Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Sobrevivente do Virgem do Sameiro diz-se azarado no mar

João Coentrão, um dos 6 pescadores que há um ano resistiram 57 horas numa balsa, após o naufrágio da embarcação “Virgem do Sameiro”, diz-se azarado no mar, mas promete não abandonar a faina.

Precisamente antes das horas dramáticas do virar de Novembro para Dezembro de 2011, João sobrevivera 13 horas noutra balsa, ao largo de Espanha, e agora está retido em casa, desde a última sexta-feira, por causa de um acidente a bordo de outro barco.

“Três anos seguidos, 3 acidentes, mas vou voltar”, promete o pescador.

A embarcação “Virgem do Sameiro” naufragou na noite de 29 para 30 de Novembro do ano passado, ao largo da Figueira da Foz, e os 6 tripulantes foram encontrados por meios das Forças Armadas quando já poucos acreditavam que tivessem sobrevivido.

Do que se passou, após naufrágio da Virgem do Sameiro, João diz pouco, a não ser para sublinhar o esforço que ele o seu primo faziam para animar os outros pescadores e de como rezar era uma opção frequente “para ganhar forças”.

O primo, José Manuel Coentrão, era o mestre da embarcação e, um ano volvido, continua na actividade com “o mesmo empenho de sempre”, ainda que com a confiança “um pouco abalada”.

Do “quase milagre” de há um ano, José Manuel prefere destacar a sua convicção de que o grupo se salvou, sobretudo, porque a velha balsa do barco “Virgem do Sameiro”, com 14 anos, tinha sido substituída por uma, “novinha em folha”, dias antes do naufrágio.

Mas nem tudo estava bem. À embarcação faltava, por exemplo, um rádio-baliza, equipamento que poderia ter evitado a longa espera pelo salvamento, mas que hoje já está disponível na maioria das embarcações pesqueiras, mercê de uma atenção crescente dos armadores para a questão da segurança.

À altura, recorda José Manuel Coentrão, já estava em marcha um programa, com apoio de fundos comunitários, para reforço dos equipamentos de segurança, que, na sequência do naufrágio, acabou por ser acelerado.
Hoje o mar é mais seguro

“Foi muito mau o que aconteceu, mas foi bom no sentido de fazer com que todos se equipassem com os meios necessários. Hoje, é muito mais seguro andar no mar”, assegura José Manuel Coentrão.

O programa, de 4 milhões de euros, foi impulsionado pela Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar, cujo presidente, José Festas, espera agora a aprovação de um novo projecto, de cariz similar, este de 2 milhões de euros.

“É bom recordar que a balsa da Virgem do Sameiro só aguentou o que aguentou porque a balsa era nova”, frisa o dirigente associativo.

“De lá para cá, não tivemos nenhum acidente, porque 80% das embarcações já colocaram equipamentos de segurança, no âmbito do programa”, acrescenta.


Mário Almeida, autarca de Vila do Conde, conforta o pescador João Coentrão







Artigos relacionados:

  • Um ano após o naufrágio do Virgem do Sameiro
  • Relatório é inconclusivo
  • 57 Horas
  • Pescadores de Caxinas que sobreviveram a naufrágio entregaram terço no Santuário de Fátima
  • Virgem do Sameiro só tinha balsa há um mês
  • O Sistema Nacional de Busca e Salvamento Marítimo
  • Naufrágios
  • Caxinas recebe em festa os seus Heróis do Mar
  • Achille Lauro afunda-se
  • 2 DE DEZEMBRO DE 1983 - Tollan: finalmente a cambalhota
  • Tollan virou nome de cafés, restaurantes e deu azo a muitas anedotas
  • Uma cambalhota que ficou cara
  • Monumento aos náufragos
  • Quatro navios da Marinha Portuguesa afundados ao largo de Portimão
  • Conheça a história da «Flor do Mar»
  • Afundamento do vapor hespanhol «Bigonia» - 19 de Setembro de 1922
  • Naufrágio provocado do «Victory 8B», em 2003, no Brasil
  • Naufrágio provocado do «Victory 8B»
  • Guarapari, a cidade que ganha com os naufrágios
  • Em busca do navio perdido
  • O lugre Maria das Flores
  • Austrália afunda navio para formar recife artificial
  • Cientistas propõem solução para mistério do Triângulo das Bermudas
  • Pescadores do Norte e Centro vão receber calças flutuantes de patente norueguesa
  • «Há interesses obscuros na venda de coletes»