Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

NAVIO GIGANTESCO TERÁ UNIVERSIDADE, HOSPITAL, E CABINES MILIONÁRIAS PARA OS SEUS «HABITANTES»

Cidade Flutuante

Morar numa cidade flutuante e navegar por todo o mundo não é mais uma idéia possível de acontecer só no cinema. O projecto de uma real cidade marítima já foi feito e é questão de tempo para esta super construção ter início.

A ideia foi do engenheiro Norman Nixon e da empresa Freedom Ship International. Eles pretendem construir um gigantesco navio de proporções que até hoje não foram alcançadas.

O “Freedom Ship” como foi batizado, terá 1.400 metros, largura de 230 metros, e altura de 110. Nessa imensa cidade haverá shoppings e áreas de lazer que ocuparão 160.000 metros quadrados da embarcação, além de um hospital e de uma universidade.

Apesar do engenheiro classificar o projeto como uma “cidade”, a proposta é de que o navio se assemelhe mais a um hotel. Os hóspedes poderão chegar até ele usando navios, helicópteros e aviões. Para passar uma temporada na cidade flutuante, porém, o preço não é baixo: estima-se que cada cabine irá custar em média de US$ 12o mil a US$ 7 milhões. Vida de luxo com sombra e sobre água fresca.

O navio deverá contar com um moderno hospital e até uma universidade.

Capacidade total para 100 000 pessoas, assim distribuídas: 40 000 residentes permanentes, 30 000 visitantes por dia, 10 000 leitos de hotel e 20 000 tripulantes

18 000 habitações serão vendidas, com preços entre os 180 000 e os 2 500 000 dólares (inclui algumas suites a 44 000 000 dólares), 3 000 espaços comerciais também serão comercializados.

Sistema de transporte de ferryboat com capacidade para 350 passageiros e transporte de automóveis, com saídas de 15 em 15 minutos, 24 horas por dia, para 3 ou mais diferentes cidades, permitindo que os residentes tenham acesso às povoações por onde o barco estiver passando e para permitir que os locais visitem o barco, num máximo de 30 000 visitantes por dia.

Sistema interno de metrô para deslocamento pelo navio.