Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Parlamento Europeu pede ajuda de emergência aos pescadores face à crise

O Parlamento Europeu pediu à Comissão Europeia a adopção de medidas de emergência de ajuda aos pescadores europeus, para fazer face à actual situação económica, designadamente em países com especiais dificuldades financeiras, caso de Portugal.

 

De acordo com a assembleia, a subida dos preços do petróleo levou a que muitos pescadores tenham dificuldades em financiar as suas actividades de pesca, tendo alguns inclusivamente de cessá-las, apontando que são particularmente vulneráveis os segmentos da pequena pesca costeira e artesanal que, em alguns Estados-Membros, como é o caso de Portugal, representam mais de 90% da frota.

 

Na resolução aprovada pelo hemiciclo de Estrasburgo, o Parlamento Europeu pediu à Comissão que aumente o limiar do auxílio de 30 mil para 60 mil euros por empresa, por um período transitório de três anos, defendendo também a utilização de "todas as possibilidades e margens financeiras disponíveis no quadro do orçamento comunitário consagrado às pescas" para financiar medidas extraordinárias de apoio ao sector.

FONTE: HOJE