Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

HOJE E AMANHÃ, EM LISBOA | TIAGO PITTA E CUNHA PRESIDE AOS TRABALHOS

«Um mar de oportunidades» é o mote do congresso da APDC

Exemplificar como a indústria das TIC e new media poderá ser uma plataforma para acelerar os outros sectores de atividade, com destaque para o mar, é um dos principais eixos do próximo congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC), que se realiza, a 21 e 22 de novembro, no Centro de Congressos de Lisboa.

A APDC informa no seu site que o presidente do congresso será Tiago Pitta e Cunha, “um conhecido especialista no tema do mar”, consultor da Presidência da República para os Assuntos da Ciência, Ambiente e do Mar e que tem desenvolvido uma carreira profissional dedicada a esta área.

A instituição refere que “para crescer é preciso, cada vez mais, navegar na inovação. E procurar novas rotas que conduzam a novas vagas de oportunidades de negócio. Mas para onde se poderá navegar? Que novos e renovados caminhos de exploração se perspetivam? Quais as tendências tecnológicas? O que querem e esperam os clientes? Quais os mercados que se posicionam como estratégicos para Portugal? Estas são algumas das questões a que o 22º Congresso das Comunicações procurará dar respostas”.