Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

UM ANO DEPOIS

Sequestro do «Achille Lauro» divide media norte-americanos

Em Maio de 1986, o New York Times recusa publicar uma entrevista com Mohammed Abul Abbas, acusado de ter planeado o desvio do navio Achille Lauro. Abbas acabou, porém, por ser entrevistado pela NBC, a 5 de Maio desse ano.
Falando a Mário Mesquita, Spencer Klaw, director da prestigiada Columbia Journalism Review, disse que a NBC «teve toda a razão em transmitir a entrevista, até porque é importante conhecermos a opinião do inimigo».

Detalhes desta polémica incluídos no artigo de Mário Bettencourt Resendes, "Os Media e o Terrorismo".

Bettencourt Resendes cita o artigo de Mário Mesquita, "A Defesa nacional na balança da Imprensa americana", artigo que pode ser consultado aqui.

Repercussões da entrevista difundida pela NBC

O caso "Achille Lauro" levou a que Abbas fosse condenado à revelia a prisão perpétua por um tribunal italiano em 1987. Abbas foi forçado a aterrar em Itália depois de, para acabar com o sequestro do navio, ter exigido um avião que transportasse o grupo para local seguro, mas a justiça não conseguiu justificar a sua detenção e acabou por deixá-lo fugir. Mais tarde, julgou-o à revelia e condenou-o a cinco prisões perpétuas.

Muhammad Abbas (também conhecido como Abu Abbas), líder da histórica Frente de Libertação da Palestina (FLP), morreu a 9 de Março de 2004 numa prisão dos EUA no Iraque. [NOTÍCIA]

Cerca de um ano antes, o governo italiano anunciara a intenção de pedir a extradição de Abbas, mas sem sucesso. [NOTÍCIA].
 

 







Artigos relacionados:

  • Odisseia do «Achille Lauro» continua na ordem do dia
  • Sequestro do «ACHILLE LAURO» decide liderança da UNESCO
  • Sequestrador do «Achille Lauro» libertado em 2009
  • Terrorismo no Mar de um Mundo Globalizado
  • Achille Lauro sequestrado
  • Sequestro do «Achille Lauro»
  • «Achille Lauro» levava a bordo 78 portugueses