Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

AÇORES | ATÉ 17 DE ABRIL

Museu da Graciosa expõe património subaquático açoriano

A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, por via da Direcção Regional da Cultura, através do Museu da Graciosa promove a exposição temporária “Cápsulas do Tempo, o Património Cultural Subaquático dos Açores”.

O projecto expositivo itinerário está patente até 17 de Abril e surge no âmbito do Projecto Margullar 2, com co-financiamento Interreg-MAC e pretende dar a conhecer as histórias dos naufrágios documentalmente registados nos mares açorianos e a importância geoestratégica do arquipélago na expansão europeia do século XV, refere uma nota de imprensa do Executivo açoriano.

Um milhar de naufrágios no mar dos Açores

“Dispersos pelas águas dos mares dos Açores repousam cerca de um milhar de naufrágios que, ao constituírem-se como narrativas individualizadas de desastres marítimos, representam cápsulas do tempo de épocas que, como que numa máquina mágica, permitem o acesso a eras pretéritas que consubstanciam o relevante património subaquático insular”, adianta a mesma nota.

A exposição, composta por uma dezena de painéis, apresentam diversas peças nunca antes exibidas, relacionadas com os naufrágios descobertos nos últimos anos, nos mares dos Açores, que serviram de acesso privilegiado e único à Europa e foram território de trânsito e comércio livre, ponto de apoio às grandes navegações, através das quais se concretizou a expansão europeia.

fonte