Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

CRIAÇÃO DA COMISSÃO PARLAMENTAR PARA AS POLÍTICAS DO MAR

António Belmar da Costa assina petição

O Secretário-geral da AGEPOR (Associação dos Agentes de Navegação de Portugal), António Belmar da Costa, assinou a Petição para a criação da Comissão Parlamentar para as Políticas do Mar.

“Sendo o Mar um activo tão importante para o Pais considero crucial que as forças políticas se comprometam numa política integrada do aproveitamento de toda a riqueza que este recurso potencia. Uma Comissão Parlamentar com esse objectivo é sem dúvida uma resposta que me entusiasma”, explica o responsável.

Esta petição foi também assinada pelo Comandante Duarte Ribeiro, Vice-Presidente do Clube de Oficiais da Marinha Mercante, que refere que “faz todo o sentido apostar no Mar, porque ele está aqui, porque continua uma fonte inesgotável de recursos e portanto vai garantir um retorno dos investimentos que nele fizermos quase ‘ad eternum’. Mas rápido, enquanto ainda temos “know how” e alguma juventude com vontade de apostar na inovação do país!”.

A petição, que actualmente já conta com mais de 2000 assinaturas, poderá ser subscrita aqui.