Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Arquivo dos Portos de Lisboa, Setúbal e Sesimbra

O acervo documental do Arquivo dos Portos de Lisboa, Setúbal e Sesimbra integra documentos datados desde o século XIX à atualidade (fotografias, publicações), respeitantes à actividade dos portos de Lisboa, Setúbal e Sesimbra.

Trata-se de documentos únicos que perduraram ao longo dos tempos e que nos permitem conhecer a evolução da atividade portuária e da frente ribeirinha dos estuários do Tejo e do Sado.

MUSEU DE PORTIMÃO

Da madeira ao barco

Numa encenação que conjuga materiais, instrumentos e maquinaria, filmes e ampliações fotográficas retroiluminadas, sons, “Da madeira ao barco” apresenta as diversas fases do abate, serração e transporte da madeira, desde a serra de Monchique até à construção naval que se fazia nos antigos estaleiros de Portimão, mas também o corte da cortiça para as bóias das redes de pesca, o fabrico dos cabos, a calafetagem com estopa e grude, a carpintaria de moldes, a fundição do ferro para as hélices dos barcos.

ÍLHAVO

Santo André regressa ao Oudinot preparado para captar mais visitantes

O navio museu Santo André já está de regresso ao cais no Jardim Oudinot e a reabertura deverá acontecer no final do segundo trimestre de 2021.
Depois dos trabalhos em doca na Navalria, num investimento de cerca de 600 mil euros, anuncia-se agora a criação de um novo percurso expositivo e uma nova zona e espaço de recepção no Jardim Oudinot.

Aquário Vasco da Gama ganha vida através da Arte Urbana

A Marinha, através do Aquário Vasco da Gama, convidou o artista de arte urbana Adalberto Brito (Youthone) a dar uma nova vida à fachada do edifício. Ao longo dos dez dias em que teve lugar esta intervenção, foram pintados elementos visuais relacionados com a história e a vida marinha existente no Aquário Vasco da Gama, onde podem agora ser observadas diversas espécies de animais presentes neste aquário, bem como algumas espécies ilustradas pelo Rei D. Carlos I nas suas publicações.

muSEAum - Sala da Investigação

Atrair e fidelizar audiências são desafios que muitos museus enfrentam na Europa. Estes desafios são abordados por muSEAum. O objetivo do é gerar e testar um modelo de desenvolvimento de públicos para pequenos museus baseado na integração coerente das seguintes disciplinas: técnicas de marketing e branding aplicadas aos museus; design de experiência do visitante; desenvolvimento da marca coletiva muSEAum, Museus de Mar de Portugal.

Museu de Mar é um conceito que incorpora museus marítimos, museus de arte, ecomuseus, etnográficos, navios-museu, sítios e experiências muito diversos. muSEAum é o conceito aplicado a marca coletiva.

CONFERÊNCIA PRESENCIAL E ONLINE DO PROJECTO MUSEAUM - MUSEUS DE MAR DE PORTUGAL

«Histórias que o meu museu conta», a 29 e 30 de Outubro

O projecto muSEAum – Museus de Mar de Portugal, realiza, a 29 e 30 de Outubro, a sua 2.ª Conferência e workshops intitulado “Histórias que o meu museu conta”, evento a partir da Universidade Lusófona de Lisboa, que contará com transmissão online.
Em debate, de forma teórica e empírica, o património cultural marítimo português, através das histórias dos museus de mar, digitais e analógicas.

GAGO COUTINHO. VIAJANTE E EXPLORADOR

Exposição prolongada até 30 de Dezembro de 2020

A exposição temporária “Gago Coutinho. Viajante e Explorador” foi prolongada e estará em exibição até 30 de dezembro de 2020. Nesta exposição, pretende-se aprofundar os conhecimentos sobre a vida e a obra deste Oficial de Marinha que deu contributos tão importantes à nossa Pátria.

Mar, Terra, Ar, Ciência, Civilização, História. Estas foram as áreas em que se destacou o Almirante Gago Coutinho, desde 1886, ano em que ingressou na Escola Naval.

PARTENON DOS NAUFRÁGIOS

Grécia abre o seu primeiro museu arqueológico subaquático

A Grécia abriu o seu primeiro museu arqueológico subaquático, que reúne um conjunto de ânforas do século V a.C e que foi batizado como o “Partenon dos Naufrágios”, na costa da ilha de Alonissos, no Mar Egeu.

A partir de agora, o Governo grego permitirá que mergulhadores certificados possam aceder à herança subaquática do país, depois de converter o naufrágio de um navio de carga neste museu debaixo de água, conta o diário britânico The Guardian.

A 8 DE AGOSTO | INICIATIVA DO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Lançamento online de «O Homem Tranquilo», por Alexandre Sampaio

Projecto fotográfico de Alexandre Sampaio, “O Homem Tranquilo” dialoga com a obra do pintor e escultor Cândido Teles, no acervo da representação da Costa Nova do Prado integrante na doação de João Teles ao Museu Marítimo de Ílhavo, em 2020. “O Homem Tranquilo”, designação pela qual o artista foi conhecido, é também um apontador para a sua identidade e relação da obra com este território onde inicia o percurso artístico, hoje tão iconográfico, autorrepresentado e morfologicamente distinto.

A PARTIR DE 8 DE AGOSTO, NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

«Transparências da Ria e do Mar», por Cândido Teles

A exposição “Transparências da Ria e do Mar", de Cândido Teles, resulta da doação, pela família, de 121 obras do primeiro período pictórico do artista ilhavense. Um conjunto de obras que revelam a beleza de todo e qualquer recanto da Ria de Aveiro: moliceiros, marinhas, a praia da Costa Nova e os barcos da arte xávega surgem esplendorosos nas suas obras, onde os retrata com suavidade, fazendo sobressair da paleta cromática os tons de azul em contraste com tonalidades mais quentes, quase aguareladas, como se de transparências se tratassem.

8 E 9 DE AGOSTO

83.º Aniversário do Museu Marítimo de Ílhavo

No 83.º aniversário, o Museu Marítimo de Ílhavo celebra a obra de Cândido Teles, quase um preâmbulo do centenário do artista, em 2021. Nesse âmbito, a 8 de agosto, abre a exposição “Transparências da Ria e do Mar", que resulta da doação, pela família, de 121 obras do primeiro período pictórico do artista ilhavense. Nas redes sociais, o MMI lança “O Homem Tranquilo”, um projeto fotográfico de Alexandre Sampaio, que dialoga com a obra do pintor e escultor Cândido Teles, nas representações que este faz da Costa Nova.

Centro Interpretativo da História do Bacalhau já abriu

Lisboa tem uma nova atração onde se conta uma das mais épicas histórias de Portugal – a descoberta da Terra Nova e a aventura nos mares gelados pela pesca do bacalhau. O Centro Interpretativo da História do Bacalhau abriu ao público no Torreão Nascente do Terreiro do Paço, em homenagem a um símbolo da gastronomia portuguesa, da cultura popular e da identidade nacional.

A Associação Turismo de Lisboa (ATL) e a Câmara Municipal de Lisboa (CML) são os fundadores e organizadores deste projeto, que conta com a participação de Álvaro Garrido (Comissariado Científico), de Tiago Silva Dias (Projeto de Arquitetura) e do NewsMuseum (Projeto de Experiência do Visitante), bem como com a colaboração do Museu Marítimo de ílhavo.

ESTA QUARTA-FEIRA, 22 DE JULHO

Museu de Marinha comemora 157 anos com entradas gratuitas

O Museu de Marinha comemora esta quarta-feira, dia 22 de julho, 157 anos de existência. Para assinalar a data, a entrada no Museu, que se situa em Belém, será gratuita para todos os visitantes.

Associando-se à efeméride, difundimos newsletter temática sobre este prestigiado órgão cultural da Marinha Portuguesa, respigando artigos publicados no portal da APP nos últimos anos.

Museu Virtual da Memória Marítima de Viana do Castelo inaugurado no navio Gil Eannes

O Museu Virtual da Memória Marítima de Viana do Castelo foi inaugurado na ré do navio-hospital Gil Eannes. O Centro de Mar, valência instalada a bordo do Gil Eannes, recebeu no decorrer do primeiro trimestre de 2020 uma empreitada de refuncionalização para acolher o novo museu, uma infraestrutura para a promoção da Ciência e do Conhecimento do Mar de Viana, inscrita na Agenda de Ciência e de Conhecimento do município (quadriénio 2017-2021).

MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Voltamos a navegar em segurança! Visite-nos partir de 1 de Julho

Depois de um período de "capa", o Museu volta a "navegar" em segurança, a partir desta quarta-feira, 1 de Julho. A pandemia Covid-19 trouxe novas formas de estar e de conviver nos espaços públicos e no Museu Marítimo de Ílhavo a prioridade, após a reabertura, será também a segurança de todos os visitantes e colaboradores. Para isso, há um conjunto de normas para poder "embarcar".

DIA DOS ARQUIVOS

Arquivo dos Portos de Lisboa Setúbal e Sesimbra

O Arquivo dos Portos de Lisboa Setúbal e Sesimbra associa-se, pelo segundo ano consecutivo, a um conjunto de iniciativas que decorrerão até ao final do mês de junho, no âmbito do Dia Internacional dos Arquivos, e que culminarão com a apresentação da nova identidade visual do projeto “Barreiro, A Cidade dos Arquivos".

Neste âmbito foram produzidos 7 vídeos que darão a conhecer cada um dos cinco arquivos (Espaço Memória, Centro de Documentação do Museu Industrial da Baía do Tejo, Arquivo dos Portos de Lisboa, Sesimbra e Setúbal, Fundação Amélia de Mello e Arquivo Ephemera) e das duas estruturas culturais parceiras a este projeto (PADA Studios e Colectivo SPA).

DIA DOS ARQUIVOS

Centro de Documentação do Museu Industrial da Baía do Tejo

O Arquivo dos Portos de Lisboa Setúbal e Sesimbra associa-se, pelo segundo ano consecutivo, a um conjunto de iniciativas que decorrerão até ao final do mês de junho, no âmbito do Dia Internacional dos Arquivos, e que culminarão com a apresentação da nova identidade visual do projeto “Barreiro, A Cidade dos Arquivos".

Neste âmbito foram produzidos 7 vídeos que darão a conhecer cada um dos cinco arquivos (Espaço Memória, Centro de Documentação do Museu Industrial da Baía do Tejo, Arquivo dos Portos de Lisboa, Sesimbra e Setúbal, Fundação Amélia de Mello e Arquivo Ephemera) e das duas estruturas culturais parceiras a este projeto (PADA Studios e Colectivo SPA).

DIA DOS ARQUIVOS

Espaço Memória

O Arquivo dos Portos de Lisboa Setúbal e Sesimbra associa-se, pelo segundo ano consecutivo, a um conjunto de iniciativas que decorrerão até ao final do mês de junho, no âmbito do Dia Internacional dos Arquivos, e que culminarão com a apresentação da nova identidade visual do projeto “Barreiro, A Cidade dos Arquivos".

Navio-museu Gil Eannes reabre as portas

O navio-museu Gil Eannes reabriu a 2 de Junho, depois de dois meses e meio encerrado, estando preparado para receber a “tripulação de visitantes” com toda a segurança e cuidados exigidos pela Direcção Geral da Saúde, garante a Câmara Municipal de Viana do Castelo.

Volta assim a estar disponível um percurso de cerca de 450 metros pelo interior do Gil Eannes, com uma área útil de 909 metros quadrados. A reabertura do navio conta com uma certificação pelo selo Safe & Clean, atribuída pelo Turismo de Portugal.

30 DE OUTUBRO DE 2012

Dois antigos navios da Marinha afundados ao largo de Portimão

Dois dos quatro navios da Marinha de Guerra Portuguesa que integram o parque subaquático para mergulho no Algarve, Ocean Revival, foram afundados esta terça-feira ao largo de Portimão, operação que os promotores consideraram como "um êxito".
"Os navios ficaram na posição que estava programada, ou seja, direitos e a cerca de 30 metros de profundidade", sublinhou Luís Sá Couto, promotor do projeto Ocean Revival.

Total: 258
[1] 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13