Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Exercício ISPS 2011 decorreu com sucesso no Porto do Funchal

O exercício ISPS 2011 que decorreu desde sábado terminou esta segunda-feira no cais norte  do Porto do Funchal, com a colaboração activa do comandante e da equipa de protecção do navio AidaSol que atracou ao fim da tarde de domingo naquele cais.

O exercício de simulação baseou-se no caso de um clandestino a bordo e no desembarque extemporâneo de 50 pessoas, aplicando-se as medidas necessárias à mitigação dos incidentes imaginados para este tipo de cenário.

O Decreto-lei 226/2006, de 15 de Novembro define que "Compete ao Oficial de Protecção do Porto, depois de ouvido o Conselho Consultivo de Protecção do Porto, o planeamento e promoção de exercícios, a nível do respectivo porto, em conformidade com o previsto no Plano de Protecção do Porto."

No exercício, que foi coordenado no terreno pelo Oficial de Protecção do Porto do Funchal, estiveram envolvidas 90 pessoas e envolveu diversas entidades nomeadamente a Autoridade Portuária, o Capitão do Porto, a Polícia Marítima, o SEF, a Alfandega, a GNR, incluindo a brigada canina, a PSP, a PJ, o SIS e a Autoridade Nacional para a Protecção do Transporte Marítimo e dos Portos.

O exercício teve lugar em simultâneo com o movimento dos cerca de 2500 passageiros do navio AidaSol e por isso, a principal preocupação foi não afectar o normal funcionamento do porto num dia em que se registaram três escalas de navios de cruzeiro no Porto do Funchal.

O exercício que decorreu com sucesso resultou de três reuniões de preparação em sede do Conselho Consultivo das Operações de Protecção do Porto.

No final, e como é habitual, decorreu uma reunião presidida pelo Capitão do Porto para avaliar o resultado do exercício.

COLABORAÇÃO: Ana Gouveia (APRAM)