Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Associação de Portos de cruzeiro do Mediterrâneo cria Região Atlântica

A 64.ª Assembleia-Geral da Medcruise, a Associação dos Portos de Cruzeiros do Mediterrâneo e mares adjacentes que decorre em Tarragona, em Espanha, aprovou por larga maioria a criação da Região Atlântica no âmbito desta associação.

A presidente do Conselho de Administração da APRAM, S.A. que participa nesta assembleia geral vê “com muita satisfação a concretização deste objetivo dos portos do corredor atlântico que ambicionavam integrar a direção da Medcruise, onde agora será dada maior visibilidade a este itinerário e às 11 Autoridades Portuárias que representam estes portos e as suas especificidades. E naturalmente, terão maior intervenção na estratégia e organização desta associação. Já durante a pandemia este foi um dos pontos que foi a votação e na altura foi vetado.”
 

APAT focada na criação de uma Comunidade de Logística Ferroviária

A APAT encontra-se focada na criação de uma Comunidade de Logística Ferroviária - a iniciativa foi revelada, em primeirão mão, pelo presidente da direção, Joaquim Pocinho, aquando do seu discurso de tomada de posse, em Matosinhos. Este será um dos desígnios deste arranque de mandato, também reforçado pelo presidente executivo, António Nabo Martins, em recente entrevista.

Cidade engolida pelo mar é o destino perfeito para passeios de barco

A região de Kekova – ou Cidade Submersa – que permaneceu no fundo do mar depois de dois grandes terramotos, no século VI, no Mediterrâneo, é uma joia arqueológica localizada ao longo da Costa Turquesa da Turquia.

De acordo com o Arkeonews, a Cidade Submersa tornou-se um destino de visita obrigatória para os viajantes que procuram uma experiência única e envolvente, graças às suas ruínas submersas, águas cristalinas e uma história fascinante. O porto de Kekova, um dos importantes centros comerciais da Lícia, também foi fundado depois da ocorrência de vários terramotos.

Relatório revela que são permitidas actividades prejudiciais em mais de um terço das maiores áreas marinhas protegidas do mundo

Um novo relatório científico, do qual o investigador do MARE Emanuel Gonçalves é co-autor, revela que mais de um terço das maiores áreas marinhas protegidas (AMP) do mundo permitem actividades industriais altamente prejudiciais, como a pesca comercial em grande escala, que é a principal causa da perda de biodiversidade no oceano.

A avaliação, publicada pela Conservation Letters e conduzida por uma equipa internacional de 11 investigadores, analisou a capacidade das 100 maiores AMP do mundo para produzirem resultados positivos em termos de biodiversidade, que representam coletivamente cerca de 90% do total das áreas marinhas protegidas a nível mundial. A investigação avaliou os principais indicadores de sucesso, incluindo a gestão e as actividades humanas permitidas, com base nos critérios estabelecidos pelo “The MPA Guide: A framework to achieve global goals for the ocean", publicado na Science em 2021.

Florestas Submersas

A exposição temporária do Oceanário de Lisboa, "Florestas Submersas by Takashi Amano", apresenta as florestas tropicais através de um deslumbrante aquário.

As florestas tropicais são dos habitats mais ricos e diversos da Terra. Apesar de ocuparem menos de seis por cento da superfície do planeta, mais de metade da biodiversidade existente vive nestas áreas de floresta pristina, ainda intocadas e intangíveis para a maioria. Apesar da sua importância ecológica, estes habitats são, provavelmente, dos mais ameaçados do mundo.

ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE AVEIRO ASSINA COMPROMISSO COM O CHARTER DA MISSÃO «RESTAURAR OS NOSSOS OCEANOS E ÁGUAS ATÉ 2030»

A Administração do Porto de Aveiro assinou na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, em Coimbra, um compromisso com o charter da missão “Restaurar os Nossos Oceanos e Águas até 2030”, que contou com a presença da Chefe da Missão “Restaurar Oceanos, Mares e Águas” da Comissão Europeia, Elisabetta Balzi.

Abate de estrela-do-mar que devora corais protege a Grande Barreira da Austrália

O que pode fazer a Austrália sabendo que tem pela frente aquele que poderá ser o pior Verão da sua Grande Barreira de Coral? Concentrar-se nas ameaças sobre as quais é possível agir directamente, sugerem os cientistas – o que, neste caso, significa continuar a fazer uma gestão proactiva e sustentada de uma espécie de estrela-do-mar que devora corais alarvemente.

Ciclones, episódios de branqueamento de corais e surtos da estrela-do-mar Acanthaster planci são os principais factores de mortalidade de recifes coralígenos na região. É difícil controlar fenómenos naturais exacerbados pela crise climática – como é o caso da subida da temperatura do oceano –, mas é possível fazer o abate direccionado da espécie devoradora de corais, também conhecida como coroa-de-espinhos.

Como serão as férias na praia em 2100?

A primeira hipótese é: flutuar no lugar. A subida do nível da água do mar é vista por muitos como uma ameaça distante, mas há já muitos resorts a pensar em planos B. Na ilha de Barbuda, por exemplos, vários hotéis construíram cabanas assentes em estacas. Tendo em conta o espaço costeiro cada vez mais reduzido para os turistas, a criação de novos espaços no mar pode ser uma forma de enfrentar o problema ambiental.

A segunda estratégia pode ser “trazer a praia até nós”, ou seja, a criação de uma praia urbana com áreas arenosas. Esta solução traz uma grande vantagem para o ambiente, dado que menos viagens significa menos emissões de carbono. A praia urbana Paris Plage, em França, inaugurou em 2002 e, desde aí, vários parisienses e turistas puderam relaxar sob as palmeiras nas margens do rio Sena.

PORTO DE AVEIRO ABRE CONCURSO PÚBLICO PARA ARMAZENAMENTO DE COMBUSTÍVEIS NO TERMINAL DE GRANÉIS LÍQUIDOS

O Porto de Aveiro abriu Concurso Público para Concessão de Uso Privativo de duas parcelas dominiais no Terminal de Granéis Líquidos, com áreas de 50.282m2 e 38.401m2, para construção de parques de armazenagem de combustíveis líquidos.

Este concurso surge no seguimento da publicitação das parcelas disponíveis e da manifestação de interesse por mais do que uma entidade em cada uma das áreas em apreço.

APAT elogia «capacidade, flexibilidade e eficácia» dos portos portugueses

Segundo António Nabo Martins, os portos nacionais «têm apresentado significativas melhorias no seu desempenho, ou por via de mais investimentos, de mais tecnologia e inovação, ou por via da assunção de políticas comerciais mais atrativas e de maior agilização de procedimentos que lhes permite maior capacidade, flexibilidade e eficácia por via dessa otimização».

CRUZEIROS

Princess estreia conceito «navio dentro do navio» com o Sanctuary Collection do Sun Princess

A Princess anunciou que vai estrear o conceito “navio dentro do navio” no Sun Princess, e também no aguardado Star Princess, que estreia em 2025, ambos da nova classe Sphere.

Antes da Cerimónia de Baptismo do novo Sun Princess, o presidente da Princess, John Padgett, partilhou alguns detalhes sobre o que está por vir para a marca de cruzeiros. A maior novidade inclui a introdução do exclusivo Sanctuary Collection, a bordo do Sun Princess, que se prepara para estrear este conceito, com tudo incluído, em Outubro de 2024.

Cientistas ainda não encontraram o fundo

Descoberto o buraco azul mais profundo do mundo. Cientistas não encontraram ainda o fundo

Um buraco azul descoberto na costa do México, que parece fazer parte de um complexo sistema subaquático de túneis e cavernas, é já o mais profundo do mundo — e os investigadores ainda não conseguiram medir a sua profundidade total.

Chama-se Buraco Azul Taam Ja’, foi recentemente descoberto na Baía de Chetumal, no México, e, de acordo com os autores do artigo que apresenta a sua descoberta, publicada na Frontiers in Marine Science, é o buraco azul mais profundo do mundo.

POR SILVANO SILVA

Sines, a expansão da cidade depois do porto (2)

O artigo aborda as mudanças no território de Sines devido à implementação do complexo industrial e do porto de águas profundas. As características naturais da Costa de Sines, aliadas à sua posição estratégica, proporcionaram as condições ideais para o desenvolvimento de um porto de águas profundas. Este porto trouxe à cidade de Sines um maior conforto económico.

Branqueamento em massa de corais torna-se problema global

A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA) divulgou um relatório que alerta para um massivo branqueamento das barreiras de corais em todo o mundo após meses de records de calor nos oceanos.

Este é o segundo evento deste tipo num período de dez anos, afirma a agência, esclarecendo que as causas do aquecimento da temperatura dos oceanos são as mudanças climáticas.

Porto de Lisboa sobe 99 posições no ranking de eficiência internacional

O Porto de Lisboa subiu 99 posições no ranking internacional dos portos de contentores mais eficientes, em 2023, avaliados pelo Índice Global de Desempenho Portuário de Contentores (CPPI - Container Port Performance Index). Um índice divulgado pelo Banco Mundial e pela S&P Global Market Intelligence, que compara dados de 405 Portos a nível mundial, tendo todos um mínimo de 24 escalas anuais de navios porta-contentores.

Lançamento de concurso público para a «Constituição de Direito de Superfície para Exploração Comercial e Gestão da Zona Sul do Pólo 2 da Plataforma Logística do Porto de Leixões»

A APDL informa que está aberto o concurso público para a "Constituição de Direito de Superfície para Exploração Comercial e Gestão da Zona Sul do Pólo 2 da Plataforma Logística do Porto de Leixões"

O concurso tem como objetivo a constituição de direito de superfície para a exploração comercial e gestão de atividades logísticas na Zona Sul do Pólo 2 da PLPL, constituído por uma área de 121.500 m², na zona de Gatões-Guifões.

Porto sueco de Gävle implementa sistema pioneiro para poupar combustível e reduzir CO2

O porto de Gävle, na Suécia, implementou faixas horárias de atracagem e de partida graças a um conjunto de ferramentas digitais. O novo sistema, criado com base no projeto europeu Efficient Flow, permite reduzir o tempo de espera dos navios, poupar combustível e baixar as emissões de CO2.

“Os vencedores são todos os intervenientes no porto, porque ao conhecerem os planos podem planear melhor, poupar tempo e dinheiro. E nós podemos salvar o ambiente, reduzindo as emissões de 10 ou 20%”, afirmou Ulf Siwe, gestor do projeto europeu Efficient Flow.

Governo dos Açores pretende avançar com estudo para reestruturar sector das pescas

O secretário do Mar e das Pescas dos Açores disse que o Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM) pretende realizar um estudo que “dê uma visão clara” de como é que o setor das pescas deve ser reestruturado.

“Hoje temos esta situação de termos uma frota que necessita de ser renovada. Eu acho que é consensual no universo da pesca. (…) Agora, a forma como o vamos fazer, é que é preciso pensar. E é isso que nós estamos a fazer”, disse Mário Rui Pinho.

Segundo o governante, que falava na comissão especializada permanente de economia, na Horta, na ilha do Faial, no âmbito das auscultações aos membros do Governo Regional dos Açores sobre a nova proposta de Plano e Orçamento para 2024 que disponibiliza 44,2 milhões de euros para o setor do mar e das pescas, existem verbas no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) “para pensar isso”.

DESTAQUE PARA OS CRUZEIROS COM EMBARQUE E DESEMBARQUE NO FUNCHAL

MSC CRUZEIROS TERÁ MAIS DE 150 ITINERÁRIOS À VOLTA DO MUNDO NA TEMPORADA DE INVERNO 2024-2025

A MSC Cruzeiros terá mais de 150 itinerários à volta do mundo na temporada de Inverno 2024/2025 com a possibilidade de ter tudo incluído na sua reserva. Oferecendo uma variedade de itinerários incríveis em direção a vários destinos, a Companhia continua a proporcionar experiências imperdíveis para todo o tipo de viajantes. Desde mini-cruzeiros a cruzeiros longos, as opções abrangem todos os hemisférios, garantindo que há algo para todos os gostos.

O grande destaque deste Inverno serão os 19 cruzeiros, a bordo do MSC Opera, com embarque e desembarque no Funchal, pela primeira vez no Inverno. Serão 11 cruzeiros de 7 noites, 4 cruzeiros com a duração de 6 noites, 3 cruzeiros com a duração de 8 noites e 1 cruzeiro de 9 noites. Para além dos 19 cruzeiros, haverá ainda 4 mini-cruzeiros, dois quais 2 deles terão a duração de 3 noites, 1 cruzeiro com a duração de 7 noites e ainda 1 cruzeiro de 4 noites.

Portugal vai liderar dois projectos de protecção de corais no Mediterrâneo

O Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (Ciimar), em Matosinhos, vai liderar dois novos projectos de conservação e restauro de jardins de corais afectados pelas ondas de calor no mar Mediterrâneo. “Foi inesperado, fiquei muito feliz”, conta Jean-Baptiste Ledoux, investigador da equipa de genómica evolutiva do Ciimar, que recebeu na mesma semana a notícia dos dois financiamentos.