Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

BAIÃO

APDL garante aptidão das infraestruturas fluviais para a retoma turística no Douro

O presidente da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) admite que as expectativas para a retoma turística este ano no Douro estão muito abaixo das potencialidades da região, por causa da pandemia, como sucedeu em 2020.

"A nossa expectativa é que mais próximo do verão, com o levantamento das restrições que ainda poderão existir por força da pandemia e à medida que o plano de vacinação nacional vá avançando, queremos acreditar que isto possa ter outro tipo de desenvolvimento. Mas estamos a falar num ano de 2019 com 1,2 milhões de passageiros no Douro para poucos milhares no ano de 2020 e o ano de 2021 não será muito diferente, diria eu. Mas temos que nos ir preparando", disse ao JN Nuno Araújo, no final da visita que fez às obras do Cais da Pala e às fluvinas de Aregos e Ermida, no concelho de Baião.

O responsável da APDL fez questão de apontar também os grandes investimentos na melhoria das condições de navegabilidade da Via Navegável do Douro (VND), nomeadamente no que diz respeito à melhoria dos sistemas de comunicação e informação e à correção dos constrangimentos no canal e nas eclusas, "o que tem contribuído para a criação de uma alternativa de transporte sustentável com a qualidade e a segurança exigidas a nível europeu e internacional. Os problemas relacionados com as cheias do inverno estão resolvidos", garante Nuno Araújo.

O conjunto de projetos de requalificação financiados pela APDL ascende a 145 mil euros.

Os trabalhos em curso na Pala, Ribadouro, têm como objetivo o recondicionamento estrutural do cais marítimo turístico, a substituição dos pavimentos, a reparação dos sistemas de amarração e a pré-instalação de infraestruturas para as ligações das redes de abastecimento de água e energia elétrica à fluvina (Cais de Recreio). Esta empreitada foi consignada em dezembro de 2020 "e apenas por razões climatéricas e devidas à pandemia foi objeto de auto de suspensão parcial, estando a sua conclusão prevista para o final deste mês de março", garante a APDL.

Já as intervenções de requalificação e reforço de segurança nos cais da Ermida e de Aregos foram concluídas em finais de 2020 e ida do presidente da APDL a Baião a convite da autarquia foi para lhe agradecer o empenho que pôs nas obras", explicou ao JN, Paulo Pereira, autarca local.

Zona de Lazer Fluvial na Ermida

Paralelamente às intervenções da APDL, a autarquia baionense tem em curso a construção de um passadiço ao longo da margem direita do rio, na Pala e, conta até final do ano avançar com o projeto de uma zona de lazer fluvial na Ermida, na vila de Santa Marinha do Zêzere. "Estamos em negociações com a APA [Associação Portuguesa do Ambiente] para a instalar uma estrutura de apoio aos desportos náuticos e também para que possamos dar outra dignidade a este espaço que no verão já é utilizado pela população e também pela canoagem do desporto escolar", revelou Paulo Pereira, presidente da câmara de Baião.

Expectante com esta promessa, o presidente da Junta de Santa Marinha do Zêzere, sublinhou que "era muito importante para nós e também para os nossos vizinhos de Resende que se fizesse esta requalificação da zona de lazer fluvial da Ermida", sublinhou Manuel Pereira.

Para a zona da Pala, é pretensão do município a construção de um clube náutico.

fonte