Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

VÃO SER CRIADAS A DIRECÇÃO-GERAL DA POLÍTICA DO MAR E A DIRECÇÃO-GERAL DE RECURSOS NATURAIS E SERVIÇOS MARÍTIMOS

Governo anuncia extinção do IPTM

O Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos (IPTM) é um dos institutos públicos a extinguir no âmbito do Plano de Redução e Melhoria da Administração Central do Estado (PREMAC).

Ao invés, do lado das entidades a criar, destacam-se, no âmbito do Ministério do Mar, a Direcção-Geral da Política do Mar e a Direcção-Geral de Recursos Naturais e Serviços Marítimos.

Desconhecem-se ainda os âmbitos de actuação das novas entidades, mas tanto quanto será possível “adivinhar” pela nomenclatura escolhida, é possível que algumas das competências actualmente atribuídas ao IPTM sejam transferidas para aqueles novos organismos.

A lista completa das entidades a extinguir, fundir ou criar pelo PREMAC foi hoje tornada pública. No “novo” Ministério da Economia e do Emprego sobressaem as extinções do IPTM e do Instituto Nacional de Infra-Estruturas Rodoviárias.

Além desses, prevê-se igualmente a extinção das comissões de planeamento de emergência do transporte aéreo, marítimo e terrestre, entre outros.

FONTE: TRANSPORTES & NEGÓCIOS