Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

FLIP

Navio vertical comemora 50 anos

A plataforma flutuante de intrumentos (FLIP) é um navio com capacidade de se afundar para facilitar a investigação sub aquática na posição vertical. O navio é propriedade do Instituto de Oceanografia Scripps, tendo começado a funcionar em 1962.

O navio tem 108 metros de comprimento e tem sido um sucesso na investigação. Quando afunda, processo que demora pouco mais de 26 minutos, 91 metros ficam submersos e 17 fora de água. Para não interferir com a investigação acústica, o navio não está equipado com motores ou meios de propulsão, e tem de ser conduzido por um rebocador até ao local de investigação mas é capaz de funcionar durante um mês na posição vertical.

Veja como funciona neste vídeo:

O FLIP foi concebido pelos cientistas Phillip Rudnick, Fred Fischer e Fred Spiess e pesa 711 toneladas. Tem capacidade para uma tripulação de cinco pessoas e até 11 cientistas. "Um navio rola com as ondas das tempestades, mas o FLIP é tão estável que fica quase imóvel", afirmou o engenheiro Eric Slater do Instituto de Oceanografia Scripps, ao site especializado CNet.

O navio foi construído pela Marinha dos Estados Unidos para estudar a altura das ondas, os sinais acústicos, a temperatura e a densidade da água e recolher informações meteorológicas. Para comemorar o meio século de existência, o FLIP fez a sua primeira viagem para fora de águas atlânticas.

Para rodar 90º o barco é inundado com 700 toneladas de água do mar. No seu interior, os aparelhos de investigação científica bem como beliches, utensílios de cozinha e casa de banho giram também 90º. Os equipamentos que não podem girar, como portas ou lavatórios, existem em duplicado, um na vertical e outra na horizontal.

fonte