Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Volstad Maritime está mesmo fora da corrida à reprivatização dos Estaleiros de Viana

A comissão de fiscalização à reprivatização dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) já enviou o relatório aos ministérios das Finanças e da Defesa, após avaliar as propostas apresentadas pelos brasileiros da Rionave Serviços Navais e dos russos da JSC River Sea Industrial Trading. Está, portanto, confirmada a exclusão dos noruegueses da Volstad Maritime, devido a um atraso de 17 minutos na entrega da proposta, justificada então pelo grupo com um suposto "erro informático".

Instituto Hidrográfico organiza a XIIª Conferência da Comissão Hidrográfica do Atlântico Oriental

Terminou sexta-feira a XIIª Conferência da Comissão Hidrográfica do Atlântico Oriental (CHAtO), organizada pelo Instituto Hidrográfico (IH). Esta Comissão engloba os Estados costeiros do Atlântico Oriental (entre a França, a norte e a República Democrática do Congo, a sul).

Assunção Cristas garante que lei do ordenamento marítimo está pronta

A ministra do Mar garantiu, no encerramento da conferência "Mar de Negócios", organizada pela TSF, que está pronta a nova legislação para a utilização ordenada dos recursos marítimos.

AGEPOR propõe utilização de militares para operar nos portos

No dia em que os estivadores voltaram a prolongar a paralisação ao trabalho extraordinário nos portos, até 5 de Dezembro, e que o Governo apertou os serviços mínimos, que têm de ser assegurados pelos trabalhadores em greve, surgiu uma proposta nova. O secretário-geral da Associação das Empresas de Navegação, Belmar da Costa, em comunicado distribuído esta quinta-feira, propôs a utilização de militares para operar os portos de mercadorias em Portugal, uma forma de não prejudicar as exportações portuguesas.

Greve nos portos prolongada por mais uma semana

As paralisações em alguns dos principais portos nacionais parecem não ter fim. Os sindicatos da Frente Comum já emitiram novo pré-aviso de greve entre os dias 28 de novembro e 5 de dezembro. Entretanto, o Governo decretou uma requisição administrativa para impor serviços mínimos nos portos de Lisboa e Setúbal até 28 de novembro. Desta forma, a requisição do Governo não abrange a semana entre 28 de novembro e 5 de dezembro.

AVEIRO

Municípios apelam ao fim da greve dos estivadores

A Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) apela ao fim da greve de estivadores e a um acordo de viabilização e competitividade do Porto de Aveiro a alcançar entre estivadores, operadores e agentes. A CIRA lança um «apelo público de emergência» que consiga ter «mais diálogo, forte compromisso e mais trabalho, numa estratégia de eficiência coletiva geradora de mais emprego e riqueza», diz em comunicado difundido esta quinta-feira.

«PAÍS PODIA SER UM GIGANTE MARÍTIMO MAS NA PRÁTICA NÃO PASSA DE UM ANÃO»

Portugal tira pouca riqueza do mar

Relatório diz que a economia que se desenvolve de forma direCta à volta do mar português é pequena e vale menos de metade do que acontece noutros países europeus.

PORTO DE LEIXÕES

Novo rebocador com mais potência permite receber navios maiores

O Porto de Leixões recebeu segunda-feira o primeiro de dois novos rebocadores que vão aumentar a capacidade do porto para receber navios de carga e cruzeiros de maior envergadura. O rebocador Nereu (e, mais tarde, o seu “irmão gémeo” Aquiles) vai juntar-se à actual frota de rebocadores do Porto de Leixões, aumentando a capacidade máxima do rebocador de maior de tracção da frota em 25 toneladas.

Navio «Magsenger 16» escala Sines em viagem inaugural

O Porto de Sines recebeu o navio “Magsenger 16” em viagem inaugural, no dia 9 de novembro, tendo atracado no Terminal Multipurpose, vindo do porto de Newport News, nos Estados Unidos da América, carregado com 82.500 toneladas de carvão para abastecimento das centrais termoelétricas do país.

7º ENCONTRO TRANSPORTES EM REVISTA REÚNE MEIO MILHAR DE PESSOAS

Sérgio Monteiro defende Fundo de Transportes

Cerca de meio milhar de pessoas respondeu à chamada da Transportes em Revista para discutir e solucionar os problemas da área dos Transportes. Do lado da carga e mercadorias, os pontos quentes foram a Lei do Trabalho Portuário, a privatização da CP Carga, as Parcerias Público Privadas Rodoviárias, o novo regime de concessão do Terminais Portuários e as Taxas Portuárias.

Carga movimentada por portos do continente aumentou 2,29% em Outubro

A carga movimentada nos portos nacionais registou um aumento de 2,29% em outubro, face ao período homólogo de 2011, referiu hoje o Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM).
Dados disponibilizados pelo IPTM e referentes aos portos de Aveiro, Figueira da Foz, Leixões, Lisboa, Setúbal, Sines e Viana do Castelo mostram que só se verificaram quebras homólogas em Lisboa (-29,33%), Setúbal (-33,31%) e Viana do Castelo (-27,37%) durante o mês de outubro.

CPC e ANUC vêem greves portuárias como «ataque violentíssimo à economia nacional»

Em comunicado conjunto, o CPC (Conselho Português de Carregadores) e a ANUC (Associação Nacional de Utentes Privativos e de Concessionários de Serviço Público de Áreas Portuárias) referem que a greve portuária, que dura desde meados de agosto, "está a afetar as exportações nacionais, colocando em risco muitos postos de trabalho, por perda de encomendas e aumento de custos, pondo em causa a confiança em Portugal, como País exportador, o que origina danos incalculáveis à nossa economia".

Noruegueses da Volstad continuam interessados nos Estaleiros de Viana

A norueguesa Volstad Maritime ainda não desistiu da corrida aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC). Depois de ter sido afastada devido ao atraso na apresentação da proposta, o grupo está a tentar provar que tal se deveu a um "erro informático", que levou a que a proposta chegasse 17 minutos após o prazo limite.

APSS com boa saúde financeira

A APSS – Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA tem atualmente uma boa saúde financeira. Desde 2005, os resultados líquidos apresentam uma tendência de crescimento, fruto de uma gestão que tem aliado o rigor financeiro à sustentabilidade.

AOS 80 ANOS

Edifício da Capitania de Viana do Castelo vai sofrer obras de beneficiação

O edifício da Capitania de Viana do Castelo vai sofrer obras de beneficiação já contratadas pelo ministério da Defesa para permitir, entre outras melhorias, recuperar as instalações sanitárias.
"Era uma grande preocupação nossa. De facto, as instalações sanitárias não tinham condições, ainda eram as de origem, por assim dizer", explicou à agência Lusa o comandante da Capitania do Porto de Viana do Castelo, Gonçalves da Silva.

Rússia tem interesse estratégico nos Estaleiros de Viana

A Embaixada da Rússia em Lisboa refere que o grupo industrial russo RSI, candidato à compra dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), "pretende utilizar os ENVC como plataforma estratégica para atuar em outros mercados", e garante que o grupo RSI "considera a capacidade técnica dos trabalhadores dos ENVC como factor relevante para a modernizar estes estaleiros portugueses".

Exportações caem pela primeira vez desde o início do ano

As exportações diminuíram 6,5% em setembro, a primeira quebra desde o início do ano, devido à paralisação dos portos nacionais, segundo o INE. Para a variação homóloga negativa registada em setembro contribuiu essencialmente a diminuição de 8,3% nas expedições para o espaço comunitário, sobretudo das componentes Automóveis de Passageiros, Partes e Acessórios e Máquinas e Aparelhos.

TVI

Movimento dos portos caiu 10% em Setembro com as greves

A carga movimentada nos portos portugueses teve uma queda de 10% em setembro sobre o homólogo de 2011, anunciou o Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM), confirmando-se assim que a paralisação provocada pela greve dos estivadores prejudicou as exportações, que caíram 6,5% nesse mês.

AICEP apela a uma decisão rápida sobre greve dos portos

O presidente da AICEP indicou que esta paralisação está a ter efeitos na perda de encomendas e está a obrigar algumas empresas a encaminharem os seus produtos para Espanha.

Doca flutuante zarpou de Peniche rumo a Angola

Zarpou esta sexta-feira do Porto de Peniche a doca flutuante C-986 Luanda. Encomendada aos E. N. de Peniche, foi mandada construir em Kiev - Ucrânia, chegando a Peniche a 26 de Junho para aprestamento nos Estaleiros Navais de Peniche, e que, concluída a viagem, prevista para durar quarenta dias, será entregue ao comprador, a empresa ENATIP-U.E.E. – Empresa Nacional de Abastecimento Técnico Material da Indústria Pesqueira.

Total: 3902