Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Tarros Line faz um upgrade ao serviço de linha regular do Mediterrâneo

A Tarros Line informa que no fim de Setembro o Great Pendulum Service, que actualmente liga Portugal a Itália (La Spezia, Salerno e Nápoles), Mediterrâneo Oriental (Grécia, Turquia, Egipto) e Mediterrâneo Ocidental (Marrocos), terá ao serviço um novo navio, o M/V Natalia A (disponibilizado pela Arkas Line), a acrescentar aos 3 navios até agora operados pela Tarros Line: Vento di Tramontana (capacidade de 870 TEUs x 14t de tonelagem bruta), Vento di Nortada (715 TEUs x14 t), Vento di Zefiro (712 TEUs x14 t). O espaço a bordo será partilhado, na proporção da contribuição de cada um, ficando ao dispor da Tarros Line cerca de 75% do espaço disponível em cada navio e o restante ao dispor da Arkas Line.

Turismo na Europa tem crescido mais do que a nível mundial

No primeiro semestre deste ano o turismo europeu cresceu 6%, acima da média mundial (5%), de acordo com o secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Taleb Rifai. Nesse período em análise, as chegadas de turistas internacionais a nível global atingiram os 440 milhões. “É importante que a Europa cresça acima da média mundial”, disse o responsável, citado pela agência Europa Press, acrescentando que, no ano passado, o continente europeu registou um crescimento de 4%, abaixo dos 7% a nível mundial.

Caranguejos gigantes estão a invadir o fundo do mar na Antárctida

Uma espécie voraz de caranguejo estará a invadir os fundos marinhos em redor da península antárctica. Um estudo publicado hoje alerta que estes grandes predadores estão a ganhar terreno por causa do aumento das temperaturas. O “intruso” estudado pela equipa de biólogos marinhos é o caranguejo real (Neolithodes yaldwyn), de cor vermelha.

Movimento de contentores acelera em Julho

Depois de ter dado sinais de fraqueza em Junho, o movimento de contentores nos principais portos nacionais começou o segundo semestre em força, puxado por Sines e por Lisboa. Contando com Leixões, movimentaram-se 130 425 TEU, um ganho de 14%. Sines esteve em destaque, com o melhor registo de sempre, nos 43 986 TEU. Um salto de quase 42% que lhe permitiu disputar com Lisboa a posição de primeiro porto nacional na movimentação de contentores.

Subida nas encomendas leva Autoeuropa a novo aumento de produção

O reforço de encomendas que tem chegado à Volkswagen Autoeuropa, em Palmela, já levou a empresa a rever em alta, pela quarta vez este ano, as previsões de produção até ao final de 2011. Depois de no início do ano, o director-geral da Autoeuropa, António Melo Pires, ter avançado com uma estimativa de atingir os 121 mil carros produzidos, as novas previsões para que sejam fabricadas 134 mil unidades.

Estado foi ao mar procurar petróleo sem cuidar da pesca

Há um vendaval de mal-estar na voz de muitos pescadores do Norte do país, que estiveram quase para entrar Lisboa adentro na passada sexta-feira, exigindo do Governo compensações pelos dias de pesca perdidos entre 16 de Julho e 21 de Agosto. Nesse período, a subsidiária portuguesa da Mohave Oil and Gas realizou uma aquisição de dados sismícos, tarefa que antecede a prospecção de petróleo, numa extensa área de costa, ao largo do cabo Mondego. O país até pode vir a ganhar com o que ali vier a ser descoberto, mas, para já, contam-se os prejuízos de quem, ao longo de mais de um mês, foi impedido de trabalhar na zona.

Português eleito para a Autoridade Internacional dos Fundos Marinhos

Foi eleito na 17ª sessão da Autoridade Internacional dos Fundos Marinhos (ISA), em Kingston, na Jamaica, o Professor Doutor Pedro Madureira, candidato de Portugal, como membro da Comissão Jurídica e Técnica da Autoridade, para um mandato de 5 anos, com início a 1 de Janeiro de 2012.

Decisão sobre futuro dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo adiada para Outubro

Ficou adiada a decisão sobre o futuro dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, que deveria ser anunciada esta sexta-feira, em Lisboa, na assembleia-geral da EMPORDEF, a holding do Estado responsável pelo equipamento das Forças Armadas. Anteontem à tarde, da reunião entre o director executivo da holding e o Governo, saiu um adiamento para Outubro, com a garantia de que até lá, os postos de trabalho estão salvaguardados.
 

HOJE, NA PÓVOA DE VARZIM

2.º Encontro da Rede Nacional da Cultura do Mar

Tem início hoje, pelas 9:00, na Biblioteca Municipal “Rocha Peixoto” da Póvoa de Varzim, o 2.º Encontro da Rede Nacional da Cultura do Mar.
"A realização deste evento na Póvoa de Varzim concretiza uma deliberação do 1.º Encontro (16 de Novembro de 2004) para que 'a realização do próximo fosse fora de Lisboa, por iniciativa local'. É um regresso à Biblioteca Municipal Rocha Peixoto onde, em 1 de Outubro de 2004, por ideia e iniciativa do seu então Director, se realizou a primeira sessão de divulgação sobre a Rede Nacional da Cultura do Mar, a que a Sociedade de Geografia de Lisboa anuiu de imediato e a que se seguiram outras sessões em Ílhavo, em Lisboa e em Olhão."

Receitas do turismo batem recorde de 2008

Ainda 2011 ia a meio e era já o melhor ano turístico de sempre em receitas, que em Junho superaram as alcançadas em pleno Euro 2004. A crise não impediu que mais estrangeiros visitassem o País, invertendo a tendência dos últimos anos, em que foram os portugueses a salvar o sector. Mas com a austeridade a apertar, as férias são mais curtas e poupadas.

Porto de Sines estabelece novo recorde mensal na movimentação de Contentores

O Porto de Sines fechou o mês de Julho com uma movimentação total de 43.986 TEU, valor que lhe permitiu estabelecer um novo recorde mensal e pela primeira vez, ser o maior porto nacional também neste segmento. Igualmente, o Terminal XXI foi o maior terminal nacional de contentores. Este importante resultado teve fortes repercussões ao nível das Exportações por Contentor, com um crescimento nos primeiros sete meses do ano acima dos 26%.

COM AUMENTO DE CAPITAL

Entrada de grupo europeu pode ser solução para Estaleiros de Viana

O ex-presidente da Empordef Jorge Rolo defende a entrada de um parceiro estratégico estrangeiro nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) através de aumento de capital. “Uma parceria permitiria a injecção de fundos na própria empresa, feita por aumento de capital dos ENVC e não pela simples alienação de acções. Chegaram a ser discutidas com um parceiro estrangeiro as eventuais formas de participação accionaria”, explicou Jorge Rolo, em entrevista à Lusa.

PORTOS DE SETÚBAL E DE SINES INTEGRAM A LISTA

Sete empresas pagaram dividendos ao accionista Estado

De entre as empresas públicas, a ANA foi a que mais dinheiro pagou (9,8 milhões de euros), seguindo-se a Administração do Porto de Sines (4,1 milhões) e a Administração do Porto de Setúbal e Sesimbra (2,4 milhões). Em todos estes casos registou-se um aumento face ao valor entregue em 2010, uma vez que estas sociedades retribuíram um total de 10,1 milhões de euros no ano passado.

MADEIRA

MacSimar: monitorizar para melhor intervir e prevenir

A Administração dos Portos da Madeira procedeu na última semana à operação de fundeamento de mais uma bóia de alerta de hidrocarbonetos a uma profundidade de 12 metros nos Socorridos, Funchal, e a uma bóia meteo-oceanográfica de 6m com 3000 Kg, no Caniçal, a uma profundidade de 12 metros.
Esta última bóia permite ler parâmetros meterológicos e oceanográficos como a temperatura da água e do ar, a velocidade e direcção do vento, a pressão atmosférica, a humidade relativa, a radiação solar, a direcção e intensidade da corrente, clorofila e detecta também a presença de hidrocarbonetos. Está equipada com GPS e bússola, o que permite saber facilmente em terra a sua posição, podendo ser encontrada rapidamente, caso se solte do sistema de amarração. Também tem luz e painéis solares.

A CAMINHO DA VENEZUELA?

Ferry «Atlântida» realizou provas de mar e já está em Lisboa

O ferry "Atlântida", encostado na doca dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) desde maio de 2009, depois de rejeitado pelo Governo Regional dos Açores, que rescindiu o contrato com a empresa pública, realizou provas de mar, encontrando-se já em Lisboa.
"Confirma-se a partida de Viana do Castelo no sábado. Trata-se de uma prova de mar", indicou fonte do ministério da Defesa Nacional à Lusa, admitindo que "em cima da mesa estão várias possibilidades" de negócio.
O navio partiu por volta das 13 horas de sábado, com destino ao Terminal de Cruzeiros da Rocha Conde de Óbidos, em Lisboa, e na empresa a convição é que já não regressará a Viana do Castelo, encerrando um dos episódios mais complicados da vida dos ENVC.

Prospecção de petróleo prejudica pescadores

Estão com prejuízos de dezenas de milhares de euros e em risco de abandonar o barco depois da empresa Mohave Oil and Gas Corporation ter feito uma prospecção de petróleo nas águas de Aveiro até à Figueira da Foz. A operação durou um mês e as embarcações tiveram de parar ou pescar em zonas desconhecidas. Quando os armadores voltaram ao trabalho após a prospecção chegar ao fim, sem resultados, depararam-se com um mar sem peixe.
"Fui para o mar na quarta-feira e na quinta tive de vir embora porque não conseguia trabalhar. Virei 300 alcatruzes [recipientes] e não apanhei um polvo. Investi 10 mil euros em artes novas e correu supermal", diz, desolado, Octávio Castro, armador do navio ‘Iolanda’.

Porto de Sines recebe navios do armador MOL

Pela 1.ª vez o armador japonês “MOL – Mitsui O.S.K. Lines” escolheu o Terminal XXI de Sines para operar os seus navios porta-contentores, tirando partido da localização favorável e das excelentes condições geofísicas e operacionais deste terminal.
O primeiro navio desta linha que operou em Sines foi o mothership “MOL CELEBRATION” que está inserido na rota Japão-Norte da Europa e tem uma capacidade de 9.000 TEUs, 320 metros de comprimento, 46 metros de Boca e um calado máximo de 15 metros.

REPARAÇÃO NAVAL

Galiza teme avanço de Viana do Castelo

O jornal "Voz de Galicia" não tem dúvidas quanto ao avanço do plano de reestruturação dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, lamentando-se que projecto similar galego fique para trás. E tudo, apesar da "lenta burocracia portuguesa". Setembro é mês-chave na corrida aos fundos europeus, destaca o jornal.

FESTIVAL DO BACALHAU 2011, EM ÍLHAVO

Consumidos 5.650 kg de bacalhau salgado em cinco dias

Nos cinco dias da actividade, foram consumidos 5.650 kg de bacalhau salgado seco nos dez restaurantes do Festival, mais 21% que em 2010, além de um valor idêntico a esse de derivados de bacalhau, num total de cerca de onze toneladas e de 22.000 refeições servidas.

PORTO DE SINES

Terminal XXI recebe MSC Ravenna em viagem inaugural

O Terminal XXI de Sines recebeu outro dos maiores porta-contentores do mundo, o MSC Ravenna, que saiu dos estaleiros da Daewoo (Coreia do Sul) a apenas quatro semanas. Com um comprimento fora-a-fora de 365.79 metros e uma boca de 51.2 metros, o navio tem uma Arqueação Bruta de 153.115 Toneladas, um calado máximo de 16m e uma capacidade de 14.000 TEU’s.

Total: 4206