Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

O escafandro que transforma homens em peixes

Os humanos já provaram ser bons a imitar o que os outros animais fazem. Aprendemos a voar como os pássaros, trepar como os macacos e perfurar como as toupeiras.

Os únicos que ainda não conseguimos imitar são os peixes. A invenção das botijas de ar comprimido permitiu-nos respirar debaixo de água, mas não a grandes profundidades.

Por causa da nossa incapacidade em resolver alguns problemas técnicos, mergulhar abaixo dos 70 metros ainda é, quase sempre, extremamente perigoso.

Respirar como os peixes

O mergulho de grande profundidade é tão potencialmente letal que são mais os que caminharam na superfície da Lua do que aqueles já que desceram a mais de 240 metros, utilizando equipamento de mergulho.

Mas até isso pode mudar. Um inventor norte-americano, de St. Louis, no Missouri, acredita ter solucionado o problema, permitindo aos seres humanos aventurar-se a grandes profundidades: propõ-se fazer-nos respirar em ambientes líquidos como os peixes.

MAIS DETALHES AQUI