Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Comissão Europeia já apresentou o programa «Transportes 2050»

É possível romper a dependência do sistema de transportes em relação ao petróleo sem sacrificar a sua eficiência e comprometer a mobilidade. É possível encontrar uma solução vantajosa em todos os aspectos”, declarou o vice presidente Siim Kallas, responsável pela pasta dos transportes, no comunicado de apresentação do programa "Transportes 2050".

A Comissão Europeia delineou um plano para reforçar a mobilidade entre os países e diminuir as emissões tóxicas. O programa é o "Transportes 2050" e visa o melhoramento da mobilidade e a promoção do crescimento do emprego: “A Comissão Europeia adoptou uma estratégia global (Transportes 2050) para um sistema de transportes competitivo que aumente a mobilidade, diminua os principais obstáculos em domínios fundamentais e promova o crescimento e o emprego. Simultaneamente, as propostas limitarão radicalmente a dependência da Europa em relação às importações de petróleo e reduzirão em 60% as emissões de carbono dos transportes até 2050”, avança a Comissão Europeia em comunicado.

Entre as referidas propostas, sobressai a “retirada dos veículos de motorização convencional do meio urbano, quota-parte de 40% de combustíveis hipocarbónicos sustentáveis no sector da aviação; redução de pelo menos 40% das emissões do transporte marítimo. Transferência para outros modos, como o ferroviário e o fluvial, de 50% do transporte rodoviário interurbano de médio curso, quer de passageiros quer de mercadorias.

A CE realça no comunicado a que vimos aludindo que a conjugação de todos estes factores contribuirá para uma diminuição de 60% das emissões provenientes dos transportes até meados do século.

CONSULTE OU DESCARREGUE O DOCUMENTO

FONTE: CARGO







Artigos relacionados:

  • Livro Branco dos Transportes apresentado hoje, 28 de Março