Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

MEPC 76

Saiba todas as novas medidas adoptadas para a descarbonização do «Shipping»

O Comité concluiu a 76ª reunião do MEPC com a aprovação de medidas para enfrentar as mudanças climáticas, incluindo a adopção de medidas de curto prazo para reduzir a intensidade de carbono dos navios, e discussão sobre o caminho da indústria naval para alcançar a Estratégia Inicial da IMO, reduzindo globalmente as emissões de gases com efeito de estufa (GEE) dos navios pela metade até 2050, face aos níveis de emissão de 2008.

Foram adoptadas as emendas à Convenção Internacional para a Prevenção da Poluição por Navios (MARPOL), Anexo VI, que exigirá que os navios reduzam as suas emissões de gases com efeito de estufa. Essas emendas combinam abordagens técnicas e operacionais para melhorar a eficiência energética dos navios, também fornecendo as fundações para futuras medidas de redução de GEE.

As novas medidas exigirão que todos os navios calculem o seu Índice de Eficiência Energética de Navios Existentes (EEXI), seguindo os meios técnicos para melhorar a sua eficiência energética e estabelecer o seu indicador anual de intensidade de carbono operacional (CII) e a classificação CII. A intensidade de carbono relaciona as emissões de GEE à quantidade de carga transportada e respectiva distância percorrida.

mais detalhes