Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

TRANSPORT AND LOGISTIC 2011

Portugueses com balanço positivo

Torrestir, LogZ e Porto de Leixões foram as três empresas nacionais que marcaram presença na conceituada feira ‘Transport and Logistic 2011’, que teve lugar entre 10 e 13 de maio em Munique. A CARGO também esteve na Alemanha e falou com os responsáveis nacionais presentes no evento, que fizeram um balanço muito positivo da participação nesta feira.

Carlos Dias, da LogZ, frisou a importância da presença de três empresas portuguesas na conceituada feira ‘Transport and Logistic 2011’, lamentando a falta de união das mesmas, que surgiram no evento espalhadas pelos vários salões da feira: “Seria de valorizar a criação de um ‘bairro’ português que reunisse as empresas nacionais, servindo como ponto de venda de serviços portugueses, como fizeram a Espanha, a Itália, a França ou mesmo países de leste”.

Fernando Torres, filho do presidente da Torrestir, também lamentou o facto, ressalvando que desde a confirmação da presença da Torrestir em Munique que a empresa transportadora se mostrou recetiva à criação de um espaço português, algo inviabilizado com o impasse de outras empresas nacionais e com o numero reduzido de presenças nacionais na feira: “Seria interessante ter um espaço português se tivéssemos 15 ou 20 empresas nacionais presentes, mas só com estas três fazia pouco sentido”.

Francisco Saraiva, da Divisão de Marketing e Relações Públicas do Porto de Leixões, e Vieira dos Santos, que estava presente enquanto Diretor Comercial do TCL, mostraram algum desânimo pela escassa presença de empresas portuguesas no evento, sobretudo tendo em conta que “a melhor forma de ultrapassar os problemas financeiros em Portugal passa pela exportação”, referiu Vieira dos Santos. A prestigiada feira alemã constitui, segundo ambos os responsáveis leixonenses, um local de “procura de novos clientes, de preservação dos clientes já existentes mas também um local de aprendizagem” junto das grandes empresas de transportes e logística mundiais.

Esta edição da bienal de Munique atraiu mais de 51.000 visitantes profissionais de 134 paises.

FONTE: CARGO







Artigos relacionados:

  • Torrestir marca presença no Transport Logistics 2011
  • «A economia precisa de todos os meios de transporte»
  • Mais uma edição da Transport Logistic