Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

AÇORES

Transmaçor transportou em 2011 mais de 402 mil passageiros

A empresa de transporte marítimo de passageiros Transmaçor transportou no ano passado um recorde de 402.791 passageiros entre as ilhas do Triângulo (Faial, Pico e S. Jorge), nos Açores, revelou fonte da administração.

Na rota mais movimentada, entre as ilhas do Faial e do Pico, foram transportados 349.312 passageiros, o que representa um aumento de quatro por cento relativamente ao ano anterior.

Na ligação entre Faial, Pico e S. Jorge viajaram 53.479 passageiros, mais 2,15 por cento do que em 2010, apesar das alterações de horários que esta empresa pública de transporte marítimo de passageiros foi obrigada a fazer devido a avarias nas embarcações.

A Transmaçor aguarda a construção de novos barcos para operar entre as ilhas do Triângulo, cujo concurso está a decorrer, mas, enquanto não estão disponíveis, continua a operar com os 'velhinhos' Cruzeiro do Canal e Cruzeiro das Ilhas, construídos em 1986 e 1987.

Estas duas embarcações, tipo monocasco, com 32 metros de comprimento, têm capacidade para transportar entre 200 e 244 passageiros e atingem velocidades máximas na ordem dos 12/13 nós, percorrendo as cerca de cinco milhas náuticas que separam o Faial do Pico em cerca de 30 minutos.

A grande aposta da empresa reside no Expresso do Triângulo, um barco rápido, tipo catamaran, com capacidade para transportar 160 passageiros, que atinge uma velocidade de 22 nós, o que permite reduzir para metade o tempo de viagem.

O problema é que este navio está parado há mais de quatro meses no Porto da Horta para reparação, apesar de a Transmaçor ter inicialmente anunciado que a paralisação iria demorar apenas duas semanas.

A fonte da empresa revelou agora que foram substituídos os propulsores e melhorado o isolamento dos motores, o que acabou por alargar o tempo de paragem do Expresso do Triângulo.

Os trabalhos estão praticamente concluídos, prevendo a empresa que os técnicos do Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM) se desloquem à Horta nos próximos dias para efetuar as necessárias inspeções antes do barco voltar a circular.

Lusa/AO Online







Artigos relacionados:

  • «Expresso do Triângulo» volta ao mar esta semana