Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Não nos vamos livrar dos microplásticos tão cedo, mas a invenção de Fionn Ferreira tira-os da água

Óleo vegetal, pó de ferrugem, um íman e um recipiente. São estes os “ingredientes” da invenção de Fionn Ferreira, que permite medir a quantidade de microplásticos presentes na água (até na que bebemos). Para o vencedor da Google Science Fair de 2019, esta pode ser “a próxima epidemia”.

Porto de Setúbal contribui para oceanos mais limpos

O Porto de Setúbal está a criar medidas para a redução da poluição dos oceanos com a aplicação de incentivos no tarifário para o tratamento e valorização integral de todos os tipos de resíduos gerados pelos navios durante as suas jornadas no mar, a vigorar já no início de 2022. Estas medidas constam de taxas fixas pelo tratamento de todos os resíduos dos navios, incentivando os armadores a aderirem a esses serviços.

Os heróis dos oceanos num documentário de tirar o fôlego

Uma viagem ao maravilhoso mundo subaquático que precisa de ser protegido, num documentário da Rolex com oito heróis dos oceanos, cinco dos quais fazem parte do projecto Oceano de Esperança.

Conheça as 392 Praias Qualidade de Ouro 2021 galardoadas pela Quercus

A Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, apresentou, como habitualmente, a listagem de atribuições do Galardão Qualidade de Ouro 2021. Este ano, a Associação classifica 392 praias com Qualidade de Ouro em 2021, mais 6 do que no ano passado.

A Região do Tejo e Oeste foi a mais galardoada com 100 praias, com a região do Algarve a apresentar a maior subida e a região Centro a registar a maior queda na atribuição do galardão.

Portugal com 53 praias Zero Poluição

A associação ambientalista Zero distinguiu este ano 53 praias Zero Poluição em 30 concelhos de Portugal, representando 8% do total das 643 zonas balneares que vão estar em funcionamento nesta época.
Uma praia Zero Poluição é aquela em que não foi detetada qualquer contaminação microbiológica nas análises efetuadas às águas balneares ao longo das três últimas épocas balneares, de acordo coma associação. Em 2020, houve mais 15 praias classificadas, ou seja, um total de 68.
 

8 Junho 2021 | esta terça-feira | Dia Mundial do Oceano

Cavalos de Guerra: entre a extinção e a conservação

"Cavalos de Guerra" documenta aquela que já foi a maior comunidade de cavalos marinhos do mundo. No entanto, o grupo que hoje habita as pradarias marinhas no Algarve está em risco de desaparecer.
No Dia Mundial do Oceano, junte-se a nós no Pavilhão do Conhecimento para assistirmos ao documentário de João Rodrigues e debatermos de que forma a ciência poderá proteger estes guerreiros ou se é inevitável a sua extinção. Contamos consigo!

António Guterres:

Número de «zonas mortas» nos oceanos quase duplicou numa década

O número de “zonas mortas” nos oceanos quase duplicou numa década, demonstrando o “fracasso generalizado” de protecção dos mares e a necessidade de novas metas globais “ambiciosas”, alerta o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

O aumento das zonas oceânicas sem vida animal ou vegetal, para 700 em 2019 face a 400 em 2008, é uma das conclusões da segunda Avaliação Oceânica Mundial, realizada por centenas de cientistas de todo o mundo e agora apresentada pelo secretário-geral em mensagem de vídeo.

ESTE SÁBADO

Limpeza Subaquática no Porto e Marina de Velas

No âmbito da campanha Entre-Mares, decorre este sábado, dia 22 de Maio, uma acção de limpeza subaquática (com apneia e garrafa) a decorrer no Porto e Marina de Velas, entre as 09h00 e as 12h00.
Esta acção é levada a cabo por um grupo de voluntários, e conta com o apoio do Município de Velas.

«Praia mais limpa com» está de volta

Desde 2017, o Programa Bandeira Azul coordena o projeto “Praia mais limpa com…” dirigido a empresas, associações ou escolas que priorizam a sustentabilidade e reconhecem a importância de participar em actividades de educação ambiental e social.

O projecto tem como objectivos sensibilizar os participantes para a problemática do lixo marinho, para a necessidade de alterar comportamentos perante os resíduos produzidos e, também, para o impacto que estes têm na biodiversidade marinha, nos oceanos e, consequentemente, nas alterações climáticas.

VIOLETA LAPA

Encontrei muito lixo no mar em todo o lado, até em ilhas remotas

Violeta Lapa só aprendeu a nadar há cinco anos, mas agora faz do mar a sua vida. O Atlantis, um programa de educação ecológica marinha para escolas, é uma das faces da sua paixão pelos oceanos. A dança subaquática é outra.

Sines e Roterdão parceiros em candidatura vencedora

O Porto de Sines integra o consórcio liderado pelo Porto Roterdão, no âmbito de uma candidatura enquadrada no Green Deal 2020, cujo principal objectivo é o de preparar a cadeia logística para um futuro mais limpo e sustentável, recorrendo a combustíveis verdes em todos os meios de transporte.

O projecto integra 45 parceiros entre autoridades portuárias, instituições de ensino e investigação que se propõem desenvolver 12 projetos piloto focados na sustentabilidade e “smart logistics” nas operações portuárias. As demonstrações a desenvolver visam testar os desafios e vantagens do recurso a energias renováveis como o Hidrogénio Verde, Amónia ou Bio-LNG no shipping internacional.

Mais de 1600 acções de combate à poluição marítima em mega-operação

Várias autoridades e entidades realizaram mais de 1600 ações de fiscalização e investigação em Portugal no âmbito da operação "30 Days at Sea 3.0" de combate à poluição marítima que ocorreu em março.

De acordo com notas da Polícia Judiciária, Guarda Nacional Republicana e Polícia de Segurança Pública, no âmbito da operação, que decorreu entre 1 e 30 de março, foram realizadas em Portugal 1683 ações de investigação e/ou fiscalização. Destas, 441 ações foram direcionadas a poluição de navios e/ou de instalações no mar, tendo sido detetada uma infração e 1.176 fontes de poluição terrestre ou de recursos hídricos com impacto no ambiente marinho, verificando-se a existência de 71 infrações.

5 DE MAIO

ABAE presente no BlueFest

Esta quarta-feira, 5 de maio, a ABAE vai participar, através dos seus Programas, na primeira edição do BlueFest, que pretende ser um Fórum onde a Ciência, as novas tecnologias e a inovação são os principais motores na transição para uma Economia Azul Regenerativa.

Portugal tem mais 12 praias com Bandeira Azul do que em 2020

Portugal tem 372 praias fluviais e costeiras galardoadas com Bandeira Azul este ano, mais 12 do que em 2020, distribuídas por 98 municípios, cinco dos quais entram pela primeira vez na lista, anunciou o Programa Bandeira Azul.

DGRM divulga orientações para a gestão de matérias contendo amianto a bordo de navios

Os navios de bandeira da União Europeia (UE) e de países terceiros que façam escala em portos ou ancoradouros da UE, no âmbito do Decreto-Lei n.º 66/2020, de 14 de Setembro, que executa o cumprimento, na ordem jurídica nacional, das obrigações decorrentes do Regulamento (UE) 1257/2013, de 20 de Novembro (SRR), estão obrigados desde 31 de Dezembro de 2020, a ter a bordo um Inventário de Matérias Perigosas (IHM) com um Certificado ou Declaração de Conformidade, respectivamente.

Porto de Leixões tornar-se-á o primeiro porto com emissões zero até 2035

O Porto de Leixões deu início ao processo de transição energética que o levará a atingir a neutralidade carbónica até 2035, tornando-o o primeiro porto na Europa a ser autossuficiente a nível energético, com capacidade para obter toda a sua energia a partir de fontes renováveis. Ao longo deste ano, a APDL apresentará o seu Roteiro de Transição Energética que deverá orientar ações concretas destinadas a fazer de Leixões um dos primeiros portos não poluentes, colocando-o ao nível dos principais portos do mundo e redobrando o seu empenho no crescimento de uma atividade sustentável.

BLUEFEST | 5 DE MAIO

Santa Cruz acolhe conferência dedicada à economia azul. Pescas e aquacultura em debate

Santa Cruz vai acolher a primeira edição do Bluefest, uma conferência que pretende promover a transição para uma economia azul. “A ciência, novas tecnologias e inovação para um oceano sustentável” é o tema central do evento, que está marcado para dia 5 de Maio.

Para reflectir sobre os desafios em torno da economia azul nas próximas décadas e potenciar a partilha de boas práticas, o Bluefest irá abordar temas como áreas protegidas, erosão costeira, lixo marinho e plástico, comunidades locais, turismo azul e nomadismo digital, recursos e energias renováveis, alterações climáticas, pescas, aquacultura e segurança alimentar.

Sylvia Earle, lendária pioneira do mundo subaquático:

Sem azul não há verde, sem oceanos não há vida

Sylvia Earle, 85 anos, com mais de 32 graus honorários e autora de mais de 225 publicações científicas e técnicas, é hoje uma das principais defensoras da proteção dos oceanos. E diz que todos nós, no nosso dia-a-dia, podemos ajudar a fazer a diferença. Conheça-a em Oceano de Esperança.

Projecto europeu quer desenvolver estratégia de mitigação de captura acidental de cetáceos

Investigadores portugueses integram um projeto que visa desenvolver, juntamente com Espanha e França, uma estratégia de avaliação, monitorização e mitigação da captura acidental de cetáceos na região do Golfo da Biscaia e Costa Ibérica. Em comunicado, o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) da Universidade do Porto — uma das entidades portuguesas que integra o projeto — explica que o mesmo tem como principal objetivo “reduzir a captura acidental de cetáceos em atividades de pesca na União Europeia”.

Nesse sentido, o projecto, intitulado CetAMBICion e coordenado pelo Conselho Superior de Investigações Científicas espanhol (CSIC), vai reforçar a colaboração e investigação científica entre os três países para avaliar o estado das populações de cetáceos.

Programa Bandeira Azul colabora com o Projeto CircularSeas

O Programa Bandeira Azul aceitou o desafio do IPLeiria e vai colaborar com o projeto CircularSeas, organizando duas limpezas de praia, a realizar nos dias 21 e 24 de Abril, na Marinha Grande e em Almada, respetivamente.

Total: 781