Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

O Guia de Áreas Marinhas Protegidas:

Um Enquadramento para Alcançar Metas Globais para o Oceano

A Revista Science publicou O Guia de Áreas Marinhas Protegidas: um Enquadramento para Alcançar Metas Globais para o Oceano, resultado de 10 anos de investigação colaborativa de 42 cientistas de 38 organizações em 6 continentes. Entre os autores desta publicação está Emanuel Gonçalves, coordenador científico e administrador da Fundação Oceano Azul.

É o mais recente e completo estudo sobre Áreas Marinhas Protegidas (AMP), que sintetiza toda a informação científica necessária para compreender, planear, estabelecer, avaliar e monitorizar a protecção do oceano e da sua biodiversidade, através da criação de Áreas Marinhas Protegidas.

Deparamo-nos com uma crise de biodiversidade. O oceano precisa de proteção urgente e as AMP, quando são adequadamente implementadas e geridas, são ferramentas muito eficazes nesta proteção. De forma a alcançar os esforços mundiais na proteção de 30% do oceano até 2030, é necessário que as áreas marinhas protegidas aumentem. Atualmente, só 3% do oceano está totalmente protegido. Em todo o mundo, as AMP variam de acordo com o seu nível de proteção, implementação e regulação, o que afeta o oceano de forma diferente.

Para atingir o objectivo traçado para 2030, é fundamental ter consciência dos vários níveis de proteção, implementação e gestão das AMP, bem como as suas consequências. O Guia de Áreas Marinhas Protegidas fornece uma linguagem una, determinando quatro níveis de proteção e quatro níveis de implementação e explica o efeito e resultado de cada um, ajudando a criar um alinhamento entre os objetivos traçados e a regulamentação necessária.

“Precisamos de um Pacto Global para o Oceano que permita inverter o ónus da prova da conservação marinha declarando o oceano como Domínio Público. O Guia de Áreas Marinhas Protegidas é a ferramenta que precisávamos para que a proteção marinha funcione.”- Coordenador Científico e Administrador da Fundação Oceano Azul, Emanuel Gonçalves

Leia mais em: mpa-guide.protectedplanet.net