Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




IMO CANCELA LANÇAMENTO DE PROGRAMA EVOCATIVO DO CENTENÁRIO DO TITANIC

ONU equaciona mudar regra marítima após naufrágio na Itália

Londres - A Organização Marítima Internacional (OMI/IMO) indicou eesta segunda-feira que vai tirar as lições necessárias do naufrágio do navio "Costa Concordia" frente à ilha italiana de Giglio e, em caso de necessidade, modificará a directriz de segurança para os cruzeiros, informou o secretário-geral Koji Sekimizu, num comunicado difundido em Londres.

 

COSTA CONCORDIA

Juíza argentina de 72 anos nadou para escapar de naufrágio

Buenos Aires - Uma juíza argentina de 72 anos, que chegou esta segunda-feira ao seu país, contou que conseguiu sobreviver ao naufrágio do cruzeiro Costa Concordia no mar Tirreno ao saltar do navio e nadar vários metros até a costa da ilha de Giglio (Itália).
"Não havia mais saída a não ser pular no mar. Saltei com 30 ou 40 pessoas que também ficaram sem bote salva-vidas", alegou à imprensa a magistrada Maria Inês Lona (na foto) no aeroporto internacional de Ezeiza, próximo de Buenos Aires.

COSTA CONCORDIA APROXIMOU-SE DE GIGLIO PARA HOMENAGEAR TRIPULANTE

Antonello Tievoli, protagonista involuntário da tragédia

Roma - O "Costa Concordia" aproximou-se da ilha de Giglio para homenagear o seu chefe de empregados de mesa, que nasceu no local, e um ex-comandante da companhia Costa Cruzeiro, informaram esta segunda-feira os jornais 'Corriere della Sera' e 'Il Tirreno'.
O comandante do 'Costa Concordia', Francesco Schettino, detido pelo naufrágio, decidiu fazer uma surpresa ao chefe de garçons, Antonello Tievoli, e ao ex-comandante Mario Palombo.
'Vem ver, Antonello, estamos em Giglio', teria dito o comandante ao chefe de empregados de mesa, que pensou tratar-se de uma brincadeira de Schettino, de acordo com o 'Corriere della Sera'.

COSTA CONCORDIA

Medo de uma «bomba ecológica» faz a ilha de Giglio tremer

Ilha de Giglio, Itália - Sob um céu cor de chumbo e finas gotas de chuva, os socorristas trabalhavam esta segunda-feira em torno dos destroços do Costa Concordia para encontrar desaparecidos e também evitar a explosão de uma verdadeira "bomba ecológica", numa região soberba e protegida. O navio de cruzeiro guarda, nos seus tanques, 2.380 toneladas de combustível.

COSTA CONCORDIA

Onze portugueses estavam a bordo do navio que encalhou

Pelo menos onze portugueses estavam a bordo do navio de cruzeiro que encalhou ao largo da ilha italiana da Toscânia e que provocou três mortos, 14 feridos e 70 desaparecidos. De acordo com a informação avançada pela Sic, que cita o Ministério dos Negócios Estrangeiros, um casal de portugueses ficou com ferimentos ligeiros na sequência do acidente da embarcação, onde seguiam 4.231 pessoas.

COSTA CONCORDIA

Passageiros portugueses criticam comandante

O comandante do Costa Concordia era "boémio" e foi negligente, acusaram este domingo passageiros portugueses do navio cruzeiro Costa Concórdia que naufragou sexta-feira, que criticam também a falta de apoio do Governo português.
Artur Silva afirma que o navio "estava muito perto da costa" e que quando se dá o embate do navio com uma rocha, que provocou um rombo de 50 metros no casco da embarcação, o comandante se tinha juntado às pessoas para jantar e não se encontrava na sala de controlo. "Não gostei dele desde o início", comentou. "Era um homem boémio, que queria era estar nos bares e com as raparigas", critica a esposa de Artur Silva, Maria Alice Silva, descrevendo os "horrores" que viveu na altura do acidente com "tudo a gritar e tudo a partir-se".
 

UM TEMPLO DE DIVERTIMENTO E BEM-ESTAR

Costa Concordia, um palácio flutuante

O navio de cruzeiro Costa Concordia, que naufragou sexta-feira à noite, era a jóia da coroa da empresa proprietária, que fez deste palácio flutuante, com um comprimento equivalente a três campos de futebol, um templo consagrado ao divertimento e ao bem-estar.
Como o Titanic na sua época, o Concordia acumulava superlativos. Navio almirante da frota Costa desde o seu lançamento, em 2006, obra dos estaleiros navais italianos Fincantieri, era o maior navio jamais construído no país: 290 metros de comprimento por 38 de largura.
Para manobrar e manter este gigante dos mares eram necessários não menos de 1068 tripulantes, o que o tornava numa cidade flutuante com capacidade para acolher até 3780 passageiros. Repartiam-se por 1500 cabines, 505 com varanda privada, a que se juntavam 70 luxuosas suites.
 

COM VÍDEO

Sobe para cinco número de mortos em acidente do Costa Concordia

Aumentou para cinco o número de mortos resultantes do acidente do navio Costa Concordia, na sexta-feira, num banco de areia junto à ilha de Giglio, ao largo da ilha italiana da Toscânia.
Um casal de idosos foi encontrado já sem vida num dos pontos da embarcação, actualizando para 15 o número de desaparecidos que seguiam no Costa Concordia mas que ainda não responderam às chamadas das autoridades.

COSTA CONCORDIA

«Parece-me óbvio que foi um enorme erro humano», diz ministro italiano

O ministro da Defesa italiano reagiu à notícia do acidente do navio de cruzeiro Costa Concordia , apontando erro humano como origem da situação trágica. Esta opinião surge numa altura em que é divulgado que a embarcação se aproximou da costa para saudar os habitantes da ilha de Giglio, com luzes e altifalantes.
Possibilidade que vai ganhando consistência, como forma de justificar as razões que levaram o barco, de grandes dimensões, a navegar próximo de um banco de areia.

COSTA CONCORDIA

Detido comandante do navio que naufragou

O comandante do navio Costa Concordia, que naufragou ao largo da ilha da Toscânia, foi detido por ordem do Ministério Público italiano, com as acusações de homicídio múltiplo, naufrágio e abandono de navio. A ordem de prisão de Francesco Schettino foi decretada após várias horas de interrogatório, segundo avança a agência italiana Ansa.

VÍDEO

Sobreviventes do «Costa Concordia» escapam em salva-vidas

Um vídeo amador mostra os sobreviventes do Costa Concordia a entrar nos barcos salva-vidas, depois de o navio de cruzeiro italiano, com mais de quatro mil pessoas a bordo, ter encalhado ao largo da costa ocidental de Itália, onde pelo menos cinco pessoas morreram.

COSTA CONCORDIA

Conselho Europeu de Cruzeiros anuncia investigação «completa e exaustiva» do naufrágio

O Conselho Europeu de Cruzeiros assegurou que será feita "uma investigação completa e exaustiva" do naufrágio do navio cruzeiro Costa Concordia, ocorrido na sexta-feira à noite, perto da ilha de Giglio (Itália).
O secretário-geral do Conselho Europeu de Cruzeiros (ECC na sigla em inglês), organização que reúne as principais companhias de cruzeiros a operar nesta região, Tim Marking, garantiu a "plena cooperação, tanto da empresa dona do navio cruzeiro afectado como da indústria".

Carnival expressa «profunda tristeza» pela «terrível tragédia»

A companhia de cruzeiros norte-americana Carnival Corporation, proprietária da Costa Cruceros, expressou sábado a sua "profunda tristeza" pelo naufrágio de um dos seus barcos em Itália, uma "terrível tragédia" que causou pelo menos cinco mortos.
"A Carnival Corporation apresenta condolências a todos os passageiros do Costa Concordia, membros da tripulação e às suas famílias", afirma em comunicado a empresa sedeada em Miami, nos Estados Unidos.
Aquela que é a maior companhia de cruzeiros do mundo comprometeu-se, como a sua filial Costa Cruceros, a dedicar "todos os recursos para oferecer assistência a todos os passageiros e tripulação".

ACIDENTE COM O «COSTA CONCORDIA»

Duro golpe para o turismo de cruzeiros?

O acidente com o "Costa Concordia" faz prever um duro golpe para o turismo de cruzeiros, um sector em permanente crescimento de há duas décadas a esta parte: o número de passageiros aumentou 14% entre 2008 e 2010; o ano passado registou 18 milhões de passageiros em todo o mundo, e para 2015 as previsões apontavam para 25 milhões de cruzeiristas.

CRONOLOGIA DO «EL PAÍS»

Os piores naufrágios ocorridos na Europa, nos últimos 20 anos

O acidente com o "Costa Concordia" vem somar-se a uma extensa lista de tragédias marítimas ocorridas na Europa, nos últimos vinte anos.
O acidente com um ferry, na Finlândia, em 1994, no qual faleceram mais de 850 pessoas, foi o maior desastre marítimo em águas do continente.

ITÁLIA | COSTA CONCORDIA

Oito mortos em evacuação de navio de cruzeiro que encalhou

Oito pessoas morreram esta noite na sequência da evacuação de um navio de cruzeiro, com mais de quatro mil ocupantes, que encalhou num banco de areia na ilha de Giglio, no sul da região italiana da Toscânia. A bordo do Costa Concordia seguiam 4.231 pessoas, incluindo passageiros e tripulação, que se encontravam a ser transferidas, à hora da difusão desta notícia, para botes salva-vidas.

NAVIO JÁ HAVIA SOFRIDO ACIDENTE EM NOVEMBRO DE 2008

Costa Concordia embateu no cais do Porto de Palermo

O "Costa Concordia" já havia sido protagonista de outro acidente, em Itália. Aconteceu a 22 de Novembro de 2008, quando embateu no cais do Porto de Palermo. Felizmente, do incidente não resultou, dessa vez, perda de vidas humanas. Recorde-se que, em Fevereiro de 2011, uma equipa da TV japonesa esteve na Madeira a bordo do paquete, onde gravou para um programa intitulado "O cruzeiro de luxo à volta do mundo".

COSTA CONCORDIA ENCALHA PERTO DA ILHA DE GIGLIO

Tragédia às portas do paraíso

O Giglio é uma das ilhas do arquipélago toscano mais apreciadas pelos apaixonados pelo mar, mergulhos, vela, acampamento e snorkeling. A ilha estende-se por 21 quilómetros quadrados e fica no centro do Mar Tirreno, a apenas 11 milhas do Argentario.
O mar cristalino e de cor esmeralda, com o seu fundo rico de peixes, são o cenário de um lugar com 90% de seu território selvagem.

2011

848 escalas e 1.218.636 Turistas de Cruzeiros em Portugal

Com base nos dados disponibilizados por cinco portos portugueses, 2011 foi o ano com mais Escalas e mais Turistas de Cruzeiros que entraram nos portos e cidades de Portugal.

 

ACTIVIDADE COM IMPACTO DIRECTO DE 10 MILHÕES DE EUROS NA ECONOMIA REGIONAL

Mais cruzeiros esperados nos Açores em 2012

O Governo dos Açores está determinado em continuar a criar as condições para que se possa “rentabilizar ao máximo” a presença crescente de navios de cruzeiro na Região, sendo que esse é um trabalho que “deve ser desenvolvido em conjunto entre as entidades públicas, as entidades representativas dos empresários e os próprios empresários”, considerou esta sexta-feira, em Ponta Delgada, o Secretário Regional da Economia.
Vasco Cordeiro, que falava durante a apresentação da época de cruzeiros para 2012, realizada pela empresa Portos dos Açores SA, salientou o facto de esta actividade ter gerado, nos últimos cinco anos, um impacto directo na economia regional de cerca de 10 milhões de euros

Total: 1094