Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Serviço Med Canada, da Hapag-Lloyd, vai escalar Lisboa também no sentido «eastbound»

O serviço Med Canada (MCA), da Hapag-Lloyd, passará a escalar o porto de Lisboa também no sentido 'eastbound' já a partir de outubro, segundo confirmou a companhia germânica em comunicado. A Hapag-Lloyd acrescenta que esta alteração levará a um ganho de nove dias de 'transit time' entre o Canadá e Lisboa.

REINO UNIDO

Ilhas britânicas «atacadas» por caravelas-portuguesas

Banhistas e surfistas britânicos estão a ser avisados pelas autoridades para terem cuidado com a presença fora do normal de grande quantidade de "caravelas-portuguesas" junto às praias. As caravelas-portuguesas, que podem infligir uma dolorosa queimadura e, em alguns casos, causar a morte, estão a aumentar a sua presença nas praias do sudoeste de Inglaterra, País de Gales e Irlanda, havendo até relatos de terem sido vistas várias mais a norte, na ilha de Man.

PELA RIA DE AVEIRO, DOMINGO, 16 DE SETEMBRO

Procissão da Senhora dos Navegantes

A 16 de Setembro realiza-se a já tradicional procissão pela Ria de Aveiro, em honra de Nossa Senhora dos Navegantes, venerada pelas gentes do mar e da laguna. A organização é do Grupo Etnográfico da Gafanha da Nazaré, com a colaboração da Câmara Municipal de Ílhavo e da Administração do Porto de Aveiro.

REACTIVAÇÃO DOS ESTALEIROS NAVAIS DO MONDEGO

José Luís Cacho dá grande ênfase à criação de emprego

Na intervenção proferida esta quinta-feira, na cerimónia de assinatura do contrato de concessão dos Estaleiros Navais do Mondego, José Luís Cacho sublinhou a "valorização dos postos de trabalho e da integração dos ex-trabalhadores dos estaleiros" como uma das virtualidades do projecto assumido pela nova concessionária.
O Presidente do Porto da Figueira da Foz deu ainda destaque ao apoio recebido por parte da tutela (leia-se Ministério da Economia e Secretaria de Estado dos Transportes), em todo o processo.
 

CARLOS COSTA, RESPONSÁVEL DA NOVA CONCESSIONÁRIA DOS ESTALEIROS NAVAIS DO MONDEGO

«É hora de passar à acção!»

Figueira da Foz, 06 set (Lusa) - O responsável da nova concessionária dos Estaleiros Navais do Mondego, Figueira da Foz, exortou hoje os governantes a deixarem os discursos e apostarem no mar como recurso estratégico, e a fazê-lo em concertação com países de língua portuguesa.
"De uma vez por todas que se utilizem políticas verdadeiramente viradas para o mar. Temos de nos deixar de fazer bonitos discursos e passar à ação, e com ações concretas", declarou Carlos Costa, da Atlanticeagle Shipbuilding, Lda., após celebrar o contrato de concessão no Porto da Figueira da Foz.

 

Portugal sem nenhum navio patrulha operacional

Os três últimos navios-patrulha da classe Cacine, com mais de 40 anos de operação e responsáveis pela fiscalização costeira e ribeirinha estão todos parados, disse esta quinta-feira fonte próxima da Marinha. O Navio da República Portuguesa (NRP) Zaire encontra-se em terra há vários meses para avaliação e não deverá ser recuperado devido ao seu avançado estado de degradação. Outro NRP, o Cacine, está a ser alvo de manutenção periódica até meados de setembro e o NRP Cuanza, que operava na Madeira, está atracado na Base Naval do Alfeite, desde julho, e aí ficará pelo menos até final do ano.

 

Barras de Vila do Conde e da Póvoa de Varzim vão, «finalmente», ser dragadas

Por fim, chegou a notícia há muito esperada. Os apelos contínuos feitos pela Câmara Municipal de Vila do Conde e pelos organismos representativos dos homens do mar parece irem agora ter resposta positiva. Com efeito, os trabalhos de dragagem de areia na entrada dos portos de Vila do Conde e da Póvoa de Varzim devem começar na próxima semana, com um prazo de realização previsto de três meses, anunciou a autarquia vilacondense. O custo da empreitada cifra-se em 1,2 milhões de euros, correspondente à retirada de 122 mil metros cúbicos de areia na barra de Vila do Conde e de 73 mil metros cúbicos na da Póvoa de Varzim.

ASAE «muda» pescadores de Vila Praia de Âncora

A nova lota do portinho de Vila Praia de Âncora começou a funcionar um mês antes do previsto depois de a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) ter encerrado o espaço anterior na sextafeira.
Contactado pela agência Lusa, o presidente da Associação de Pescadores de Vila Praia de Âncora, em Caminha, confirmou a antecipação desta mudança e o levantamento de pelo menos quatro processos por parte da ASAE, sobretudo por questões de higiene.

VÍDEO

Novo aparelho liberta porto de Ponta Delgada de poeiras poluentes

Um equipamento que permite filtrar as poeiras durante as operações de descarga de granéis sólidos acaba de ser instalado no porto de Ponta Delgada. Conhecida como Tremonha Ecológica, a máquina foi desenvolvida por uma empresa de Aveiro expressamente para a Região.
O equipamento está dotado de um filtro integral que controla as fugas de poeiras durante a descarga de cereais.
O novo aparelho representa um investimento superior a 900 mil euros da Portos dos Açores.

 

ESTALEIROS NAVAIS DO MONDEGO

De 1944 aos dias de hoje

Os Estaleiros Navais do Mondego (ENM) situam-se na margem esquerda do rio Mondego, no concelho da Figueira da Foz. A sua existência remonta a 1944 e durante décadas viveu períodos de grande expansão nas suas áreas de vocação dominante - construção e reparação naval – mas também outros em que o seu futuro esteve fortemente comprometido.
Ao longo da sua vida foram construídos navios mercantes de diferente tipologia (carga geral, tanques e ferries), embarcações de pesca, bem como navios de guerra, no total de 256 embarcações. Foram também construídos pontões, barcaças, embarcações de trabalho portuário, gruas flutuantes, dragas e rebocadores.

 

Portos nacionais sob nova ameaça de greve entre 17 e 24 de Setembro

A Frente Comum Sindical Marítimo-Portuária entregou novos pré-avisos de greve, ameaçando voltar a parar os portos nacionais. Os pré-avisos de greve têm diferentes datas, consoante o sindicato, abrangendo o período entre 17 e 24 de setembro.

ESTALEIROS NAVAIS DO MONDEGO

Contrato de concessão assinado esta quinta-feira, 6 de Setembro

Esta quinta-feira vai proceder-se, em cerimónia pública, à assinatura do contrato de concessão dos Estaleiros Navais do Mondego.
O acto decorrerá na sede da Administração do Porto da Figueira da Foz (APFF, S.A.), tendo início previsto para as 11:30.
José Luís Cacho, Presidente do Conselho de Administração do Porto da Figueira da Foz; João Ataíde, Presidente da Câmara da Figueira da Foz e Carlos Costa, pela concessionária Atlanticeagle Shipbuilding, proferirão breves intervenções antes da assinatura do contrato.

Embaixador dos EUA visita o Porto de Sines

Allan Katz, Embaixador dos EUA em Lisboa, visitou o Porto de Sines no dia 31 de Agosto. Recebido pelo Conselho de Administração da APS, o diplomata tomou conhecimento das características e potencialidades da plataforma portuária de Sines para acolher novos investidores americanos.

Proibida apanha de bivalves na Ria Formosa

As autoridades estenderam a interdição da captura de bivalves a toda a Ria Formosa devido à presença na água de toxinas que provocam intoxicação paralisante, informou fonte oficial. De acordo com o site do Instituto de Investigação das Pescas e do Mar (IPIMAR), a captura para comercialização e consumo de todas as espécies de bivalves foi temporariamente interditada para todos os bivalves em toda a Ria Formosa, desde Faro a Vila Real de Santo António.

 

SEGUNDO O «PÚBLICO»

Marinha não contabiliza a maior parte das mortes por afogamento

O relatório nacional de afogamentos indica que morreram 68 pessoas em 2009, enquanto segundo o ISN só se registaram 16 mortes. De acordo com investigação do Público, ficam de fora dos relatórios do ISN a maior parte dos afogamentos fatais no país, já que muitos ocorrem fora da época balnear e, mesmo os que acontecem dentro deste período, parte significativa ocorre em zonas não controladas pela Marinha. Nessa situação estão, por exemplo, a maioria das praias fluviais portuguesas e as piscinas.

Há tubarões na costa mas são inofensivos

Um novo tubarão foi avistado na semana passada ao largo de Oeiras, mas, de acordo com um especialista, estes animais são inofensivos para o Homem e vêm apenas à procura de plâncton e dos pequenos peixes de que se alimentam. Segundo fonte da Polícia Marítima, um vídeo que circula na Internet corresponde ao avistamento de um novo tubarão em Santo Amaro de Oeiras, poucos meses depois de outro animal ter sido avistado na mesma zona.

PROPOSTAS ATÉ FINAL DE SETEMBRO

Escolhidos quatro candidatos para aquisição dos ENVC

O Governo já escolheu os quatro candidatos finais à reprivatização dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC). Atlanticeagle Shipbuilding (Portugal), JSC River Sea Industrial Trading (Rússia), Rio Nave Serviços Navais (Brasil) e Volstad Maritime (Noruega) deverão agora apresentar as suas propostas finais para a compra dos ENVC até ao final de setembro.

Presidente do Porto de Lisboa apresentou demissão ao Governo

Um ano e quase oito meses depois de terminado o mandato, Natércia Cabra! pediu para abandonar a presidência da administração do Porto de Lisboa. A gestora alega razões pessoais, mas mantém-se em funções até que o Executivo de por finaliza da a estratégia para os portos nacionais, com a nomeação das diferentes administrações.

MADEIRA

Cobertura total na recolha de dados sobre a agitação marítima

A costa norte da ilha da Madeira está a partir de agora incluída no mapa da rede de bóias e marégrafos existentes na região, onde já figuravam a costa sul e o Porto Santo, permitindo agora a observação de todos os setores da ondulação e especialmente, dos setores de maior interesse energético.

Administração do porto de Sines ouvida pela Troika

Os responsáveis da “Troika” chamaram a Administração do porto de Sines para ouvir a sua opinião sobre as diversas medidas que estão a ser ponderadas e para auscultar as necessidades do setor. O encontro, realizado no âmbito da quinta avaliação do programa de ajuda financeira, decorreu dia 29, tendo os três elementos do conselho de administração marcado presença.

Total: 3661