Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

HOJE, EM KARLSRUHE, NA ALEMANHA

Corrida anual de patos de borracha

A corrida anual de patos de borracha deKarlsruhe, na Alemanha, realiza-se hoje, dia 24 de Julho. O evento, que já vai na quinta edição, atrai centenas de milhares de visitantes à cidade.

Em 2010, 6.500 concorrentes responderam à chamada, colocando os seus “patos de corrida” a evolucionarem no rio que atravessa a cidade.

A iniciativa tem cariz solidário e está a ser replicada em várias partes do mundo. Um dia destes é bem capaz de ser replicada em Portugal…

 
Os patos são lançados ao rio do alto de uma ponte, com o vencedor a amealhar dois mil euros.

O evento do ano passado serviu para arrecadar fundos destinados à Associação Karlsruhe de Ajuda para Crianças com Deficiência Mental. Cada patinho custava 5 euros. Os organizadores entregaram 28.500 euros a esta associação.

VEJA A PÁGINA DA ORGANIZAÇÃO NO FACEBOOK

No Lago Suchitoto, em El Salvador, a corrida de patos destina-se a ajudar filhos de polícias mortos no exercício das suas funções.

Também em Londres são fins solidários os que levam muitos milhares de pessoas a aderir a esta iniciativa sui generis. Em 2008, 250 mil patos evolucionaram pelo rio Tamisa.

Campos do Jordão, no Brasil, New Hampshire (EUA) e Singapura, também já promoveram as suas corridas de patinhos.