Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Navios de mercadorias no Porto de Setúbal de 7 a 11 de Maio

Estão previstos no Porto de Setúbal um total de 24 navios de mercadorias para o período de 7 a 11 de Maio. Por classificação: Porta-Contentores: 5 | Tanque: 2 | Petroleiro: 2 | Graneleiro: 2 | Carga Geral (single e multi deck): 10 | Transporte Gás Liquefeito: 1 | Transporte Especial: 2

CESE recomenda reciprocidade para a indústria marítima europeia face à Ásia

O Comité Económico e Social Europeu (CESE) apelou à Comissão Europeia (CE) para que adopte uma política forte de reciprocidade que garanta a sobrevivência da indústria marítima europeia face à concorrência dos estaleiros asiáticos.

Em concreto, o CESE recomendou que todos os serviços da CE redobrassem esforços “no sentido de assumir a responsabilidade pela conclusão da estratégia LeaderSHIP 2020 (LS 2020) e pela preparação e execução da nova estratégia para o sector – LeaderSHIP 2030 –, em colaboração com as partes interessadas”, conforme se lê num parecer daquela entidade.

MINISTRA DO MAR REUNIU COM A UGT E COM A FNSTP

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, reuniu esta sexta-feira, 4 de Maio, pelas 10h00, com membros da direção da União Geral de Trabalhadores (UGT), nas instalações do Ministério do Mar.
Pelas 11h30 recebeu uma delegação da Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores Portuários (FNSTP).

SUSANA BROCO (GALP)

«Há uma série de serviços que podem trazer mais navios aos portos nacionais»

Em entrevista à Revista Cargo, Susana Broco, responsável pela área de novos negócios da Galp, fez um balanço da actividade da empresa no fornecimento de combustível a navios. Não se mostrou convencida numa rápida mudança de paradigma energético mas garante que a Galp está atenta e a posicionar-se para continuar a ser referência nas bancas. E mostra-se convicta do potencial de Portugal e dos portos nacionais.

Navios de mercadorias no Porto de Lisboa de 5 a 11 de Maio

Prevêem-se 26 escalas de navios de mercadorias para o período de 5 a 11 de Maio. Por classificação, chegarão ao Porto de Lisboa, 14 navios de contentores, 5 carga geral single deck, 4 tanques, 2 mistos – carga geral / contentores e 1 frigorífico.

Governo aprova criação de Centro de Defesa do Atlântico

Foi aprovada em Conselho de Ministros a resolução que autoriza a criação do Centro para a Defesa do Atlântico (CeDA) na Ilha Terceira, nos Açores, refere o Governo em comunicado. O CeDA “ficará instalado na Base Aérea n.º 4, nas Lajes, focando-se no domínio da segurança marítima, mas igualmente com um alcance nos domínios terrestre, aéreo e da ciberdefesa”, refere o comunicado.

Projectos de investimento no Porto de Setúbal incidem nas acessibilidades

A APSS está a maximizar a operacionalidade das infraestruturas portuárias, a proceder ao aprofundamento do canal da barra e a aperfeiçoar os sistemas de informação através da Janela Única Logística. Em causa está a evolução, a médio prazo, do setor marítimo português.

Ministra do Mar presidiu à assinatura do Contrato de Construção do Molhe de Angeiras

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, presidiu à cerimónia de assinatura do contrato de Empreitada de construção da obra marítima de abrigo na zona piscatória de Angeiras (Quebra-Mar de Angeiras) que decorreu no Ministério do Mar.

A obra, com um tempo de vida útil de 50 anos e um investimento de cerca de 4 Milhões de euros, tem como objetivo proporcionar melhores condições de abrigo no Portinho de Angeiras, em relação à agitação marítima durante a navegação de aproximação e partida para a pesca, e reforçar as condições de exercício da atividade da pesca de uma comunidade que vive exclusivamente desta arte.

EMBAIXADOR DE PORTUGAL NA CHINA

Portugal quer o Porto de Sines no projecto chinês «Uma Faixa, Uma Rota»

O embaixador de Portugal em Pequim, José Augusto Duarte, reiterou na terça-feira que Portugal tem a ambição de incluir o Porto de Sines no projeto chinês "Uma Faixa, Uma Rota".

"Portugal tem um interesse inequívoco em ficar conectado, com esta iniciativa, do ponto de vista económico", afirmou o embaixador, durante uma conversa com os jornalistas, na residência oficial do cônsul-geral de Portugal em Macau e Hong Kong.

Para José Augusto Duarte este projecto pode ajudar bastante a economia portuguesa já que o país tem "uma posição estratégica única na Europa, de facilidade de ligação ao continente americano e ao continente africano [por mar] e por terra a toda esta massa continental euro-asiática".

Marinha dá 3 voltas ao mundo em 3 meses

Nos primeiros três meses do ano 2018 a Marinha Portuguesa percorreu 73.285,19 milhas náuticas, o equivalente a 3, 4 voltas ao mundo (sobre a linha do Equador) realizando mais de 8000 mil horas de navegação.

Meta dos 3 mil TEU diários é feito «cada vez mais frequente» na Yilport Leixões

Abril com produtividade a mil – com este provérbio adaptado poderíamos descrever facilmente o trajecto da concessionária Yilport Leixões no que toca à movimentação de contentores no porto nortenho: a empresa voltou, pela segunda vez num espaço de escassos dias, a roçar a marca dos 3 mil TEU diários.

Navios de mercadorias no Porto de Setúbal de 30 de Abril a 4 de Maio

Estão previstos no Porto de Setúbal um total de 30 navios de mercadorias para o período de 30 de Abril a 4 de Maio. Por classificação: Porta-Contentores: 3 | Tanque: 3 | Petroleiro: 3 | Graneleiro: 5 | Carga Geral (single e multi deck): 6 | Ro-Ro: 6 | Transporte de Cimento: 1 | Transporte Gás Liquefeito: 1 | Transporte Especial: 2

Ordenamento do Espaço Marítimo em consulta pública de 30 de abril a 30 de junho

A DGRM – Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, divulgou o Aviso que dá início à abertura do período de discussão pública do projeto de Plano de Situação do Ordenamento do Espaço Marítimo, que decorrerá entre 30 de abril e 30 de junho de 2018.

O Plano de Situação é um instrumento de ordenamento do espaço marítimo nacional que constitui uma ferramenta essencial para a política do mar, assegurando o desenvolvimento da economia azul e a sustentabilidade do meio marinho tal como definido pela Diretiva-Quadro “Estratégia-Marinha” e pela Estratégia Nacional para o Mar.

Criado grupo de trabalho para negociar acordo com trabalhadores das administrações portuárias

Já foi publicada em Diário da República o despacho conjunto dos Ministérios do Mar e das Finanças que determina a criação de um grupo de trabalho para “estudar e analisar as propostas apresentadas no âmbito do processo negocial de revisão do Acordo Colectivo de Trabalho” relativas aos trabalhadores das administrações portuárias.

Repsol investe 60 milhões de euros no complexo industrial de Sines

A Repsol anunciou que vai investir cerca de 60 milhões de euros no complexo industrial de Sines, um investimento que tem como objetivo melhorias ao nível da eficiência energética, inovação tecnológica, inspeção e manutenção.

Os trabalhos serão desenvolvidos durante uma paragem planeada, que decorrerá entre maio e junho em todas as fábricas do complexo, com um trabalho previsto de mais de 500.000 horas, com a colaboração de 1.500 pessoas e de 55 empresas auxiliares, avança a Repsol em comunicado.

Melhor primeiro trimestre de sempre no Porto de Aveiro

O movimento acumulado do Porto de Aveiro no período de janeiro a março do corrente ano foi de 1.342.167 toneladas, valor que constitui novo máximo no que diz respeito ao tráfego de mercadorias no primeiro trimestre anual. O crescimento registado cifra-se nos 10% em relação ao período homólogo de 2017, onde se alcançou o anterior máximo.

APSS melhora Edifício do Mercado de 2ª Venda (antiga Lota)

A APSS, no âmbito do plano de requalificação das infraestruturas do porto, tem em curso a empreitada de ”BENEFICIAÇÃO EXTERIOR DO EDIFÍCIO DO MERCADO DE 2ª VENDA, NO PORTO DE SETÚBAL” que consiste, essencialmente, em reforços pontuais da estrutura, reparação de rebocos e vãos das fachadas exteriores, realização de nova pintura exterior de todo o edifício, reparação da rede de drenagem pluvial ao nível de coberturas e reformulação da rede elétrica, incluindo a nova iluminação decorativa da torre do relógio, e estará concluída no final de Abril.

Sines ocupa a 88ª posição no Top-100 de Terminais de Contentores

No ano em que a carga contentorizada assumiu, pela primeira vez, o lugar cimeiro no que diz respeito aos índices de movimentação no Porto de Sines, o ranking Top-100 de Terminais de Contentores da Alphaliner posiciona Sines na 88ª posição. Com um total de 1,67M TEU movimentados em 2017, Sines subiu três posições em relação à classificação de 2016, mantendo também o 15º lugar a nível Europeu no mesmo segmento de carga. De lembrar que em 2017 o Terminal de Contentores de Sines registou uma variação homóloga de 10,3%, correspondendo a 42% do total movimentado em porto.

WROCLAW

Ministra do Mar destaca estratégia portuguesa na Conferência Internacional sobre Navegação Interior

Ana Paula Vitorino apresentou dois projetos integrados na Estratégia para o Aumento da Competitividade da rede de Portos Comerciais do Continente durante a Conferência Internacional sobre Navegação Interior.
O projeto da Via Navegável do Douro e o da Navegabilidade no estuário do Tejo até Castanheira do Ribatejo fazem parte da estratégia "Horizonte 2026", concebida com o objetivo de dinamizar a atividade portuária.

Porto de Leixões recebeu escala de navio da nova aliança ONE

O Porto de Leixões recebeu a escala do primeiro navio ao serviço da aliança Ocean Network Express (ONE), que começou a operar a 1 de Abril, segundo informa a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL).

O navio, o Helena Schepers, é um dos três do serviço IBESCO da ONE que contempla uma escala semanal no porto de Leixões com três navios. Além do Helena Schepers, farão escala em Leixões no âmbito deste serviço os navios Anne Sibum e Wes Carina, cada um dos quais com uma capacidade para 1.000 TEU.

Total: 4123