Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

UM VÍDEO EM DESTAQUE

Peniche, o porto e os homens - REPORTAGEM SIC

Há 30 anos, o porto de Peniche chegou a ter mais de 40 traineiras. Só 14 eram propriedade da União de Cooperativas de Peniche, uma das primeiras cooperativas de pesca do país. Dessas 40, resta no cais das traineiras… apenas uma.
Todas as outras foram abatidas ou vendidas para outros portos nacionais e estrangeiros. Peniche tem agora apenas seis embarcações a fazer a chamada pesca do cerco.

Já os estaleiros navais de Peniche, que começaram com uma rampa de reparação, constroem agora barcos de pesca para vários países africanos.

O programa “Perdidos e Achados” regressa ao Porto de Peniche para saber que realidade vivem hoje os pescadores e armadores daquela região. Encontrámos o que resta das cooperativas/barco: uns estaleiros concessionados há 24 anos pelo Estado aos pescadores, armadores e empresas locais.

Reportagem SIC, emitida a 10.12.2011.
Jornalista: Dulce Salzedas | Imagem: Pedro Carpinteiro | Edição: João Nunes | Produção: Diana Matias; Madalena Durão
Coordenação: Sofia Pinto Coelho

Direcção: Alcides Vieira