Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




UAlg no top 20 mundial em produção científica sobre Turismo Marinho e Costeiro

Segundo o Journal of Coastal Research, que apresenta uma revisão sobre a produção científica a nível mundial em Turismo Marinho e Costeiro, a Universidade do Algarve é a única instituição portuguesa a integrar o top 20 numa escala global, ocupando o 14º lugar.

Os resultados apresentados, através de uma análise bibliométrica, fornecem uma avaliação sistemática dos artigos científicos sobre o Turismo Marinho e Costeiro em todo o mundo, através de uma análise multidisciplinar na base de dados WoS (Web of Science). No total, 162 países contribuíram para este estudo.

Grau de integração do porto marítimo na Região - Inquérito Universitário

Questionário académico e científico que visa obter a sua opinião sobre o grau de integração do porto marítimo que melhor conhece na região onde vive ou trabalha.

A sua opinião é muito importante para o estudo que estamos a realizar com o Centro de Estudos de Gestão do Instituto Superior de Economia Gestão (CEGE/ISEG) e que será publicado internacionalmente.

Politécnico de Leiria imprime produtos verdes em 3D a partir de plástico recolhido do mar

O CDRSP – Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentado de Produto (CDRsp), do Politécnico de Leiria está a trabalhar na melhoria da valorização dos resíduos de plástico marítimos, resultante das indústrias marítimas e também deixados, como, forma de poluição, nas praias, para os converter em produto útil, através da tecnologia de impressão 3D.

É o caso das caixas para peixe ou moldes termoplásticos para barcos, para as actividades económicas das indústrias marítimas, exemplifica um comunicado do Politécnico de Leiria.

Campanha oceanográfica EMSO-PT

Já foi lançado o documentário "Campanha oceanográfica EMSO-PT” sobre o trabalhos ocorridos a bordo do navio de investigação Mário Ruivo entre 23 a 26 de maio de 2021.

EMSO-PT é uma Infraestrutura de Investigação Europeia de Grande Escala, constituída por observatórios submarinos multidisciplinares e outras infraestruturas de suporte para processamento de dados, com o objetivo de disponibilizar informação científica de forma continuada, sobre processos ambientais marinhos relacionados com a interação entre a geosfera, a biosfera e a hidrosfera.

Porto de Lisboa acolhe expedição científica mundial norueguesa

A 2 de setembro chegou ao Porto de Lisboa o veleiro norueguês “Statsraad Lehmkuhl”, no âmbito da expedição “One Ocean”, uma iniciativa da Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável, da Organização das Nações Unidas. O navio partiu da cidade de Arendal (Noruega) no dia 20 de agosto para uma viagem de circum-navegação que terminará em abril de 2023. Durante este tempo serão 36 os portos de escala navegando 55.000 milhas náuticas.

Universidade de Évora vai recolher informação sobre mamíferos e répteis marinhos arrojados na costa alentejana

Investigadores do Laboratório de Ciências do Mar da Universidade de Évora (CIEMAR)/MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, deram recentemente início ao projecto “Arrojal: Apoio à Rede Nacional de Arrojamentos – Rede Regional Alentejo” com vista ao estabelecimento de uma rede regional de arrojamentos de cetáceos e tartarugas marinhas ao longo da costa Alentejana desde Tróia a Odeceixe, integrando assim a Rede Nacional de Arrojamentos.

Cientistas da Universidade de Coimbra garantem:

Alterações climáticas afectam ciclo de vida do robalo

O robalo tem sido um peixe envolto em polémicas políticas nos últimos anos. Mas não por sua culpa. O que é certo é que um estudo conduzido por uma equipa de investigadores da Universidade de Coimbra (UC) permitiu compreender, pela primeira vez, como o início do ciclo de vida do robalo é influenciado pela temperatura da água do mar e pela variabilidade atmosférica e oceânica, medida pelo índice da Oscilação do Atlântico Norte (NAO, na sigla em inglês).

Microalgas estão a entrar nos nossos pratos, corpos e até navios

O Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto tem há já 30 anos uma colecção de microalgas e cianobactérias com mais de 1200 estirpes. Para quê? Muitas coisas: cosméticos, fórmulas para emagrecer, até tintas para navios.

Criadas no Porto plataformas portáteis que detectam contaminantes em peixes e águas

Investigadores do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) desenvolveram plataformas portáteis de sensores e biossensores que permitem detectar contaminantes emergentes como antibióticos, hormonas, antidepressivos ou anti-inflamatórios nas águas e nos peixes.

Em comunicado, o ISEP afirma que as plataformas portáteis de sensores e biossensores para quantificar ‘in loco’ e a baixo custo os contaminantes emergentes em produtos de pesca e águas estão a ser desenvolvidas pelos investigadores no âmbito do projeto CECs (Bio)Sensing.

Cientistas descobrem floresta de corais negros no mar dos Açores

Uma investigação científica no mar dos Açores descobriu florestas de corais negros semelhantes às florestas de sequóias norte-americanas. Os cientistas consideram que são “símbolos” da biodiversidade existente nos mares da região.

Campanha UPFLOW toma o«pulso» à Terra no fundo do Atlântico

O Navio de Investigação do IPMA "Mário Ruivo" largou a Base Naval de Lisboa a 14 de julho de 2021, levando a bordo uma equipa científica multinacional dirigida por Ana Ferreira (na foto), do University College London (UCL). Durante mais de um mês serão colocados em locais apropriados do fundo do Oceano Atlântico sismógrafos submarinos que irão obter uma imagem, com precisão sem precedentes, do interior do manto terrestre. O projeto UPFLOW que recebeu um financiamento do European Research Council (ERC) de cerca de 2,8 milhões de euros, corresponde a uma cooperação entre a UCL e o IPMA.

Campanha oceanográfica GROW, na baía de Sesimbra

Terminou, a 23 de julho, o cruzeiro científico GROW, na baía de Sesimbra, a bordo do navio de investigação do IPMA "Diplodus", envolvendo equipas do IPMA e do INESC TEC (Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência).

Este cruzeiro corresponde à campanha de testes de mar do sistema de comunicações sem fios, desenvolvido no âmbito do projeto GROW (PTDC/EEI-COM/29466/2017) Long-range Broadband Underwater Wireless Communications, projeto financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, I.P.

MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

Candidaturas abertas a bolsa de investigação

Até 28 de julho está aberto o concurso para uma bolsa de investigação no âmbito do projecto "Era uma vez um peixe chamado bacalhau... para uma utilização sustentável dos recursos marinhos", financiado pela EEAGrants. Para tal, vai ser criado um protocolo de colaboração entre o Museu Marítimo de Ílhavo e o Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.
Este projeto visa criar um recurso educativo digital, que envolve um conjunto de memórias relacionadas com a pesca do bacalhau, com as embarcações e artes de pesca, tradicionais e atuais, servindo o Museu como um recurso à investigação através das suas fontes, arquivos e trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos nesta área.

Estudo sobre impacto da pesca na sustentabilidade de espécies de tubarões conta com investigador do Politécnico de Leiria

O investigador André Afonso, do MARE — Centro de Ciências do Mar e do Ambiente do Politécnico de Leiria, integra a equipa de especialistas que acaba de publicar na secção “Matters Arising” da revista Nature, uma das mais importantes revistas científicas do Mundo, dois artigos sobre o impacto da pesca na sustentabilidade de diversas espécies de tubarões.

EM PORTO SANTO

Grupo Sousa-Porto Santo Line apoia ciência da Universidade de Aveiro

A Universidade de Aveiro (UA) celebrou um protocolo através do qual o Grupo Sousa/Porto Santo Line vai apoiar oito projetos de natureza científica da Geobiociências, Geotecnologias e Geo-engenharias (GEOBIOTEC), unidade de investigação da UA. Estes projetos incidem na ilha do Porto Santo, abordando, entre outros temas, a dinâmica da praia, das reservas e tratamentos com areia, bem como iniciativas culturais, de formação e divulgação do património local.

ENIDH faz progressos no teste da propulsão da embarcação autónoma USV-enautica1

Encontra-se em desenvolvimento e teste – em ambiente virtual e real – o modelo de embarcação autónoma USV-enautica1, no contexto do projecto SEA2FUTURE, do Centro de Investigação e Desenvolvimento (CID) da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique (ENIDH).

Porto de Aveiro junta-se aos Laboratórios Altice Labs em dia de aniversário

O pólo de inovação do Grupo Altice vai assinar protocolos de colaboração com três novos paceiros: Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), Universidade Nova de Lisboa e Porto de Aveiro. Os protocolos são estabelecidos no âmbito do 5.º aniversário da Altice Labs, que passa, assim, a contar com mais três entidades no seu ecossistema de desenvolvimento e sinergias.

Parque de Ciência e Inovação de Aveiro cresce em Setembro

Novo edifício vocacionado para a economia do mar e energia arranca depois do verão. Complexo aloja uma centena de empresas e está quase lotado.

Navio de investigação Mar Profundo apoia teste e validação de tecnologias inovadoras para uso marítimo

Chama-se “Mar Profundo”, o navio de apoio ao teste e validação de tecnologias inovadoras para uso marítimo, lançado ao mar no dia 21 de Abril, nas instalações da Nautiber, em Vila Real de Santo António. A embarcação foi concebida por encomenda do INESC TEC – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência. Um investimento de 869 mil euros.

Cientistas já sabem o que são as misteriosas «bolhas» encontradas na Noruega

Há vários anos, uma equipa de mergulhadores que explorava a costa oeste da Noruega encontrou um misterioso corpo esférico gelatinoso, com mais de um metro de largura. Na verdade, desde 1985 já foram registados quase cem avistamentos destas bolhas estranhas, não só nos mares deste país mas também no Mediterrâneo.

Agora, conta o site Live Science, graças a uma análise de ADN, cientistas conseguiram finalmente perceber o que são estas bolas translúcidas: bolsas de ovos de uma lula comum chamada Illex coindetii.

Total: 171
[1] 2 3 4 5 6 7 8 9