Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística




16 DE NOVEMBRO

Fundação Gil Eannes comemora o Dia Nacional do Mar

No âmbito das comemorações do Dia Nacional do Mar, esta quarta-feira, 16 de Novembro, a Fundação Gil Eannes assinala o dia promovendo entradas gratuitas a todos os que visitarem o emblemático navio museu Gil Eannes.
Como entidade que aderiu ao projecto “Passaporte do Mar” - iniciativa da Estrutura de Missão para os Assuntos do Mar do Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, e conforme protocolo assinado no passado mês de Junho -, neste dia os detentores do passaporte também estão isentos do pagamento da entrada no Navio Hospital.

OLHÃO

Dia Nacional do Mar celebrado com inauguração da exposição Sal d’Olhão

O Museu da Cidade de Olhão acolhe, como exposição permanente, que será inaugurada esta quarta-feira, dia 16 de Novembro, às 18h00, a mostra Sal d’Olhão. Nesta altura, e desta forma, será assinalado o Dia Nacional do Mar na cidade cubista.
Sal d’Olhão é uma mostra onde se pretende evidenciar a importância da actividade salineira no território olhanense. Importa, assim, divulgar o património cultural associado às marinhas, termo português mais antigo para designar ‘salina’, que se reveste de grande riqueza enquanto testemunho histórico, cultural e natural da região.
 

HOJE, 15 DE NOVEMBRO, EM AVEIRO

Sessão pública de apresentação do «Sal Tradicional Rota do Atlântico»

Vai realizar-se, esta terça-feira, a sessão pública de apresentação do “Sal Tradicional Rota do Atlântico”, iniciativa a desenvolver no âmbito do Projecto INTERREG IVB ECOSAL ATLANTIS. O objectivo desta apresentação é o de promover uma discussão em torno da criação de uma rota turística pelas salinas tradicionais do arco atlântico.
Início previsto para as 15h30, na Assembleia Municipal de Aveiro.

Museo del Canal Interoceánico de Panamá

Aberto em 1997, o "Museo del Canal Interoceánico de Panamá" conta a história da construção do canal do Panamá, desde o seu planeamento, os conflitos que marcaram o início dos trabalhos e episódios da longa história do canal até aos dias de hoje. Mais detalhes no website do museu.

TERMINA ESTE DOMINGO, NA GARE MARÍTIMA DE ALCÂNTARA

Exposição sobre Embarcações Tradicionais do Estuário do Tejo

A história, as memórias e as vivências das embarcações tradicionais do Estuário do Tejo são o tema de uma Exposição organizada pela Associação Naval Sarilhense, com o apoio da Administração do Porto de Lisboa, no emblemático Salão Almada Negreiros – Gare Marítima de Alcântara.
Com esta exposição de embarcações, fotografias e artefactos náuticos pretende-se divulgar ao público o património marítimo-fluvial do Estuário do Tejo, na sua dupla vertente material e imaterial. Um património que constitui a marca indelével de uma relação histórica das povoações ribeirinhas com o Tejo. Gentes que fizeram deste estuário o seu modo de vida, gentes cujas vidas se confundem e são marcadas pelas cadências do Tejo e pelas vivências por este propiciadas.

Embarcações tradicionais enchem de cor o Porto de Lisboa

No passado dia 2 de Novembro decorreu no auditório da Gare Marítima de Alcântara o Workshop “Desafios à Sustentabilidade do Património Marítimo-Fluvial do Estuário do Tejo” organizado pela Associação Naval Sarilhense e o Instituto de Dinâmica do Espaço da Universidade Nova de Lisboa, com o apoio da Administração do Porto de Lisboa.
As boas vindas aos oradores e demais presentes estiveram a cargo da Sra. Engª Natércia Cabral, presidente do Conselho de Administração da APL e a abertura do Workshop contou com a presença do Secretário de Estado do Mar, Prof. Doutor Manuel Pinto de Abreu.
 

SUGESTÃO DE VISITA

«A Barra e os Portos da Ria de Aveiro» em exposição na Gafanha da Nazaré

Continua patente, no Centro Cultural da Gafanha da Nazaré, a exposição comissariada por João Carlos Garcia e Inês Amorim (ambos professores da Faculdade de Letras do Porto), aqui cumprindo a décima etapa de um circuito de itinerância pela Península Ibérica. Após a inauguração, a 3 de Abril de 2008, em Aveiro, a exposição já esteve patente em Lisboa (Museu de Marinha), Coimbra (Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra), Figueira da Foz (Casino Figueira), Ovar, Estarreja, Madrid, Valladolid e Salamanca.

PROGRAMA COMEMORATIVO INICIA-SE HOJE

Museu Marítimo de Ílhavo faz dez anos

Marco incontornável na divulgação da Cultura e da História Ilhavense, o Museu Marítimo de Ílhavo (MMI) é hoje um dos principais espaços dedicados à Pesca do Bacalhau e ao Mar, aliando o carácter extraordinário e único da história da “Faina Maior” à beleza da arquitectura do edificado, constituindo uma referência na museologia portuguesa, diferenciadora do Município, da Região de Aveiro, da Região Centro e de um Portugal intimamente ligado ao Mar.

EXPOSIÇÃO NO MUSEU DE MARINHA, TERMINA HOJE, 18 DE SETEMBRO

«Embarcações Tradicionais – Arte & Engenho»

A Associação das Indústrias Navais e o Museu da Marinha promovem a Exposição “Embarcações Tradicionais – Arte & Engenho”, um testemunho vivo da extraordinária riqueza da arte naval portuguesa. A exposição, inaugurada a 18 de Junho, encerra este domingo, 18 de Setembro. Uma última oportunidade para a visitar.

Campanha «Retratos do Porto de Setúbal» ilustra história do porto sadino

No âmbito do projecto 'Museu Virtual do Porto de Setúbal', desenvolvido pela APSS, foi lançada a campanha 'Retratos do Porto de Setúbal', que tem como objectivo envolver a comunidade portuária e todos os que se interessam pela história do porto.

MUSEU DE PORTO SANTO

Casa Colombo

A "Casa Colombo" afirma-se como espaço de reconhecimento da posição estratégica do Porto Santo no contexto da expansão portuguesa. Propõe ainda áreas dedicadas à presença de Cristóvão Colombo no arquipélago da Madeira e à sua importância na preparação das grandes viagens, até ao descobrimento da América. Cristovão Colombo casara com a filha do primeiro Capitão Donatário do Porto Santo, Bartolomeu Perestrelo.

INICIATIVA DA MOL

Museu Virtual do Capitão Yanagihara

O facto de se tratar de uma companhia centenária (127 anos), aliado à sensibilidade pela arte e pela divulgação, nomeadamente junto das camadas jovens, levou a MOL (Mitsui O.S.K. Lines) a produzir um museu virtual. O museu oferece diversas atracções, desde uma viagem centenária pelos navios da MOL, passando por postais, papel de carta, wallpapers, screensavers, ilustrações de portos de várias partes do mundo, entre outras coisas.
 

Navio-Museu Santo André comemora hoje o décimo aniversário

O Município de Ílhavo assinala hoje, 23 de Agosto, o 10.º aniversário da inauguração do Navio Museu Santo André; vai ser possível visitar o Navio, entre as 10h00 e as 23h00, conhecendo as características de uma embarcação de Pesca de Bacalhau, bem como toda a história associada a essa nobre arte, percebendo o processo e os mecanismos de cura do Bacalhau.
Pelas 18h00 terá lugar a Sessão Solene evocativa do 10.º Aniversário, com a entrega dos prémios do Concurso de Fotografia “Olhos sobre o Mar”, seguida da inauguração da exposição Memórias de uma “Vida de Mar”.

NO MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO, ATÉ 2 DE OUTUBRO

«Fora de Bordo»

Aquilo que hábito ou por limitação do olhar tendemos a classificar como “marítimo”, consiste afinal numa confinada maneira de ver e de representar, como se a praia já fosse mar e nela habitasse toda a vida marítima.
“Fora de bordo” sintetiza metaforicamente esse modo de ver e sentir o mar, a tendência para o olharmos de fora, da terra para o oceano, sem o enlace romântico que a litoralização das sociedades remeteu para a espuma da memória e para visões exóticas de comunidades humanas que, em rigor, não conhecemos.
 

MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

É hoje apresentado o projecto de ampliação

Com início às 21:30, decorre hoje a Sessão Solene de apresentação do Projecto de Ampliação do MMI, obra esta que, em estreita relação com o Centro de Investigação e Empreendedorismo completará a vertente histórico-cultural do MMI, com a vertente da investigação e inovação, dotando-o com novas valências e novos espaços para realização de pequenas reuniões, workshops e conferências, aprofundando o papel sócio-cultural deste singular Museu, com destaque para a construção do Aquário de Bacalhaus.

Quatro navios da Marinha Portuguesa afundados ao largo de Portimão

O título é alarmista, mas não se apoquente. É só para parar por aqui e ler o artigo. Antes da inauguração do Festival da Sardinha, instalado na zona Ribeirinha da cidade de Portimão, no Museu de Portimão, foi apresentado, dia 5, por Luís Sá Couto, principal mentor e impulsionador da associação que está a ser criada para gerir o projecto, um museu subaquático. Trata-se do “Musubmar” – o primeiro museu do género no país, que vai ser criado em águas algarvias, a cerca de três milhas da barra de Portimão.
Nesse âmbito, entre a Marinha Portuguesa e a Câmara Municipal de Portimão foi assinado o termo de transferência e de aceitação de quatro navios da Armada que se encontram na base naval do Alfeite (Lisboa) e que irão ser afundados em águas algarvias. Esses navios serão: a fragata “Hermenegildo Capelo”, a corveta “Oliveira do Carmo”, o navio "Almeida Carvalho” e o navio-patrulha “Zambeze”.

SUGESTÕES PARA AS SUAS FÉRIAS

Núcleo Museológico do Sal da Figueira da Foz

O Núcleo Museológico do Sal da Figueira da Foz fica em Armazéns de Lavos, inserido na Salina Municipal do Corredor da Cobra, adquirida, em 2000, pela Câmara Municipal da Figueira da Foz, que a retirou do abandono. Aos visitantes é dada a oportunidade de conhecer o centro interpretativo e a salina, mas não só.
Também podem ver um armazém de sal e fazer uma rota pedestre com informação temática - a "Rota das Salinas" -, ao longo da qual é possível observar aves como o pernilongo, o pato-real, a andorinha-do-mar-anã ou o borrelho-de-coleira-interrompida, bem como uma rota fluvial a bordo do "Sal do Mondego", um batel com capacidade para transportar cerca de dez toneladas de sal. Assim o permitam as marés.

PORTO DE AVEIRO DISPONIBILIZA REPORTAGEM VÍDEO COMPLETA

«A Barra e os Portos da Ria de Aveiro» em exposição na Gafanha da Nazaré

O Porto de Aveiro acaba de disponibilizar, no canal que dispõe no YOUTUBE, sete vídeos reportando na íntegra a inauguração, a 20 de Junho, no Centro Cultural da Gafanha da Nazaré, da exposição “A Barra e os Portos da Ria de Aveiro 1808 – 1932, no Arquivo Histórico da Administração do Porto de Aveiro”.

CONVITE DO MUSÉE NATIONAL DE LA MARINE

Envie um postal

Não gasta envelope, não paga selo. O museu francês oferece-lhe a possibilidade de enviar postais virtuais aos seus amigos. Nada como experimentar, AQUI.
E tem muito por onde escolher...

AMANHÃ, 9 DE JULHO

Itinerário Cultural e Patrimonial na Marinha

Vai realizar-se amanhã, 9 de Julho, mais um “Itinerário Cultural e Patrimonial – Visita Guiada” englobando edifícios e organismos da Marinha em Lisboa. Desta vez às Instalações da Marinha em Alcântara, antigo Quartel de Marinheiros que hoje acolhe a Direcção do Serviço de Pessoal da Marinha, à Biblioteca Central da Marinha, situada na área dos Jerónimos e ao Arquivo Histórico da Marinha, no edifício da ex- Fábrica Nacional de Cordoaria.
 

Total: 214
1 2 3 4 5 6 7 8 [9] 10 11