Portos de Portugal
Viagem ao Centro do Mundo

Porto de Viana do Castelo,
Alberga o maior estaleiro do País

Porto de Leixões
Referência na Região Norte do País

Porto de Aveiro
Uma solução Intermodal competitiva

Porto da Figueira da Foz
Promotor da Economia da Região Centro

Porto de Lisboa
Atlantic Meeting Point

Porto de Setúbal
Solução Ibérica na Região de Lisboa

Porto de Sines
Porta do Atlântico

Portos da Madeira
O Paraíso dos Cruzeiros

Portos dos Açores
A sua plataforma no Atlântico

Quem Somos

A APP – Associação dos Portos de Portugal é uma Associação sem fins lucrativos constituída em 1991, com o objectivo de ser o fórum de debate e troca de informações de matérias de interesse comum para os portos e para o transporte marítimo.

Pretende-se que a APP contribua para o desenvolvimento e modernização do Sistema Portuário Nacional, assumindo uma função que esteve subjacente à sua criação: constituir-se como um espaço privilegiado de reflexão e de decisão.



Newsletter

Clique aqui para se registar na newsletter.

Clique aqui para sair da newsletter.

Janela Única Logística



Notícias

Estaleiros Navais de Peniche aumentam capacidade instalada

Os Estaleiros Navais de Peniche (ENP) estão a concluir um investimento de quatro milhões de euros em obras para aumentar a sua capacidade de resposta na recepção de embarcações e na construção em aço. Iniciaram ainda uma nova área de negócio – reparação de navios que prestam apoio logístico a plataformas de exploração petrolífera - numa perspectiva de encontrar alternativas à construção de barcos de pesca.

“Temos nos estaleiros um navio norueguês especializado no apoio à exploração petrolífera, que é o resultado das nossas tentativas de alargar os negócios”, disse à Agência Lusa Carlos Mota. “É uma frota muito numerosa que, nas suas viagens comerciais circula pela nossa costa e que procura trabalhos de manutenção”, acrescentou o presidente do Conselho de Administração. Trata-se de uma encomenda acima dos 200 mil euros, mas estão já adjudicados “trabalhos de valor superior para outros navios idênticos até ao final do ano”.

Carlos Mota adiantou que até Setembro deverá estar concluída a construção de duas embarcações de transporte de passageiros para Moçambique, um investimento de 4,5 milhões de euros de empresas públicas daquele país. Em curso estão também trabalhos para a Nigéria, Argélia, Angola e Noruega, e estão “em diligências com a Petrobras” para vir a ser a base logística para os navios que vão apoiar a plataforma de exploração de petróleo na costa portuguesa.

FONTE: CARGO