Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

ATÉ 20 DE JULHO

Exercício «RAPID ENVIRONMENTAL PICTURE 2012»

A Marinha, em parceria com a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), realiza até 20 de Julho, nas zonas de Sesimbra, Tróia e Santa Cruz, o Exercício “Rapid Environmental Picture 2012” (REP12), o qual visa demonstrar e testar veículos autónomos no apoio a operações navais.

O exercício REP12 associa as áreas da Defesa e Segurança, Investigação & Desenvolvimento e Indústria, contando por isso com a participação de várias outras instituições e empresas nacionais e internacionais, como o Center for Maritime Research and Experimentation (CMRE) da NATO, o Monterey Bay Aquarium Research Institute (MBARI), a Universidade da Califórnia em Berkeley, a Norwegian University of Science and Tecnology, o INESC-Porto, a Technion, a Liquid Robotics (que participa com um Wave-Glider veículo autónomo que utiliza a energia das ondas para se movimentar), a OceanScan, a Evologics e a Guarda Costeira Americana. É ainda de destacar a participação, pela primeira vez, da Força Aérea Portuguesa com a utilização e desenvolvimento de veículos autónomos aéreos no âmbito do projeto PITVANT.

Ao todo prevê-se que sejam usados 10 veículos submarinos, 7 veículos de superfície e 7 veículos aéreos. Parte do exercício decorre nas áreas de Sesimbra e Tróia, onde cerca de 30 investigadores, entre militares e civis, vão embarcar no NRP Bacamarte.