Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Prémio Mar Sustentável

Conhecimento científico, desenvolvimento tecnológico e inovação azul

Viana do Castelo está a construir uma centralidade de projeção nacional e internacional na área da inovação e da nova economia azul. Para isso muito está a contribuir a atração de investimentos e de projetos de empresas estrangeiras na área das energias renováveis marinhas, a criação de uma plataforma multiuso de testes e ensaios com a participação de um conjunto de centros de I&D, a presença de uma fileira industrial relevante na área da construção de embarcações e de plataformas offshore e a localização junto a um porto de Mar com condições para assegurar as ligações ao exterior.

Em paralelo Viana do Castelo dispõe também de outros ativos importantes, nomeadamente a sua zona estuarina que tem permitido o desenvolvimento das atividades náuticas e um Instituto Politécnico com algumas formações e projetos na área do Mar.

Este seminário, que se realiza a 9 de setembro, permitirá destacar o conjunto de ativos e dinâmicas que a cidade apresenta no domínio da economia azul através da intervenção dos seus principais atores e avaliar as condições de articulação e a geração de sinergias possíveis à luz do enquadramento dos principais instrumentos de apoio à economia azul para a década.

fonte