Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Verão com temperaturas elásticas explicado por especialistas

As estações têm estado a trocar os papéis, embora de forma variável. Se fomos brindados com uns dias de clima de Verão em pleno Inverno, agora que este chegou, temos uma espécie de cocktail de estações cheio de caprichos semanais. O termómetro tem estado a subir e descer de um dia para o outro de forma repentina. Por exemplo, se há uns dias os 36 graus centígrados no Norte e, em média, 40 graus centígrados no Sul não deixavam que se respirasse um pouco de ar fresco, logo a seguir ficámos com menos 15 graus e depois chuva.

Vanda Cabrinha, climatologista do Instituto de Meteorologia, explicou ao «Ciência Hoje» que “o nosso clima, em termos gerais, é caracterizado por uma variedade climática”, dada “a localização geográfica”. Segundo a especialista, embora seja “algo que esteja a mudar, é normal termos estas variações”, já que dependemos de “um clima de tipo mediterrânico”.
Nos últimos anos, o Anticiclone dos Açores (AA) tem tido um efeito de bloqueio e encontra-se na sua posição normal de Inverno. O AA tem o papel fundamental de regular o clima da península Ibérica, explicou ainda Vanda Cabrinha, acrescentando que no Inverno, por exemplo, “está em latitudes mais baixas levando a maior instabilidade, precipitações e frio” e nesta estação “houve um recuo”, embora se “prevê que regresse à nossa latitude”.

A climatologista sugere que poderá haver alguma responsabilidade do índice de oscilação do Atlântico Norte no AA, mas a teoria carece de mais estudos. “Quando o índice é positivo, temos um anticiclone mais forte e as depressões não chegam ao continente”, continuou ressalvando que “há uma variação muito grande e, por isso, têm sido realizados estudos no sentido de perceber se existe uma variação no índice e qual a sua influência nas alterações climáticas”.

Segundo a página de meteorologia online francesa, “apesar de estar calor mais a Sul da Europa, os ventos de Oeste trazem a humidade do Atlântico” – o que que leva a uma baixa nas temperaturas.

fonte