Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Madeira dá apoio extra ao gasóleo e energia nas pescas e alarga apoios às embarcações a gasolina

O Executivo madeirense informa que os pescadores profissionais com embarcações movidas a gasolina, já podem candidatar-se às ajudas financeiras concedidas pelo Governo Regional, através da Secretaria Regional de Mar e Pescas.

É a primeira vez que as embarcações de pesca que utilizam este tipo de combustível na actividade piscatória têm consagrado um apoio financeiro, ao contrário do que sucede com as embarcações a gasóleo, que há vários anos pagam pelo gasóleo um preço muito inferior ao comum dos cidadãos e recebem ainda um acréscimo de 10 cêntimos/litro do Orçamento da Região.

O secretário Regional de Mar e Pescas, Teófilo Cunha, cumpre assim um dos compromissos que tinha assumido há cerca de um ano com os pescadores e armadores. Os interessados têm agora de fazer a respectiva candidatura ao apoio, utilizando para o efeito a plataforma “Simplifica” do Governo Regional. “Este apoio vem compensar despesas efectuadas em 2021”, esclarece Teófilo Cunha. Nesta fase, o apoio a conceder atinge um valor total de cerca de 30 mil euros, verbas exclusivas do Orçamento da Região.

Outra pretensão reclamada pelos pescadores e armadores regionais está relacionada com o aumento dos custos dos combustíveis e da energia, na sequência da invasão da Rússia à Ucrânia.

Ajudas que o próprio Estado português reivindicou junto das entidades de Bruxelas e que só agora foram decididas. Enquanto esperava pela decisão europeia, o Governo Regional, através de Secretaria regional de Mar e Pescas preparou todo o processo burocrático.

“A União Europeia permitiu à Região que pudesse alocar verbas de outras áreas que não estivessem a ser utilizadas no apoio ao sector das pescas”, refere o governante, dando nota do processo desencadeado.

“Esse trabalho foi feito por nós, foi concedido a Portugal um valor para ser distribuído por armadores e empresas, desse valor a Região receberá 405 mil euros para compensar os custos dos primeiros seis meses deste ano. O nosso trabalho está feito, estamos apenas à espera que Lisboa abra o aviso que permite a apresentação das candidaturas”.

fonte