Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




30 DE OUTUBRO DE 1967 - NAVIOS DE CRUZEIRO PEDAGÓGICO

O paquete «Devonia» no Porto de Leixões

A 30 de Outubro de 1967, a cidade do Porto foi visitada por umas boas centenas de jovens vindos de Inglaterra, mais concretamente da cidade de Liverpool, de onde haviam partido a bordo do paquete Inglês DEVONIA, dez dias antes.
Aquele inesperado afluxo turístico de Outono foi uma autêntica surpresa para os portuenses, como foi, por certo, para os responsáveis pelas "Festas de Outono", que pela primeira vez tiveram lugar naquele ano, sob o signo do vinho… E bem pena foi.

EM DIA DE ANIVERSÁRIO DO ROMANCE MOBY DICK

Herman Melville alvo de homenagem com google doodle

Herman Melville, escritor e ensaísta norte-americano, foi esta quinta-feira, 18 de Outubro de 2012, recordado com um doodle da google, modo original com que o motor de busca assinala efemérides. E a efeméride em causa é o 161.º aniversário do romance ‘Moby Dick’, que se assinala a 18 de outubro.

Afundar as memórias dos portuenses revela-se um problema complicado

A bARCA da Memória, projecto inserido no programa Manobras no Porto, deveria ter sido afundada dia 8, mas continua ancorada, à espera de solução que só deve chegar esta semana. A organização adianta que o teste final será feito segunda-feira, dia 15, e que operação de afundamento deve acontecer até quinta-feira, dia 18.

FAROL DE AVEIRO - COMEÇOU A FUNCIONAR A 15 DE OUTUBRO DE 1893

O mais alto de Portugal e um dos mais altos do mundo

O farol de Aveiro ou farol da Barra é o maior farol de Portugal. Fica localizado na praia da Barra, cidade da Gafanha da Nazaré, concelho de Ílhavo, distrito de Aveiro. Foi, à data da sua construção, o sexto maior do mundo em alvenaria de pedra, continuando a ser actualmente o segundo maior da Península Ibérica, estando incluído nos 26 maiores do mundo. É uma torre troncónica com faixas brancas e vermelhas e edifícios anexos.
A escadaria é composta por 271 degraus em pedra e em forma de caracol. Custou ao Estado Português a quantia de 51 contos (€ 255,00).


 

14 DE OUTUBRO DE 1918

«Augusto Castilho» afundado pelos alemães

Um poderosíssimo U-139 enfrentou, na madrugada de 14 de Outubro de 1918, o pequeno navio-patrulha português “Augusto de Castilho”, apetrechado com duas minúsculas peças, uma de 65 mm à vante e outra de 47 mm, à ré. A denominação de navio patrulha revela bem a natureza da unidade enquanto navio de guerra.
Originalmente a embarcação era o arrastão de pesca “Elite”, pertencente à empresa Parceria Geral de Pescarias, Lda. mandado construir em Inglaterra.
 

VIAJANDO PELA HISTÓRIA

Peixe congelado da Beira Frio

Aqui escolhemos, no azul do mar, o melhor peixe, da melhor pesca; daqui partimos, para lho levar, daqui partimos para a sua festa. Naturalmente, que é Beira Frio, o congelado mais saboroso; bom peixe, peixe branquinho, é Beira Frio, naturalmente...

28 DE OUTUBRO DE 1856

Chegou o comboio!

A primeira viagem de comboio em Portugal, entre Lisboa e o Carregado, realizou-se a 28 de Outubro de 1856. Nesse tempo não havia estradas, nem sequer bons caminhos. Os assaltos eram frequentes e até havia quem, com medo dos salteadores, "antes de partir deixasse feito o seu testamento".
"...a máquina, escusado será dizer, das mais primitivas (parecia um enorme garrafão), não tinha força suficiente para puxar todas as carruagens que lhe atrelaram e fora-as largando pelo caminho. Algumas, de convidados, nos Olivais. O vagon do Cardeal Patriarca e do Cabido ficou em Sacavém; mais um recheado de ilustres personalidades ficou ao desamparo na Póvoa. Creio que, se o Carregado fosse mais longe, chegava a máquina sozinha ou só parte dela."
 

JANEIRO DE 1918

Estamos sem navegação para o Brasil

"Estamos na situação que ha muito desejavamos; sem navegação para o Brazil. Este facto regubila-nos e oxalá a situação se prolongue. O ultimo vapor para o Brazil e Rio da Prata, sahiu em meados do mez passado e não sabem as agencias quando haverá outro".

ARGUS

Pode um navio contar a história da pesca do bacalhau?

Este navio teve duas vidas e está a caminho da terceira. Foi bacalhoeiro português nos bancos da Terra Nova e da Gronelândia. Foi cruzeiro turístico nas Caraíbas, quem sabe se não foi como um barco do amor. E agora, que regressou ao país de origem depois de ter sido resgatado do abate nas Antilhas Holandesas, a ideia é torná-lo num navio-memória da sua primeira vida. O Argus ficou célebre mundialmente, tudo por causa de um livro que apareceu em 1951 nas principais livrarias de Londres e Nova Iorque e, pouco depois, em Portugal: A Campanha do Argus — Uma Viagem na Pesca do Bacalhau.

1950

Amália a bordo de fragata da Marinha Portuguesa, no Funchal

"E então não foi preciso dar ordens para que todos estivessem fardados com  o cuidado dos grandes dias, barbeados, escrupulosamente limpos, navio arrumadíssimo com as cobertas como um brinquinho. Dava gosto ver tudo e todos".

10 DE OUTUBRO DE 1861

Nascimento de Fridtjof Nansen

Fridtjof Wedel-Jarlsberg Nansen (Oslo, 10 de outubro de 1861 — Lysaker, 13 de maio de 1930) foi um cientista, explorador polar, aventureiro e político norueguês. Enquanto delegado norueguês na Liga das Nações criou o passaporte Nansen para os refugiados, tendo sido galardoado com o Nobel da Paz em 1922. A sua expedição, composta por seis homens, partiu em 1888. Enfrentou um ambiente totalmente hostil. Doze dias passaram antes da equipa ser sequer capaz de pisar o continente, depois de abandonar a segurança do principal navio da expedição.

9 DE OUTUBRO DE 1810

A Batalha de Dois Portos

Por vezes, são os momentos menos espectaculares ou até quase esquecidos, que se revelam decisivos numa guerra prolongada. Foi o caso da chamada “Batalha de Dois Portos”, episódio pouco conhecido da terceira invasão francesa.
No dia 9 de Outubro de 1810, o exército aliado chegava às Linhas de Torres, sempre seguido de perto pela cavalaria francesa, em distância à vista.

1500 memórias 100 anos no mar

Ao final da tarde de domingo, a bARCA da Memória partiu do cais da Ribeira rumo ao Porto do ano de 2112 com 1500 memórias a bordo. Conheça alguns dos fragmentos que o Porto 2012 deixou para o futuro. A escolha ficava ao critério de cada um. Por isso, entre as memórias que daqui a um século farão as delícias dos portuenses, poder-se-ão encontrar muitos e variados objetos. Há os tradicionais postais, cachecóis, quadros, fotografias, poemas e dedicatórias, mas há, também, muitas e muitas coisas fora do comum.

GAZETA DOS CAMINHOS DE FERRO, 1 DE DEZEMBRO DE 1902

Mais impermeáveis, menos álcool

"O que augmenta é a importação dos tecidos impermeaveis, fabrico novo que ainda não está representado em Portugal, mas que o devia estar. A importação do alcool desceu. A propria cerveja entrou em menor quantidade. Tal era o preço arrastado do vinho".
"Vejamos agora o que nos dizem os quadros relativos á navegação a vapor e de vela. O numero de entradas de navios nos portos do continente e ilhas adjacentes foi de 10.697 com a arqueação total de 11.736 888 toneladas. Attingiu-se a maior arqueação desde 1879, embora fosse menor o numero de entradas do que em 1889 em que ascendeu a 12.043".

VIAJANDO PELA HISTÓRIA

A Bola NIVEA

Antes da bola de praia, houve a bola NIVEA. E tomou o mundo de assalto. Originalmente criada na década de 1930 como uma versão 3D da lata do NIVEA Creme, a Bola NIVEA insuflável foi criada para ajudar as pessoas a aproveitar ao máximo o seu tempo de lazer passado no exterior. As bolas gigantes, por seu turno, tornaram-se autênticos ícones das praias mundo fora. Nuno Markl conta-nos tudo.

GAZETA DOS CAMINHOS DE FERRO, 1 DE MAIO DE 1902

Vapores a sahir do Porto de Lisboa

"Os vapores teem magnificas accommodações para passageiros. Nos preços das passagens inclue-se vinho de pasto, comida á portugueza, cama, roupa, propinas a criados e outras despezas".

1 DE OUTUBRO DE 1926

As regatas da Trafaria e de Paço d'Arcos

Reportagem ilustrada das regatas da Trafaria e de Paço d'Arcos, pela revista "Ilustração", edição de 1 de Outubro de 1926.

AUTOR DE «MOBY DICK»

Herman Melville morreu a 28.09.1891

Herman Melville (1 de Agosto de 1819, Nova York, — 28 de Setembro de 1891, Nova York, EUA) foi um escritor, poeta e ensaísta estadunidense. Embora tenha obtido grande sucesso no início da sua carreira, a sua popularidade foi decaindo ao longo dos anos. Faleceu quase completamente esquecido, sem conhecer o sucesso que a sua obra mais importante, o romance Moby Dick, alcançaria no século XX. O livro, dividido em três volumes, foi publicado em 1851 com o título "A Baleia" e não obteve sucesso de crítica, tendo sido considerado o principal motivo para o declínio da carreira do autor.

1589

O naufrágio da nau N.ª Sr.ª do Rosário em Tróia

Possivelmente devido à presença e ao ataque das forças inglesas, sob o comando de sir Francis Drake, à Península Ibérica, em especial à Corunha e a Lisboa, o regresso das frotas das Índias estava a decorrer bastante mais tarde do que era habitual.

17 DE MAIO

Em 1895, Francisco Corte Real fez Terceira-S. Miguel no barco de papel «Autonomia»

Recordamos façanha de há muitos anos atrás, protagonizada por Francisco Moniz Barreto Corte Real, ao perfazer um invulgar travessia interinsular (Terceira-São Miguel), avaliada em 90 milhas, com a duração de 31 horas, utilizando um barco de papel.
A partida teve início em Angra na madrugada do dia 17 de Maio de 1895, e a chegada a Ponta Delgada na manhã do dia seguinte.
Fê-lo para festejar a autonomia açoriana concedida em 2 de Março de 1895, por um governo regenerador do micaelense Ernesto Rodolfo Hintze Ribeiro.
 

Total: 721