Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




PEDRO LAURET

A Marinha no 25 de Abril de 1974: antecendentes

Divulgamos powerpoint de suporte à comunicação de Pedro Lauret subordinada ao tema "A Marinha no 25 de Abril de 1974: antecendentes".

O 25 de Abril de 1974 na fragata «Almirante Gago Coutinho»

Quando o navio passa sob a ponte, integrado já na formatura da força naval internacional, são recebidas ordens a bordo, provenientes do Estado-maior da Armada, para o navio sair da formatura e se colocar em frente do Terreiro do Paço.
Fernando Luís Caldeira Ferreira dos Santos, imediato do navio, na asa da ponte de estibordo, ao visualizar os tanques no Terreiro do Paço informou o comandante do navio que "se nos mandassem abrir fogo, era uma grande bronca, pois havia um comprometimento da Marinha para com o Movimento de Neutralidade Activa". A esta posição a postura assumida pelo então comandante do navio foi de concordância.

A NATO no 25 de Abril de 1974

O exercício NATO denominado «Dawn Patrol» deveria ter início a 25 de Abril de 1974, com a participação de uma fragata portuguesa do tipo Dealey, o NRP Gago Coutinho. A força da NATO tinha-se junto em Lisboa para uma estada de dois dias e entre os navios da força estavam fragatas e contra-torpedeiros da Marinha Real do Canadá.
Muitas das fotos tiradas ao rio Tejo para ilustrar a acção da fragata Gago Coutinho, são na realidade fotos onde se vêem navios da força da NATO, nomeadamente o contratorpedeiro Huron.

VIAJANDO PELA HISTÓRIA - 26 DE ABRIL DE 1988

Naufrágio do Reijin

26 de Abril de 1988 - Chegado a Leixões após viagem directa desde Nagóia, no Japão, o navio descarregou 334 carros, dum total de 5.770 automóveis que se encontravam a bordo. À saída para Vigo, porto definido como escala seguinte e à entrada em mar aberto, sujeito à ondulação, o navio adorna agora por bombordo, ficando desgovernado e incapacitado de recuperar o rumo e o reposicionamento.

Especialistas consideram navios modernos menos seguros que o Titanic

Peritos náuticos constatam que grandes embarcações actuais são menos estáveis e bem construídas do que o lendário transatlântico; medidas de segurança que chocam com interesses económicos das companhias.

TITANIC

Um resgate heróico

Entrou em cena, então, o capitão Arthur Rostron. Com destreza e presença de espírito que talvez tenham faltado aos superiores no navio da White Star Line, o timoneiro britânico, antes mesmo de localizar o Titanic, confiou à sua tripulação uma lista de 23 tarefas a fim de preparar o Carpathia para um eventual procedimento de resgate dos possíveis sobreviventes do naufrágio.

TITANIC

Um mergulho nas causas

No dia 16, quando ainda não se sabia ao certo a extensão da tragédia no oceano, o político americano Willian Alden Smith, senador republicano do estado de Michigan, consultou um dos assessores do presidente William Taft para saber se o comandante-em-chefe pretendia tomar alguma providência em relação ao ocorrido. Como a resposta fosse negativa, Smith, na manhã seguinte, levou ao Senado uma proposta para que o Comitê de Comércio da Casa investigasse o desastre, obtendo autoridade para distribuir intimações a todas as testemunhas que pudessem fornecer alguma informação relevantes ao caso. O projecto foi aprovado sem oposição, e Smith ganhou a nomeação para a presidência de um subcomitê formado por sete senadores para esquadrinhar a tragédia.

TITANIC - TIMELINE - 19 DE ABRIL A 6 DE MAIO

Prosseguem as buscas, com uma greve pelo meio

19 de Abril É iniciado o inquérito pelo Senado dos Estados Unidos sobre o desastre. O Senador William A. Smith preside. São ouvidas 82 testemunhas.

22 de Abril O Minia junta-se ao Mackay-Bennet na busca de corpos.

TITANIC TIMELIME

18 de Abril de 2012 - A dor de quem fica

Desinformação e apreensão marcaram a espera das famílias das vítimas do naufrágio. A chegada do Carpathia com os sobreviventes - pouco mais de 700 - parou Nova York.
Se o marinheiro britânico Harold Cottam tivesse decidido ir para a cama alguns minutos antes, provavelmente o mundo estaria chorando a maior tragédia marítima da história, um desastre de proporções homéricas, que teria vitimado mais de 2.000 pessoas.
 

CONSPIRAÇÃO TITANIC

O navio que nunca veio a pique!

Afinal não afundou. Foi o sósia, o irmão gémeo, o Olympic. Delírio total? Por certo, mas com um fundamento: "Para a Titanic Historical Society, a suposta conspiração surgiu por um erro da imprensa. Como existiam poucas fotografias do Titanic, os jornais ilustravam as matérias sobre o desastre com imagens do Olympic. Não teria demorado para alguém considerar o erro um complot".

TITANIC

Três cães sobreviveram ao naufrágio

No "Titanic" seguiam doze cães. Três deles sobreviveram ao terrível naufrágio. E há a estória de Ann Elizabet Isham, que preferiu morrer abraçada ao seu cão em vez de o abandonar.

TITANIC TIMELIME - 18 DE ABRIL

Carphatia chega a Nova Iorque com os sobreviventes

18 de Abril, 21:00 O Carpathia e os sobreviventes do Titanic chegam a Nova Iorque. Passa pela Estátua da Liberdade, 10.000 pessoas aguardando com ansiedade. Passa depois pelo cais 45 da Cunard, seguindo rio acima rumo ao cais da White Star; descem os botes do Titanic. Regressa ao cai da Cunard para que os sobreviventes desçam. Dezenas de repórteres aguardam por notícias.

100 anos depois, o mundo homenageia as vítimas do Titanic

Flores lançadas à água gelada na qual repousa o Titanic, a inauguração de um monumento na Irlanda (onde o navio foi construído), uma cerimónia no Canadá, onde estão enterradas as vítimas da tragédia: cem anos depois da catástrofe, o drama foi recordado nos dois lados do Atlântico e em alto mar.

TITANIC TIMELIME - 15 DE ABRIL | 00:00 - 01:00

A primeira hora após o embate

1912, 15 de Abril, segunda-feira 00:00 O comandante chega à ponte onde recebe o relatório do ocorrido, ordenando a paragem total dos motores. A sala dos correios, 24 pés acima da quilha, está a alagar-se. As caldeiras são fechadas e o excesso de vapor escapa por válvulas de segurança no topo dos chaminés.

TITANIC TIMELIME - 15 DE ABRIL | 01:00 - 02:00

A água já atinge o nome do Titanic pintado na proa

1:00 O bote salva-vidas n.º 3, estibordo, desce com 32 pessoas, sendo 11 tripulantes. Este foi o quarto bote a descer.

1:10 O bote de emergência n.º 1, estibordo, desce com somente 12 pessoas, incluindo Sir Cosmo, Lady Duff Gordon e sete tripulantes. Este foi o quinto bote a descer. O bote n.º 8, de bombordo, desce com 39 pessoas.

TITANIC TIMELIME - 15 DE ABRIL | 02:00 - 02:17

A banda pára de tocar

2:00 A água já está a três metros abaixo do convés A. O chefe da banda, Wallace Henry Hartley, começa a tocar " Mais perto de Ti Senhor", dizendo que seria o hino do seu funeral. Para manter o controle durante o lançamento do desmontável D, Lightoller agita a sua pistola no ar (possivelmente atira) e os membros da tripulação formam um círculo ao seu redor para garantir que somente mulheres e crianças entrem neste bote.

TITANIC TIMELIME - 15 DE ABRIL | 03:30 - 08:50

Não há mais ninguém para salvar

3:30 Os foguetes de sinalização do Carpathia são vistos pelos botes salva-vidas.

4:10 O primeiro salva-vidas, o n.º 2, chega ao Carpathia. Gelo e destroços misturam-se na água, no local do naufrágio.

5:30 Depois de ter sido avisado pelo Frankfurt, o Californian dirige-se para o local, ali chegando passadas três horas.

TITANIC

Os rostos da tripulação - 696 perderam a vida no naufrágio

Em 2012, a BBC evocou os 100 anos do naufrágio revelando 250 fotos dos membros da tripulação do TITANIC. 696 morreram, 216 sobreviveram. Trata-se, segundo a BBC, da maior colecção de fotos dos tripulantes do transatlântico.

Os heróis esquecidos do TITANIC

O cruzeiro era do “glamour”, talvez por isso não largue a ribalta mediática, tantos mil dias passados.
Havia a segunda classe, a terceira classe e quem só tivesse classe para trabalhar no duro, como os da “gangue negra”, os trabalhadores que alimentavam as fornalhas. Não só esses.
A BBC relembra alguns desses heróis esquecidos do TITANIC.

TITANIC TIMELIME - 14 DE ABRIL | 20:40 - 23:30

Os momentos antes do embate fatal

20:40 O segundo oficial Lightoller ordena um vistoria ao suprimento de água fresca, uma vez que a água do mar está próxima da temperatura de congelamento (da água doce).

20:55 O capitão retira-se após o jantar e vai até à ponte, onde comenta como oficial de guarda, segundo oficial Lightoller, sobre o tempo calmo e a noite clara, apesar da falta da lua, assim como a visibilidade de icebergs durante ume noite sem luar. O Titanic faz 22 nós com 24 de suas 29 caldeiras activadas.

Total: 724