Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Porto de Lisboa alcançou resultado líquido de 10 milhões de euros em 2011

Foi esta segunda-feira aprovado pela Assembleia-Geral da APL – Administração do Porto de Lisboa, SA, o Relatório e Contas de 2011 e o Plano de Actividades 2012-2014 da APL, SA.

Em relação ao ano anterior, apesar do enquadramento macroeconómico pouco favorável, o Porto de Lisboa alcançou um resultado líquido recorde de 10 milhões de euros, dando assim continuidade ao ciclo de resultados positivos.

Para tal contribuiu o incremento na sua atividade, sendo de realçar, na movimentação de carga, o aumento da carga contentorizada em 8,4% (relativamente a 2010) e, no que se refere aos cruzeiros, a ultrapassagem da marca do meio milhão de passageiros que visitaram o porto de Lisboa (mais 12,1% de passageiros que em 2010). É de notar o aumento de 35,3% no tráfego fluvial de mercadorias, afastando das estradas mais cerca de 82 mil toneladas.

O porto lisboeta congratula-se pelo facto de manter a liderança nacional na receção de navios de cruzeiros e na movimentação de contentores, sem esquecer os granéis sólidos assim como por ter ultrapassado o objetivo de redução em 15%, entre 2009 e 2011, dos gastos em fornecimentos e serviços externos e com o pessoal.

Já em relação ao Plano de Atividades 2012-2014, prevê-se a concentração da atividade da APL, SA, nas suas funções 'core', o escalonar dos investimentos privilegiando as componentes estratégicas, o desenvolvimento de estruturas de financiamento que permitam reduzir ao mínimo o esforço da componente pública, a promoção de novos negócios para obtenção de novas receitas e a manutenção da política de redução de gastos operacionais.

fonte