Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

ESPOSENDE

Mapa actualizado do fundo do mar

O primeiro mapa do fundo do litoral de Esposende nos últimos cem anos aponta aquela costa como sendo de "grande potencial" para o turismo de mergulho, identificando vários locais propensos à actividade, novas espécies e dois navios naufragados.

Existe um grande potencial desta área para campanhas de mar dedicadas ao turismo. Encontramos fundos altamente agradáveis e condições fantásticas para o mergulho", explicou o autor do estudo, Vasco Ferreira.

O estudo da Biodiversidade Marinha do Parque Marinho do Litoral Norte, em Esposende, resultou no "mapeamento dos fundos" de uma faixa de costa com 17 quilómetros de comprimento, entre Apúlia e a foz do rio Neiva, e até às 2,5 milhas (cerca de cinco quilómetros).

"Identificámos, por exemplo, a presença de 76 espécies de peixes, algumas que desconhecíamos, sendo um número bastante elevado quando comparado com outros locais sujeitos a investigações similares", explicou o investigador, que realizou este estudo para o ‘Fórum Esposendense’.

As principiais conclusões da investigação – realizada em conjunto com a empresa Esposende Ambiente –, serão divulgadas sábado, naquela cidade, mas desde já o autor sublinha tratar-se do primeiro estudo do género em cerca de cem anos.

fonte