Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

FUNÇÃO PÚBLICA

Novo instituto do mar vai absorver todos os trabalhadores

Os mais de 500 trabalhadores que resultam da extinção dos organismos que deram origem ao novo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) deverão ser todos integrados no mapa de pessoal. Esta foi pelo menos a convicção com que os responsáveis do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (Sintap/Fesap) saíram de uma reunião com o presidente do IPMA.

Em comunicado, o Sintap acentua que o IPMA deverá absorver todos os trabalhadores, "tudo levando a crer que não haverá excedentários, já que os trabalhadores que saíram, na sua maioria para a aposentação, não foram substituídos". Durante a reunião, o presidente do novo organismo transmitiu aos dirigentes sindicais ter já solicitado à tutela a possibilidade de admissão de 20 novos trabalhadores, três dos quais serão para suprir flats nos aeroportos das Flores, Corvo e Porto Santo.

O IPMA resulta da fusão dos Instituto de Meteorologia, Instituo Nacional de Recursos Biológicos, Laboratório Nacional de Energia e Geologia e Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos. Cerca de 300 dos trabalhadores transitam do IM e tudo aponta para que a aprovação e publicação dos estatutos do novo organismo ocorram em agosto.

fonte
 







Artigos relacionados:

  • IMT sucede ao IPTM