Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




Exposição viaja ao fundo do mar para descobrir o Titanic

Os visitantes da exposição "Titanic - A 3,8 mil metros de profundidade" no Aquário de Mystic, em Connecticut, poderão experimentar as sensações vividas pelo oceanógrafo Robert Ballard ao descobrir o navio, 73 anos após o naufrágio, com a remontagem de detalhes da noite do acidente, como o iceberg e códigos Morse.

TITANIC

Patrocínio de vodka Iceberg irrita família de sobreviventes

Os familiares de dois sobreviventes do Titanic mostraram indignação ao patrocínio da vodka Iceberg a uma festa de lançamento de um livro sobre a tragédia. De acordo com o jornal The New York Post, o apoio da marca foi de "mau gosto" e "inaceitável", afirmou Lydia Williams Griffin, neta do tenista americano Dick Williams, que escapou vivo do transatlântico que naufragou em 1912 ao chocar com um iceberg.

AVISO DA SYMANTEC

Busca por termo «Titanic» pode afundar o seu computador

Enquanto o mundo recorda a tragédia do navio Titanic, a sua segurança ao navegar na web pode estar em perigo. Segundo informações da Symantec, a pesquisa por termos relacionados com o nome do navio podem oferecer ameaças para desktops, smartphones e tablets.

AO TEMPO DO NAUFRÁGIO DO TITANIC

Como era Portugal em 1912

Na altura em que se deu o naufrágio do Titanic , Portugal estava a braços com uma epidemia de tifo em Lisboa, que grassava desde o princípio de Março e durou até finais de Abril. Matou 254 pessoas. A capital, tal como os principais centros urbanos, vivia em constante alarme social devido às greves e aos tumultos. No final de Janeiro, uma greve geral levou o governo chefiado por Augusto de Vasconcelos (apoiado pelo Partido Democrático, de Afonso Costa) a decretar o estado de sítio. Militares e carbonários pró-governamentais assaltaram e destruíram a sede da União dos Sindicatos, em Lisboa.

CRUZEIRO PARTIU DE NOVA IORQUE

«Azamara Journey» ruma ao local da tragédia do Titanic

O navio 'Azamara Journey' partiu esta quarta-feira de Nova Iorque para um "cruzeiro" ao local da tragédia do Titanic com cerca de meio milhar de passageiros a bordo, fascinados pela centenária história do navio "inafundável", alguns mesmo "mórbidos" e espíritas.
"Gosto do [história do afundamento do navio alemão] Hindenburg também, portanto era uma criança mórbida e acho que ainda sou", disse à agência Lusa Katie Stephens, uma das mais jovens passageiras a bordo do navio que partiu para a costa canadiana.

VIAGEM AO LOCAL DO NAUFRÁGIO DO TITANIC

Enfermeira portuguesa com 500 passageiros a cargo

A enfermeira portuguesa Ana Cristina tem a seu cargo a saúde dos cerca de 500 passageiros que partiram na terça-feira de Nova Iorque rumo ao local de afundamento do Titanic, que marca os 100 anos da tragédia marítima.
Neste cruzeiro rumo à costa do Canadá, que deverá contar com mar bravo, as cerimónias no local de afundamento do Titanic constituem o principal ponto de preocupação para a enfermeira portuguesa, que na terça-feira ultimava os preparativos para a partida.

CANTORA NO «AZAMARA JOURNEY»

Armanda fã de Amália

A música a bordo do cruzeiro que partiu na terça-feira de Nova Iorque, rumo ao local de afundamento do Titanic, está a cargo de uma cantora e instrumentista apaixonada por Lisboa e pelo fado, sobretudo de Amália.
Enquanto afinava uma harpa, preparando-se para a primeira de várias actuações a bordo nos próximos dias, a cantora e instrumentista Mary Armanda relatava ter sido o funeral de Amália que a levou pela última vez a Lisboa, cidade com a qual iniciou uma relação há 35 anos.

FILME SOBRE O TITANIC

ATLANTIS, 1913 - disponível na íntegra, na web

Atlantis, (1913), é um filme mudo da Dinamarca, dirigido por August Blom, chefe de produção na empresa Nordisk Film. O filme foi baseado no romance de 1912 por Gerhart Hauptmann, vencedor do Prémio Nobel 1912. A produção foi estrelada por um elenco internacional encabeçado pelo dinamarquês Olaf Fønss, ídolo das matinês e pela diva autríaca de ópera Ida Orloff.
Lançado um ano após o naufrágio do Titanic, o filme suscitou grande atenção, assim como severas críticas, devido às semelhanças com a tragédia real.
 

INVESTIGAÇÃO DA «NOTÍCIAS MAGAZINE»

Quatro portugueses morreram no naufrágio do Titanic

Maria de Sousa Carreira Jardim estava a bordar uma toalha grande com outras mulheres à soleira da porta de sua casa, no Lombo do Salão, a curta distância da Calheta, na ilha da Madeira, quando uma lapa caiu do céu em cima da agulha e lhe interrompeu o trabalho. Espantadas, as outras bordadeiras ainda disseram que podia ter caído das patas de uma gaivota. Mas Maria ficou perturbada. Estava-se em 1912, o marido, José, embarcara semanas antes para Inglaterra, com a intenção de emigrar para a América, deixando-a com 20 anos e uma bebé de 9 meses nos braços: Maria, como a mãe. Esta história é contada hoje, cem anos depois, por Maria, a terceira da família, a neta. A lapa de mau agoiro que caiu na agulha da avó bordadeira. «A minha avó recebeu um sinal da morte do marido.»

TITANIC TIMELIME -11 DE ABRIL

Apostas a bordo: Chegamos terça ou quarta?

11 de Abril, Quinta-feira de manhã O Capitão Smith faz alguns testes de manobrabilidade.
11:30 O Titanic baixa âncoras no porto de Queestown, a aproximadamente 3,2 km da terra firme. 113 passageiros da terceira classe e 7 da segunda embarcam junto com 13485 sacos de correspondência. 7 passageiros desembarcam levando para terra firme as últimas imagens conhecidas do interior do navio.

TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO

Edir Macedo afirma que a Ordem dos Jesuítas afundou o Titanic para começar a Primeira Guerra Mundial

Acontecimento que se preze precisa de uma boa teoria da conspiração a aureolá-lo. Com o Titanic não houvera de acontecer? Por certo que sim. Créditos desta teoria (não foi a única!) a cargo do líder da IURD.
“O navio inafundável, o palácio flutuante, foi criado para ser o túmulo para os ricos, que se opuseram ao Federal Reserve System. Em abril de 1912, toda a oposição à Reserva Federal foi eliminada. Em dezembro de 1913, o Federal Reserve System surgiu nos Estados Unidos. Oito meses depois, os jesuítas tinham fundos suficientes através do banco da Reserva Federal para começar a Primeira Guerra Mundial”...

ANCESTRY.CO.UK

Milhares de documentos sobre o Titanic publicados na web

Fotos, listas de passageiros e de membros da tripulação figuram entre os cerca de 200 mil documentos relacionados com o Titanic e disponibilizados on-line dia 9 de Abril por um site britânico. O site ancestry.co.uk, especializado em pesquisas genealógicas, disponibiliza em particular registos de passageiros que embarcaram a bordo do Titanic em Southampton (Inglaterra) e Queenstown (hoje Cobh, Irlanda), mas que não inclui os que embarcaram em Cherburg (França).

VIAJANDO PELA HISTÓRIA

Folheando o «Diário de Lisboa» de 11 de Abril de 1955

Prometia-se grande cortejo fluvial, com cerca de 400 embarcações, para acompanhar “desde as alturas de Paço de Arcos até ao Terreiro do Paço”, o cruzador “Tamandaré”, que transportaria o Presidente do Brasil, Café Filho.
Ainda na primeira página, um dramático ponto de interrogação: Caiu ao mar a delegação chinesa à conferência de Bandung?”
 

TITANIC - TIMELINE

10 de Abril de 1912, 9:30 - Começa o embarque de passageiros

No dia 10 de Abril, às 07:30 tomou o comando o Capitão Edward J. Smith, antigo comandante da Olympic. Este capitão tinha sido escolhido com cuidado. Era o mais experiente da companhia, em 35 anos de trabalho nunca sofrera nenhum acidente de maior. Era chamado o “capitão dos ricos” uma vez que era ele quem comandava os navios de luxo que transportavam milionários e famosos. Depois de 35 anos de trabalho esta seria a sua última viagem esperando-o uma merecida reforma!
Das 09:30 às 11:00 foi realizado o embarque dos passageiros das 2a. e 3a. classes. Os passageiros da 1a. classe embarcaram às 11:30.

TITANIC TIMELIME -10 DE ABRIL

Os ilustres que embarcaram, o fogueiro que fugiu e J. P. Morgan, que desistiu à última hora

Quem criou o mundo, apensou estória similar em todos os antecedentes das tragédias. A estória tem a ver com os que não foram, não partiram, não embarcaram, não compraram, não venderam. Sempre no último minuto. O ilustre J. P. Morgan, diz-se que cancelou a viagem em cima da hora. Correm teorias da conspiração, correndo a estória de que terá congeminado o afundamento do navio... Até o bispo Edir Macedo entra no jogo, metendo os jesuítas ao barulho.
E depois há John Coffey, o fogueiro que se acagaçou a sério, saltando do paquete na escala em Queenstown. Teve um mau presságio, que dias depois se viria a revelar precioso augúrio...

TITANIC EM CHERBOURG - 10 DE ABRIL DE 1912, 18:35

Alguns passageiros tinham chegado de Paris, nessa tarde

Depois de ter deixado Southampton, o Titanic dirigiu-se ao porto francês de Cherbourg, ancorando na sua doca, já que um navio tão grande não cabia no interior do porto.
Chegou às 18:35, partiu hora e meia depois.
Desembarcaram 15 passageiros, embarcaram 281. Alguns haviam chegado de Paris já durante a tarde, trazidos pelo comboio "New York Express".

Titanic, A Verdadeira História?

Tim Maltin experimenta a actividade dos icebergs no Oceano Atlântico e examina as histórias dos sobreviventes para extrair factos que depois narra em vídeo para a National Geographic.

RECRIAR A EXPERIÊNCIA A BORDO - MENOS O DESASTRE, CLARO!

Cruzeiro refaz viagem do Titanic 100 anos após a tragédia

Quase 100 anos após o Titanic afundar, um cruzeiro com o mesmo número de passageiros a bordo partiu no passado domingo de Inglaterra para refazer a viagem do transatlântico, incluindo uma visita ao local onde afundou.
O Titanic Memorial Cruise, como foi chamado, partiu de Southampton, de onde o Titanic saiu na viagem inaugural. O cruzeiro de 12 noites pretende evocar o 100 .º aniversário do naufrágio do transatlântico da White Star.

TITANIC TIMELIME - 9 DE ABRIL

Navio inspeccionado por dois comandantes

9 de Abril, Terça-feira - Último dia do Titanic em Southampton e ainda se embarcam suprimentos de comida. O navio é inspeccionado pelo Capitão Clark, da Câmara do Comércio. Também é feita uma inspecção pelo Capitão E. J. Smith, que até então estivera no comando do Olympic, e desfrutava de grande confiança por parte da White Star Line.

Destroços do Titanic protegidos pela UNESCO

Os destroços do Titanic, o navio transatlântico que naufragou nas águas do Atlântico Norte na viagem inaugural em 1912, passam a estar protegidos pela UNESCO, divulgou a organização das Nações Unidas com sede em Paris.
«Cem anos depois do naufrágio, os destroços passam a beneficiar da protecção da Convenção da UNESCO para a Protecção do Património cultural subaquático», indicou a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), num comunicado citado pela Lusa.

Total: 721