Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




GALERIA DE FOTOS

Projecto «Ocean Revival»

Veja várias fotos do afundamento, esta terça-feira, dos dois primeiros navios de guerra afundados ao largo de Portimão: a Corveta Oliveira e o Carmo e o Patrulha Zambeze.

GALERIA DE FOTOS

Paquete IMPÉRIO

O paquete português IMPÉRIO pertencia à Companhia Colonial de Navegação, Lisboa, que o empregou na sua carreira para as ex-colónias, nomeadamente Angola e Moçambique. Realizou uma ou outra viagem ao Brasil, e uma viagem turística às ilhas atlânticas; nas décadas de 60/70 do século passado foi fretado pelo governo português para o transporte de tropas e equipamento militar para Moçambique.

IMPÉRIO atracado em Lisboa

Foto do paquete IMPÉRIO (1948-1974), da Companhia Colonial de Navegação (1922-1974), atracado ao cais privativo da companhia, na Rocha do Conde de Óbidos, a jusante da Estação Marítima, num espaço hoje ocupado pela LISCONT.
O navio está a carregar para mais uma viagem a África, com pintura geral nova, o que era sempre feito durante as estadias entre viagens.

PROJECTO FOTOGRÁFICO

As Mulheres do Mar

Durante esse tempo de profunda reflexão sobre as mulheres que de certa forma "pertencem" ao mar, no momento em que elas passam mais tempo nele do que em terra (o que é totalmente o meu caso!), acabei desenvolvendo um projeto fotográfico nos últimos dois anos que se chama "As mulheres do mar".

REGISTO FOTOGRÁFICO

Obras do cais de cruzeiros da Horta

Evolução das obras do cais de cruzeiros da Horta (Açores), cuja inauguração está prevista para o próximo mês de Março. Registo fotográfico da evolução das obras desde o ínicio até 1 de Fevereiro.

VIAJANDO PELA HISTÓRIA

Na Nazaré, o barco do candil, a rede da neta...

Homens e crianças varam um barco do candil, ao cair da tarde; mais ao longe, homens e mulheres de crianças ao colo, alam a característica rede da neta. Era uma Nazaré pobre, mas autêntica. Alavam-se redes e varavam-se embarcações de dia e de noite. O movimento era ininterrupto.
Esta Nazaré era um alforge de imagens para consagrados fotógrafos estrangeiros, onde colhiam “clichés” que já não encontravam noutra parte do mundo.

VIAJANDO PELA HISTÓRIA

Praia da Barra - Fotos de outros tempos

Há um hidroavião rasando a Meia Laranja, que o temporal quase abocanha noutro dia, o povo vendo veleiro de pesca a entrar, outro que sai a reboque, outro que para já não sai, preso à areia está, há o farol mais alto de Portugal quando ainda não era mas lá chegaria, meninas comendo a bucha na praia, outra que já foi menina e agora se acomoda para a foto num side-car e o que mais se verá neste vídeo de fotos e postais antigos, selecção do Clube Natureza e Aventura de Ílhavo.

Praia dos Tesos I

A Praia dos Tesos foi engolida pela voragem do progresso. Ficava situada em Coimbra, à saída para a Lousã. A Ponte da Portela fornecia sombra quanto baste. Segundo a lenda, era frequentada por gente pobre, sem carro para se deslocar até às praias da Figueira da Foz.
Era também o paraíso de muitas lavadeiras.
 

DÉCADA DE 50-60 DO SÉCULO XX

Descarregando o sal em Darque

Mulheres descarregam sal transportado em barcos para a seca do bacalhau em Darque. São fotos belíssimas, da autoria de Manuel da Fonte. A descarga do sal feita poesia em fotos.

Barco que voa, ou avião que navega?

É um hidroavião convertível com dois motores duplos Nissen & Brasseur, cada um com duas hélices. No modo de avião pode atingir os 390 km/h. Foi projectado por Yelken Octuri e é fabricado pela empresa Aerocoché.
 

ASSOCIAÇÃO DOS PORTOS DE PORTUGAL (APP)

Boas Festas!

VIAJANDO PELA HISTÓRIA DO PORTO DE LISBOA

Carga de barricas de resina no Aterro de Sta. Apolónia

VIAJANDO PELA HISTÓRIA DO PORTO DE LISBOA

Cais de Santa Apolónia, Março de 1917

VIAJANDO PELA HISTÓRIA DO PORTO DA FIGUEIRA DA FOZ

Estragos do temporal, a 15 de Fevereiro de 1941

UMA FOTO EM DESTAQUE

Lugre Bacalhoeiro «José Alberto»

VIAJANDO PELA HISTÓRIA DO PORTO DA FIGUEIRA DA FOZ

Lugre «José Alberto» em dificuldades - Setembro de 1953

CAIS DA MEMÓRIA II

Cheia no Mondego (12.03.1954)

Total: 757