Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

OFERECENDO TAXAS ATRACTIVAS

Aveiro incentiva Ro-Ro e linhas regulares

O Porto de Aveiro (APA, S.A.) decidiu manter, em 2012, o valor das taxas de movimentação portuária praticadas em 2011. Esta medida é acompanhada por uma redução de 40% da TUP/Navio para os navios Ro-Ro; já quanto à redução vigente, em 5%, da TUP/Navio aplicável aos navios em serviço de linha regular, a redução passa, no próximo ano, para os 10%.

A manutenção das taxas portuárias leva em linha de conta o período difícil que a economia portuguesa atravessa, e que recomenda alguma contenção dos custos relacionados com o comércio externo, para além de uma contribuição visível do sector empresarial do Estado para esse objectivo; isto apesar da evolução positiva registada no índice de inflação (+3,36%).

Entretanto, a partir do corrente ano passou o porto de Aveiro a dispor de uma rampa Ro-Ro, o que lhe permite almejar o início da operação regular com esse tipo de tráfego, estimulando também assim o desenvolvimento do TMCD. A redução em 40% da TUP/Navio em vigor em 2011 para os navios Ro-Ro, tem em vista a criação de condições para a atracção de um novo segmento de carga neste porto.