança.

António Guterres pede desculpa aos mais novos pela falta de atenção ao mar

O Secretário-Geral das Nações Unidas pediu este domingo desculpa às novas gerações pela falta de atenção dada pelas gerações mais velhas e decisores políticos aos oceanos, sublinhando que ainda se está a caminhar lentamente para reverter o problema.

António Guterres discursava na sessão de encerramento do Fórum da Juventude e Inovação da Conferência dos Oceanos da ONU 2022 (UNOC - United Nations Ocean Conference), que decorre na praia do Carcavelos (concelho de Cascais)

"Eu quero pedir desculpa, em nome da minha geração, à vossa geração, relativamente ao estado do oceano, ao estado da biodiversidade e ao estado das alterações climáticas", afirmou o secretário-geral das Nações Unidas, falando para uma plateia de jovens.

DE 27 DE JUNHO A 1 DE JULHO

«One Sustainable Ocean» atraca em Lisboa

O "One Sustainable Ocean" (OSO) está prestes a arrancar: são 77 conferências, 65 expositores, com imensas oportunidades de B2B para negócios no mar sustentável.

O OSO é uma iniciativa conjunta do Fórum Oceano, Câmara Municipal de Lisboa, Fundação para a Ciência e Tecnologia, Universidade de Lisboa e várias outras entidades. É um "umbrella event" oficial da UN Ocean Conference, sendo o Fórum Oceano "portuguese stakeholder" da mesma.

Marinha Portuguesa e Ministério do Ambiente e da Acção Climática

Evento com a «Parley for the Oceans»

A Marinha Portuguesa e o Ministério do Ambiente e da Acção Climática vão celebrar protocolos com a fundação “Parley for the Oceans”, este domingo, dia 26 de junho, no Navio-Escola Sagres, atracado no cais da Rocha, em Lisboa.

​​​​​​​​​A fundação, sem fins lucrativos, “Parley for the Oceans" é um espaço para criadores, líderes e pensadores que aborda as principais ameaças dos oceanos e por isso procura colaborar com projectos que ajudem a combater as acções perniciosas contra os ecossistemas.

DGRM recorda - todas as rotas marítimas vão dar a Lisboa!

Contagem decrescente para a Conferência dos Oceanos da ONU

A Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) recorda que faltam poucos dias para começar a Conferência dos Oceanos das Nações Unidas!

O evento principal decorre de 27 de Junho a 1 de Julho, no Altice Arena, em Lisboa.

Gulbenkian é a primeira instituição a fomentar investimento na área do carbono azul

Fomentar o investimento privado na área do carbono azul é uma das prioridades do novo projeto da Fundação Calouste Gulbenkian. O projeto “Gulbenkian Carbono Azul” quer dar a conhecer e caracterizar os ecossistemas de carbono azul existentes de norte a sul de Portugal Continental, desenhar medidas de proteção e restauro e identificar os respetivos custos que serão necessários para garantir que estes ecossistemas continuem com a função de remover carbono da atmosfera.

DGRM e Brigada do Mar combatem Lixo Marinho em parceria

A Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) e a Brigada Do Mar iniciaram uma parceria tendo como objetivo o trabalho conjunto no âmbito do combate ao Lixo Marinho.

A Brigada do Mar é uma ONGD (Organização Não Governamental para o Desenvolvimento) portuguesa, formada em 2012, cuja missão principal é a descontaminação da orla costeira e o combate ao lixo marinho, promovendo ações no terreno e de sensibilização com o forte envolvimento da sociedade civil, que já retirou mais de 901 toneladas de resíduos das praias nacionais com a participação de 7.680 voluntários.

DB Schenker vai operar um cargueiro autónomo de emissões zero na Noruega

A DB Schenker revelou os seus planos para operar um navio cargueiro com zero emissões na Noruega. Após a assinatura de um acordo de Prestudy, a DB Schenker e os seus parceiros de cooperação – o gigante do mobiliário Ekornes e o designer de navios Naval Dynamics, juntamente com a KONGSBERG e a Massterly – deram os primeiros passos num projecto conjunto para substituir os tradicionais navios de carga utilizados na costa norueguesa em torno de Ikornnes e Ålesund.

Os oceanos estão a começar a perder a memória

Com as alterações climáticas, os oceanos estão a tornar-se mais barulhentos — e também estão a começar a perder a sua memória e a tornar-se mais imprevisíveis, o que pode afetar a sua temperatura, estrutura, correntes e até a sua cor.

Um novo estudo publicado na Science Advances debruçou-se sobre este fenómeno “A memória do oceano, a persistência das condições do oceano, é uma enorme fonte de previsibilidade no sistema climático para além das escalas de tempo meteorológicas”, escrevem os autores.

APDL adere ao Pacto do Porto para o Clima

O Porto de Leixões iniciou o Projeto Roadmap para a transição energética e descarbonização da atividade, que o levará a alcançar a neutralidade carbónica e a autossuficiência energética em 2035, propondo-se fazê-lo 15 anos mais cedo do que o estipulado no European Green Deal.

Para Nuno Araújo, Presidente do Conselho de Administração da APDL, "a adesão da APDL ao Pacto do Porto para o Clima constitui um importante passo na persecução de um dos objetivos desta Administração: fazer do Porto de Leixões um porto de referência internacional no sul da Europa, na transição para um novo sistema energético baseado na utilização dos seus próprios recursos naturais, com a ambição de ser um porto auto-suficiente e com emissões zero".
 

27 DE JUNHO A 1 DE JULHO

ONE SUSTAINABLE OCEAN

No âmbito da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, a decorrer no Altice Arena, Parque das Nações entre os dias 27 de junho e 1 de julho, o Fórum Oceano organiza o espaço One Sustainable Ocean, iniciativa que irá albergar diversos eventos. Realiza-se debaixo da pala do Pavilhão de Portugal na mesma semana em que vai decorrer a Conferência dos Oceanos.

EMPRESA INSTALADA NO PORTO DE AVEIRO | REPORTAGEM SIC

PRIO faz toda a sua produção usando apenas resíduos

Há empresas que já conseguem fazer toda a sua produção usando apenas resíduos. É o caso da fábrica da PRIO, instalada no Terminal de Granéis Líquidos do Porto de Aveiro que, pelo segundo mês consecutivo, produziu nesta unidade todo o bicombustível utilizado com base em resíduos domésticos ou industriais.

Fundação Oceano Azul propõe programa nacional para ligar oceanos e clima e investir no mar

“O discurso sobre a importância dos oceanos para o futuro da humanidade já é obsoleto, porque “o futuro já chegou”, alerta em entrevista à Lusa o administrador da Fundação Oceano Azul, Tiago Pitta e Cunha. A propósito da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, organizada por Portugal em conjunto com o Quénia e que decorre em Lisboa de 27 de Junho a 01 de Julho, o especialista em questões relacionadas com os oceanos adverte também que o estado do planeta não é compatível com continuar a falar de intenções.”

ESTA TERÇA-FEIRA

National Geographic Summit: Um dia para mudar os próximos

Depois de dois anos de pausa, o National Geographic Summit volta este ano para a sua 4ª edição, esta terça-feira, 31 de Maio, no Teatro Tivoli BBVA em Lisboa.

O tema não é novo, mas é cada vez mais urgente: a utilização indiscriminada de recursos do planeta faz com que os limites planetários sejam ultrapassados mais cedo a cada ano. Embora a Natureza seja uma sobrevivente natural, é preciso tempo e espaço para a ajudar a regenerar-se… e a sociedade de consumo rápido onde vivemos não os está a dar. “Um dia para mudar os próximos” é um espaço de reflexão sobre como a humanidade e a natureza podem conviver de forma harmoniosa. Dos oceanos aos territórios mais inóspitos, através da ciência e da exploração, as caras do National Geographic vêm a Portugal explicar o presente e o futuro na primeira pessoa.

Açores lançam Campanha Regional de Limpezas Costeiras e Subaquáticas

O Governo dos Açores iniciou dia 20 a Campanha Regional de Limpezas Costeiras e Subaquáticas, que tem previstas 14 ações em todo o arquipélago açoriano.

A Direcção Regional de Políticas Marítimas pretende envolver todos os cidadãos, entidades públicas e privadas e organizações cívicas dos Açores para a problemática do lixo marinho, “uma preocupação que é partilhada por cada vez mais pessoas em todo o mundo”.

«A Pesca por um Mar sem Lixo» arranca na Ericeira

Até ao momento já foram recolhidos mais de 4692 m³ de lixo indiferenciado e mais de 2185 m³ de embalagens, resultado de um esforço conjunto de mais 52 entidades parceiras, 28 organizações de produtores, 784 embarcações e 3157 pescadores.

SÉRGIO CARVALHO, ONU

Pandemia provocou atraso nos esforços de protecção dos oceanos

O conselheiro na Missão Permanente de Portugal junto da Organização das Nações Unidas (ONU), Sérgio Carvalho, admitiu que a pandemia de covid-19 levou a "alguns passos na direcção errada" na estratégia global de protecção dos oceanos e da vida marinha.

O responsável falava num seminário que se realizou na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) sobre a 2ª Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, que vai decorrer entre 27 de junho e 1 de julho em Lisboa.

VIANA DO CASTELO

Exercício de combate à poluição «ATLANTIC POLEX.PT 2022» decorreu com sucesso

A Direção de Combate à Poluição do Mar, da Autoridade Marítima Nacional, organizou, nos dias 04 e 05 de maio, o exercício anual de resposta a incidentes de poluição no mar “ATLANTIC POLEX.PT 2022”, que decorreu em Viana do Castelo.

Total: 740