Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Peixe abissal muito raro encontrado entre a Madeira e o Algarve

Um raro peixe abissal, que vive a mais de 1000 metros de profundidade, foi encontrado pela primeira vez no Atlântico Norte, entre a ilha da Madeira e o Algarve, revela um artigo publicado na revista Journal of Fish Biology.

Este peixe, da espécie Cetichthys indagator, tem 15 centímetros de comprimento e é castanho, com barbatanas cor de laranja e uma boca que lembra a das baleias. Foi capturado a 24 de Novembro de 2010, entre os 1000 e 4400 metros de profundidade e a 370 quilómetros a Nordeste do arquipélago da Madeira, pelas redes do R/V Meteor M83/2, navio utilizado numa expedição da Universidade de Hamburgo.

O animal - da família Cetomimidae - foi identificado por Rui Pedro Vieira, então estudante de mestrado no Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da Universidade do Algarve e que participou nas cinco semanas de expedição, liderada pelo investigador Bernd Christiansen, da Universidade de Hamburgo. A missão teve como objectivo o estudo do monte submarino de Ampère, entre o Algarve e o arquipélago da Madeira.

“Este peixe é raríssimo. Parece que se encontra em todos os oceanos, mas este é o primeiro registo em todo o Atlântico Norte e apenas o quinto exemplar de que há registos”, sublinhou ao PÚBLICO Rui Pedro Vieira, 25 anos, autor principal do estudo publicado recentemente na revista Journal of Fish Biology e hoje bolseiro de investigação do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) da Universidade de Aveiro.

“Fizemos arrastos na coluna de água e no fundo do oceano e este peixe veio na rede, misturado com muitas outras espécies”, acrescentou Rui Pedro Vieira, que, confessa, tem um interesse pessoal por estes peixes abissais. “Chamou-me a atenção este peixe, com barbatanas cor de laranja. Identifiquei-o a bordo [do navio] e já no Museu de Zoologia da Universidade de Hamburgo confirmámos a sua identidade”, disse ainda.

Estes peixes de profundidade, sem interesse comercial, são esquecidos e pouco conhecidos, acrescentou o biólogo. Até ao momento, há dados referentes a dois exemplares do Cetichthys indagator apanhados ao largo da África do Sul. Foram os primeiros desta espécie a ser descobertos, numa expedição de 1950 a 1952. Outro exemplar foi encontrado entre a Austrália e a Nova Zelândia e outro ainda perto do Japão. O peixe encontrado ao largo de Portugal está agora no Museu de Zoologia de Hamburgo.

fonte