Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Centro de Religiosidade Marítima

Quem vai ao mar reza para de lá voltar. Mar e devoção estão intimamente ligados e em Ílhavo, terra de marinheiros, materializa-se essa relação no Centro de Religiosidade Marítima (CRM), inaugurado a 8 de agosto de 2021, integrando as comemorações do 84.º aniversário do Museu Marítimo de Ílhavo (MMI).

ESTE SÁBADO, DIA 19, NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Inauguração da exposição «Memórias da Arte Xávega», de António Leitão Marques

Exposição fotográfica que remonta às memórias da Arte Xávega na praia da Vagueira, nos anos 90. Da autoria do médico António Leitão Marques, os retratos acompanham algumas jornadas de trabalho e mostram com se pratica esta arte atualmente em declínio e transmitem-nos e, à luz dos dias de hoje, as mudanças que a mesma foi sofrendo.

Museu Marítimo de Ílhavo apresentou oferta educativa para 2022/23

O Museu Marítimo de Ílhavo recebeu Educadores de Infância e Professores no Auditório do Museu.

Num dia inteiro dedicado às comunidades escolares, o museu deu a conhcer a oferta educativa para o novo Ano Letivo 2022/23 e o novo projeto "Missão sem título". Os presentes tiveram ainda oportunidade de, através de visita guiada, conhecer os três espaços do museu - Museu Marítimo de Ílhavo, Navio-Museu Santo André e Centro de Religiosidade Marítima.

18 A 20 DE NOVEMBRO

Dia Nacional do Mar no Museu Marítimo de Ílhavo

Em 2022, o museu volta a assinalar o Dia Nacional do Mar. Entre os dias 18 e 20 de novembro a temática marítima permanece como base de uma programação onde se incluem o lançamento da 10ª edição da revista ARGOS, uma apresentação de livro, a abertura de nova exposição temporárias atividades para crianças.

A 29 DE OUTUBRO, NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

10.º Seminário Desafios do Mar Português

O Seminário “Desafios do Mar Português”, evento ímpar no panorama nacional, regressa com a sua 10.ª edição, consolidando o seu propósito de promover a discussão e partilha de conhecimento científico sobre as mais diferentes perspectivas da cultura marítima.

Com o tema “Do Mar às Artes”, a edição de 2022 decorre a 29 de Outubro e será dedicada às mais variadas expressões artísticas que têm o Mar como inspiração, divulgando manifestações culturais que realçam e afirmam a identidade marítima portuguesa.

Estaleiro-Museu na Murtosa chega aos 2.000 visitantes para ver construir o moliceiro

O Estaleiro-Museu do Monte Branco, na Torreira, concelho da Murtosa, que mostra "ao vivo" a construção do barco moliceiro, atingiu a marca de dois mil visitantes, revelou a Câmara Municipal.

“O Estaleiro-Museu do Monte Branco assume-se com um dos pilares referenciais, no que às medidas de preservação e valorização diz respeito, da candidatura do Barco Moliceiro a Património Mundial da Humanidade, promovida pela Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro”, salienta uma nota municipal.
 

Museu de Marinha estabelece novo record de visitas no mês de julho

O Museu de Marinha recebeu no mês de Julho um total de 25.781 visitantes, um novo máximo desde que existem registos mensais.

Durante o presente ano, este órgão de natureza cultural da Marinha, localizado em Belém, já foi visitado por mais de 112 mil pessoas.

Museu Marítimo de Ílhavo distinguido nos prémios APOM

O Museu Marítimo de Ílhavo venceu a categoria Incorporação e recebeu uma menção honrosa na categoria Investigação. Os prémios foram atribuidos pela Associação Portuguesa de Museologia - APOM.

Na categoria Incorporação, foi distinguido o Depósito de Bens Culturais da Igreja Paroquial de Ílhavo, no Museu Marítimo de Ílhavo, depósito esse que está na origem do Centro de Religiosidade Marítima. Já na área da Investigação, o museu viu galardoado o projecto de investigação que deu origem ao livro "Chora e Feijão Assado".

5 A 7 DE AGOSTO

85.º Aniversário Museu Marítimo de Ílhavo

O Museu Marítimo de Ílhavo comemora, a 8 de agosto, oitenta e cinco anos de vida, com programa para toda a comunidade, que acontece entre 5 e 7 de agosto

Crianças, adultos e jovens. No 85.º aniversário do Museu Marítimo de Ílhavo toda a comunidade é chamada a participar na festa que dura três dias. As comemorações acontecem no museu marítimo, no Navio-Museu Santo André e no Centro de Religiosidade Marítima.

ESTA SEXTA-FEIRA, 22 DE JULHO

Museu de Marinha comemora 159 anos

O Museu de Marinha comemora esta sexta-feira, dia 22 de julho, 159 anos de existência. Criado em 1863 por decreto de D. Luís I, o Museu de Marinha ficou inicialmente instalado na Escola Naval, exibindo os modelos de navios recolhidos do Palácio da Ajuda, assim como peças da própria Escola Naval. Em 1949, mudou-se provisoriamente para o Palácio dos Condes de Farrobo, nas Laranjeiras, em Lisboa, até ser transferido definitivamente para o Mosteiros dos Jerónimos, em 1962, onde se mantém até hoje.

Associando-se à efeméride, difundimos newsletter temática sobre este prestigiado órgão cultural da Marinha Portuguesa, respigando artigos publicados no portal da APP nos últimos anos.

ATÉ 10 DE JULHO

Museu de Marinha recebe exposição inovadora «Océan»

O público tem a oportunidade de visitar, pela primeira vez em Portugal, a exposição “Océan”, patente no Museu de Marinha de 25 de junho a 10 de julho. A exposição tem como objectivo principal mostrar a riqueza do mar para o mundo e em particular para a Europa, nomeadamente a sua biodiversidade, herança e riqueza históricas.

​​​​A “Océan” envolve o “mergulho 360º” que acontece dentro de uma cúpula, com 6 metros de altura e 12 de largura, onde é projectado o filme “The beating heart of the Ocean”, com diversos testemunhos.

Lançamento do I Volume dos «Cadernos do Arquivo» - 24 de junho, 11h00 - Barreiro, Baía do Tejo

Arquivo dos portos de Lisboa, Setúbal e Sesimbra celebra 3.º aniversário

O Arquivo dos portos de Lisboa, Setúbal e Sesimbra (APLSS) vai comemorar o 3.º aniversário com o lançamento do primeiro volume dos “Cadernos do Arquivo”, uma edição centrada na obra do Arquiteto Paulo Cunha, “pioneiro do planeamento portuário e do ordenamento das orlas ribeirinhas e autor de parte significativa dos edifícios portuários em Portugal e nos países africanos de língua oficial portuguesa. A cerimónia tem lugar a partir das 11h00 de dia 24 de junho, nas instalações do APLSS, no Barreiro.
A apresentação da primeira edição dos Cadernos do Arquivo está a cargo do autor, José Luis Saldanha.

10 DE JUNHO

Barreiro, a Cidade dos Arquivos

Esta sexta-feira, 10 de junho, venha ao Barreiro, conhecer os tesouros da Cidade dos Arquivos. No espaço do Arquivo da Administração dos Portos de Lisboa, Setúbal e Sesimbra, a exposição “Os Tesouros dos Arquivos” mostra ao público os segredos mais bem guardados dos cinco arquivos de inegável relevo que se encontram no Barreiro, a Cidade dos Arquivos: o Arquivo da Administração dos Portos de Lisboa, Sesimbra e Setúbal, o Centro de Documentação do Museu Industrial da Baía do Tejo, o Arquivo Ephemera, o Espaço Memória e o Arquivo da Fundação Amélia de Mello.

Navio-Museu Santo André reabriu com novidades

A 20 de Maio, a Câmara Municipal de Ílhavo assinalou o Dia Europeu do Mar com a reabertura do Navio-Museu Santo André, ancorado no Jardim Oudinot, Gafanha da Nazaré, com a presença do Secretário de Estado do Mar, José Maria Costa.

O Presidente da Câmara, João Campolargo, salientou que se trata de “um dia particularmente feliz para o Município de Ílhavo, mas também para a região de Aveiro e para o país, na medida em que a requalificação do Navio-Museu Santo André representa a preservação da memória e a valorização da história de um território, de uma região e de um país”.

CANIÇAL, MADEIRA | ATÉ 31 DE JULHO

Exposição «Gritos do Azul» patente no Museu da Baleia

O Museu da Baleia da Madeira, no Caniçal, acolhe a exposição temporária 'Gritos do Azul', de Cristina Camacho. A autora - fotógrafa subaquática e profissional de mergulho livre – pretende mostrar através da sua arte, a dura realidade que o oceano atravessa.

A colecção reúne um conjunto de fotografias cujo objectivo é “ empatizar com o sofrimento da vida marinha, que por vezes tende a ser visto como algo estranho e distante da nossa própria vida”. Estará patente ao público, na sala de exposições temporárias do museu, até 31 de julho de 2022, com acesso gratuito.
 

Aquário Vasco da Gama lança Plataforma Digital Interactiva dedicada ao Rei D. Carlos I

A Marinha, através do Aquário Vasco da Gama, inaugurou na terça-feira, dia 3 de maio, uma nova plataforma digital denominada “Tesouros do Rei”.

​​​​​​Dedicado ao Rei D. Carlos, pai da oceanografia em Portugal, este novo espaço museológico resulta de uma parceria com a BP Portugal e tem como objetivo incentivar o conhecimento do mar e promover o acesso (digital) a registos de elevado valor histórico e científico.

A plataforma disponibilizará a visualização de mais de uma centena de exemplares animais, recolhidos nas 12 expedições oceanográficas que o Rei D. Carlos realizou entre 1896 e 1907, bem como o acesso a dezenas de livros, manuscritos e outros documentos daquele período.

AÇORES | ATÉ 17 DE ABRIL

Museu da Graciosa expõe património subaquático açoriano

A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, por via da Direcção Regional da Cultura, através do Museu da Graciosa promove a exposição temporária “Cápsulas do Tempo, o Património Cultural Subaquático dos Açores”.

O projecto expositivo itinerário está patente até 17 de Abril e surge no âmbito do Projecto Margullar 2, com co-financiamento Interreg-MAC e pretende dar a conhecer as histórias dos naufrágios documentalmente registados nos mares açorianos e a importância geoestratégica do arquipélago na expansão europeia do século XV, refere uma nota de imprensa do Executivo açoriano.

Aquário Vasco da Gama recebe tubarão raro

O Aquário Vasco da Gama, da Marinha Portuguesa, recebeu uma oferta muito especial de um pescador. Trata-se de um Tubarão-anão (Squaliolus laticaudus), uma raridade em Portugal.
A espécie foi identificada por um dos biólogos do Aquário que partilhou fotografias do exemplar com investigadores especializados no estudo de tubarões, os quais nunca haviam observado um animal destes, confirmando assim a sua raridade.
 

«BOTA-ABAIXO», MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

A memória e a tradição da construção naval em madeira nos municípios de Ílhavo, Peniche e Murtosa

Nesta exposição recordam-se os patrimónios ligados à construção naval, tradicionalmente presente nestas áreas geográficas. Aqui se registam várias faces de um mesmo legado cultural, produzido e fortemente enraizado na história e na vivência dos povos do extremo ocidente europeu, destinados a virarem-se para o mar.

NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO, A 29 DE JANEIRO

Tanto Mar!

Tanto Mar que entra pelas salas do Museu adentro! Navega-se pelas aventuras da pesca do bacalhau e põe-se a imaginação a trabalhar. Pescam-se algumas ideias, descobrem-se tesouros e os segredos do fundo do mar! Uma vez por mês, o Museu dedica um dia inteiramente às crianças e às famílias, com oficinas e outras atividades, em que aprendizagem e diversão remam na mesma direção.

Total: 309
[1] 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16