Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Reestruturação dos serviços de linha regular no Porto de Sines

A MSC (Mediterranean Shipping Company), principal armador a operar no terminal de contentores no Porto de Sines, anunciou que irá proceder, no 2º trimestre, a uma reestruturação dos serviços que ligam o Extremo-Oriente, ao Mediterrâneo e Norte da Europa, passando Sines a ser servido através dos portos do Mediterrâneo.

Esta reestruturação coincide com o início dos trabalhos da empreitada de ampliação do molhe leste em 400 metros, que inclui o aprofundamento do canal de entrada para a batimétrica Zh = (- 17) metros, da responsabilidade da APS, implicando alguma limitação temporária na manobra para os navios de maior capacidade a operarem no terminal, facto que irá ser aproveitado para se garantir uma maior eficiência nos trabalhos.
Ao mesmo tempo, a PSA Sines irá garantir a aceleração das obras do terminal que estão em curso e que envolvem, em termos de construção civil, a ampliação do cais em 350 metros (para um total de 730 metros), a ampliação da área de armazenagem de contentores em 5 hectares e, ainda, o aumento do número de pórticos de cais para 6.

Em termos globais, o investimento previsto da PSA Sines nesta fase de desenvolvimento do Terminal XXI é de cerca de 78 Milhões de Euros e, no caso da APS, o investimento previsto é de cerca de 40 milhões de euros.

A reestruturação de serviços, encetada pela MSC, constitui também uma oportunidade para a reestruturação da oferta do Terminal de Contentores do Porto de Sines (Terminal XXI) que, após as obras de ampliação em curso, estará em melhores condições para se abrir a novos armadores e a novos portos de origem e de destino.