Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

INTERCÉLTICA edita guia para a gestão ambiental de centros náuticos

A INTERCÉLTICA, parceiro-coordenador do NEA2, editou, recentemente, um guia pioneiro para a gestão ambiental de centros náuticos. A necessidade de gerir a faixa costeira e zonas lacustres de forma integrada e coordenada, de modo a conciliar a atividade humana, a preservação do meio ambiente e a valorização dos recursos marinhos. As políticas e estratégias de desenvolvimento sustentável devem, por isso, incorporar os centros náuticos.

Os centros náuticos devem implementar medidas que resultem não apenas na diminuição do consumo de matérias-primas, energia e água, mas também na redução da contaminação gerada, através da utilização criteriosa das matérias-primas e da reutilização, sempre que tecnicamente viável, dos fluxos de desperdícios gerados, em alternativa à deposição final dos resíduos.

As atividades náuticas são também uma oportunidade única para o desenvolvimento de uma consciência ecológica, ensinando a interpretar as dinâmicas marinhas e fluviais. O seu vasto leque de modalidades potencia as atividades náuticas como o “meio” para abranger um vasto leque da população.

Porém, o desafio de preservar e proteger o meio ambiente marinho e zonas lacustres, a quantidade e a complexidade dos diplomas legais, regulamentos e programas de ação, que, por vezes, se sobrepõem ou se encontram desajustados à realidade, são um verdadeiro obstáculo e fonte de desmotivação para os profissionais do sector.

Afim de evitar que os múltiplos esforços se tornem demasiado fragmentados e para garantir que as diversas iniciativas sejam consistentes e transversais, urge que atores públicos e privados do sector náutico trabalhem em cooperação.

Assim, este guia para a gestão ambiental de centros náuticos é uma ferramenta técnica de apoio aos empreendedores de atividades náuticas e decisores políticos possibilitando-lhes uma gestão eficiente e sustentável das infraestruturas náuticas que tutelam.

O projeto europeu NEA2 “Nautisme Espace Atlantique 2”, financiado pelo Programa de Cooperação Transnacional Espaço Atlântico, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, visa o desenvolvimento sustentável e coordenado do conjunto da fileira náutica nas regiões da faixa atlântica através de um reforço de cooperação baseado em três eixos temáticos: desenvolvimento económico, proteção do ambiente e coesão social.

O objetivo do eixo ambiental, coordenado pela associação portuguesa INTERCÉLTICA, é garantir que o sector náutico do Espaço Atlântico se torne numa referência internacional no que respeita à proteção e valorização do ambiente marinho.