Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Navio de investigação Mar Profundo apoia teste e validação de tecnologias inovadoras para uso marítimo

Chama-se “Mar Profundo”, o navio de apoio ao teste e validação de tecnologias inovadoras para uso marítimo, lançado ao mar no dia 21 de Abril, nas instalações da Nautiber, em Vila Real de Santo António. A embarcação foi concebida por encomenda do INESC TEC – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência. Um investimento de 869 mil euros.

Concebida de raiz pela Nautiber – Estaleiros Navais do Guadiana, a embarcação tem 19 metros de comprimento, autonomia de três dias e capacidade para 12 pessoas, entre cientistas e tripulação. Está especialmente equipada para apoiar a investigação multidisciplinar no mar, podendo testar, por exemplo, ROVs (Veículos Operados Remotamente), sensores acústicos ou módulos robóticos, até 60 milhas da costa.

Trata-se de uma embarcação única em Portugal que permitirá o acesso rápido ao mar profundo, reduzindo os custos deste tipo de missões. “Este navio permitirá deslocar para os diversos locais de operações no mar as competências humanas multidisciplinares e a capacidade laboratorial e logística que até agora, e de forma autónoma, a infraestruturaTEC4SEA apenas possuía em terra. A embarcação abre, pois, um novo conjunto de possibilidades para o ecossistema científico e económico, reposicionando Portugal neste quadro.”, afirma José Manuel Mendonça, presidente do INESC TEC, uma das entidades fundadoras e coordenadora da TEC4SEA.

“Não tínhamos nenhum navio com estas características, e mesmo a nível europeu não há muitos países que tenham uma embarcação com uma função tão específica”, acrescenta Eduardo Silva, investigador do INESC TEC e responsável pela TEC4SEA.
Construído por uma empresa portuguesa

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, esteve presente na sessão de lançamento ao mar do navio e disse ser este um exemplo de como a construção de infra-estruturas científicas vai “mobilizar a indústria nacional”. E acrescentou que “esta obra tem um significado muito especial por ter sido construído por uma empresa portuguesa”.

mais detalhes